Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Richarlyson é o símbolo da superação no Brasileirão



04/11/2007 | 07:39


Quando o São Paulo conquistou o Campeonato Brasileiro pela quinta vez na quarta-feira, muitos jogadores falaram de seus momentos de dificuldade durante a competição, mas com certeza nenhuma história de superação foi maior do que a do volante Richarlyson.

Apesar de envolvido em uma grande polêmica em torno de sua opção sexual, o jogador não se deixou abater. Mesmo hostilizado por parte da torcida por causa do episódio, manteve o bom rendimento durante todo o Nacional, tornando-se uma das figuras mais importantes da principal conquista são-paulina de 2007.

Mesmo tendo negado ser gay em rede nacional, o jogador passou a ser discriminado pela torcida são-paulina, que parou de gritar seu nome quando anunciado pelos alto-falantes do Morumbi antes dos jogos do São Paulo.

Poderia ter sucumbido à pressão – fato comum entre muitos atletas do futebol – mas não deixou os problemas extra-campo afetarem seu desempenho.

Ao contrário, até melhorou sua performance, tanto que foi o jogador do São Paulo que mais tempo jogou durante o Brasileiro.

“Eu tomei para mim um ditado: Deus não dá a uma pessoa uma carga maior do que a que ele pode carregar”, disse Richarlyson sobre o episódio. “Hoje as pessoas que tentaram me ludibriar ou fazer com que minha carreira fosse mais curta estão chorando”.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;