Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Sto.André terá novo parque industrial

Orlando Filho/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Prefeitura recebe projeto de readequação
do zoneamento do entorno da Av. dos Estados


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

12/06/2014 | 07:05


Santo André terá novo parque industrial no entorno da Avenida dos Estados. Isto é o que prevê projeto entregue ontem à Prefeitura pelo Grupo de Trabalho da Revisão da Luops (Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo), do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Santo André. A equipe pretende tornar boa parte dos cerca de 7,6 milhões de metros quadrados identificados, que hoje estão enquadradados como de zoneamento misto, para áreas com infraestrutura para indústria nas imediações da via pública, entre as divisas de São Caetano e Mauá, tendo em vista que 2 milhões de metros quadrados estão inutilizados.

Na avaliação do prefeito andreense Carlos Grana (PT), a adequação das áreas para receber fabricantes deve entrar em vigor no fim do ano. Isso porque a administração pública ainda avaliará os detalhes propostos pelo conselho e fará audiências públicas para receber sugestão pelos próximos 40 dias. “Este projeto integrará o Luops, que tem outras medidas em desenvolvimento. Após todas consolidadas, enviaremos para a Câmara”, observou Grana. Desta maneira, está aberta a possibilidade de destino ao Parque Tecnológico de Santo André.

Os objetivos específicos do projeto são a abertura de novas indústrias e atividades relacionadas ao setor, realocação de fábricas que hoje estão em áreas não industriais e ampliação da oferta de emprego na região. Para o diretor do Setrans (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do ABC) Fábio Roberto Alves Brigidio, a cadeia química tem maior potencial de ser beneficiada, tendo em vista que a Avenida dos Estados é a principal via, com infraestrutura suficiente para a relação logística com o Polo Petroquímico de Capuava.

MOTIVOS - Levantamento do conselho apontou que Santo André conta, atualmente, com 2.436 indústrias espalhadas pela cidade. Desse número, 98,35% são micro e pequenas. As médias representam 1,31% do total. “E as grandes, com mais de 500 funcionários, são apenas 0,33% (oito)”, destacou Brigidio.

O dirigente sindical alertou ainda que o projeto tem como objetivo mudar cenário econômico da indústria em Santo André, que não acompanha o que acontece na região e no País. Na comparação em 1999 e 2011, o PIB (Produto Interno Bruto) industrial andreense caiu 2,69%, para R$ 4,635 bilhões. A média anual foi de -0,25%.

No mesmo período de comparação, a indústria do Grande ABC apresentou alta na atividade econômica da ordem de 51,52%, média anual de 3,85%. No País, a evolução atingiu 40,63%.

Em relação ao emprego, Brigidio, que também é empresário do setor de logística, apresentou estimativa sobre o setor plástico. “Em média, para cada dez mil metros quadrados, a empresa contrata 350 funcionários.” Se essa regra fosse para todos os segmentos, e os 2 milhões de metros quadrados ficassem ocupados, Santo André ganharia mais 70 mil empregos.

APROVEITAMENTO - Grana destacou que construtora e incorporadora de capital aberto está próxima de iniciar a construção de parque industrial de galpões em terreno na Avenida dos Estados ao lado de shopping automotivo.

O prefeito também citou que outra empresa do ramo, de Santo André, tem intenção de instalar condomínio de galpões industriais no entorno da Avenida dos Estados, como o que mantém em Diadema. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sto.André terá novo parque industrial

Prefeitura recebe projeto de readequação
do zoneamento do entorno da Av. dos Estados

Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

12/06/2014 | 07:05


Santo André terá novo parque industrial no entorno da Avenida dos Estados. Isto é o que prevê projeto entregue ontem à Prefeitura pelo Grupo de Trabalho da Revisão da Luops (Lei de Uso, Ocupação e Parcelamento do Solo), do Conselho Municipal de Desenvolvimento Econômico de Santo André. A equipe pretende tornar boa parte dos cerca de 7,6 milhões de metros quadrados identificados, que hoje estão enquadradados como de zoneamento misto, para áreas com infraestrutura para indústria nas imediações da via pública, entre as divisas de São Caetano e Mauá, tendo em vista que 2 milhões de metros quadrados estão inutilizados.

Na avaliação do prefeito andreense Carlos Grana (PT), a adequação das áreas para receber fabricantes deve entrar em vigor no fim do ano. Isso porque a administração pública ainda avaliará os detalhes propostos pelo conselho e fará audiências públicas para receber sugestão pelos próximos 40 dias. “Este projeto integrará o Luops, que tem outras medidas em desenvolvimento. Após todas consolidadas, enviaremos para a Câmara”, observou Grana. Desta maneira, está aberta a possibilidade de destino ao Parque Tecnológico de Santo André.

Os objetivos específicos do projeto são a abertura de novas indústrias e atividades relacionadas ao setor, realocação de fábricas que hoje estão em áreas não industriais e ampliação da oferta de emprego na região. Para o diretor do Setrans (Sindicato das Empresas de Transportes de Carga do ABC) Fábio Roberto Alves Brigidio, a cadeia química tem maior potencial de ser beneficiada, tendo em vista que a Avenida dos Estados é a principal via, com infraestrutura suficiente para a relação logística com o Polo Petroquímico de Capuava.

MOTIVOS - Levantamento do conselho apontou que Santo André conta, atualmente, com 2.436 indústrias espalhadas pela cidade. Desse número, 98,35% são micro e pequenas. As médias representam 1,31% do total. “E as grandes, com mais de 500 funcionários, são apenas 0,33% (oito)”, destacou Brigidio.

O dirigente sindical alertou ainda que o projeto tem como objetivo mudar cenário econômico da indústria em Santo André, que não acompanha o que acontece na região e no País. Na comparação em 1999 e 2011, o PIB (Produto Interno Bruto) industrial andreense caiu 2,69%, para R$ 4,635 bilhões. A média anual foi de -0,25%.

No mesmo período de comparação, a indústria do Grande ABC apresentou alta na atividade econômica da ordem de 51,52%, média anual de 3,85%. No País, a evolução atingiu 40,63%.

Em relação ao emprego, Brigidio, que também é empresário do setor de logística, apresentou estimativa sobre o setor plástico. “Em média, para cada dez mil metros quadrados, a empresa contrata 350 funcionários.” Se essa regra fosse para todos os segmentos, e os 2 milhões de metros quadrados ficassem ocupados, Santo André ganharia mais 70 mil empregos.

APROVEITAMENTO - Grana destacou que construtora e incorporadora de capital aberto está próxima de iniciar a construção de parque industrial de galpões em terreno na Avenida dos Estados ao lado de shopping automotivo.

O prefeito também citou que outra empresa do ramo, de Santo André, tem intenção de instalar condomínio de galpões industriais no entorno da Avenida dos Estados, como o que mantém em Diadema. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;