Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 16 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Ativista mirim Francisco Vera briga pela bem-estar das crianças e da natureza

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

07/02/2021 | 00:02


Francisco Vera poderia ser apenas mais um menino colombiano de vida comum. Mas ele tem chamado a atenção em sua comunidade, em seu país e no mundo. Aos 11 anos, é conhecido por pensar em campanhas ambientais e por defender os direitos das crianças de diferentes formas para que todas tenham uma vida melhor.

O garoto começou a ‘carreira’ aos 6 anos, quando passou a assistir protestos contra as touradas na companhia da família. Ele percebeu que se importava muito sobre o bem-estar da natureza e em relação ao presente e ao futuro da fauna e da flora. Por crescer em meio a montanhas na companhia de patos, galinhas, cabras e pássaros, passou a ser um defensor dos direitos dos animais. 

Também atua a favor do meio ambiente ao brigar por diversas pautas, como ser contra a mineração em reservas naturais. Em 2019, contou com a ajuda de amigos para fundar o grupo Guardiões da Vida, em sua cidade natal, Villeta, a cerca de 90 quilômetros de Bogotá, capital da Colômbia. A equipe recolhe lixos das ruas, alerta sobre reciclagem e discute mudanças climáticas.

O papel de Vera como ativista social e ambiental foi reconhecido pela ONU (Organização das Nações Unidas) neste ano. Em janeiro, o menino foi parabenizado por todo o trabalho feito até agora. A entidade também demonstrou apoio após ele ter recebido ameaças pelo Twitter depois de postar vídeo onde pede que o governo de seu país melhore a internet para que as crianças possam estudar on-line. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;