Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Justiça eleitoral cassa mandato de prefeito de Cajamar


Do Diario OnLine

03/10/2002 | 12:14


A Justiça eleitoral suspendeu o mandato do prefeito de Cajamar, Antonio Ribas (PTB), acusado de oferecer carteiras de habilitação em troca de votos. Ribas nega a acusação e se diz vítima de uma injustiça.

A decisão, que atinge toda a chapa eleita em 2000, impossibilita o vice-prefeito de assumir. Com isso, o segundo colocado nas eleições, o advogado Messias Cândido (PPS), derrotado por apenas 13 votos, foi chamado para assumir o cargo. A posse deve acontecer na tarde desta quinta-feira, na Câmara Municipal da cidade.

Segundo a Justiça, bilhetes com a assinatura do candidato Antônio Ribas recomendavam a uma auto-escola que providenciasse carteiras de motorista em troca de votos. O dono da auto-escola, que participou do esquema, acabou confessando o crime.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Justiça eleitoral cassa mandato de prefeito de Cajamar

Do Diario OnLine

03/10/2002 | 12:14


A Justiça eleitoral suspendeu o mandato do prefeito de Cajamar, Antonio Ribas (PTB), acusado de oferecer carteiras de habilitação em troca de votos. Ribas nega a acusação e se diz vítima de uma injustiça.

A decisão, que atinge toda a chapa eleita em 2000, impossibilita o vice-prefeito de assumir. Com isso, o segundo colocado nas eleições, o advogado Messias Cândido (PPS), derrotado por apenas 13 votos, foi chamado para assumir o cargo. A posse deve acontecer na tarde desta quinta-feira, na Câmara Municipal da cidade.

Segundo a Justiça, bilhetes com a assinatura do candidato Antônio Ribas recomendavam a uma auto-escola que providenciasse carteiras de motorista em troca de votos. O dono da auto-escola, que participou do esquema, acabou confessando o crime.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;