Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

dmais@dgabc.com.br | 4435-8396

É a vez de Dulce Maria

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Caroline Ropero
Especial para o Diário

22/05/2011 | 07:00


Fãs do RBD têm motivos para sair de casa na próxima segunda, dia 30. A ex-rebelde Dulce Maria, 25 anos, estará em Sampa, na Via Funchal, para o show de divulgação do disco Extranjera, seu primeiro trabalho solo, que traz o single Inevitable, com mais de 8 milhões de acessos no YouTube. Esta também é a primeira vez que ela se apresenta sozinha no Brasil. Em entrevista ao, garante estar emocionada por voltar para cá. "Será uma nova experiência muito boa com meus fãs."

O público vai conferir composições do primeiro CD e outras que devem ser lançadas no próximo mês. "Vou recordar meu tempo de RBD e tenho muitas surpresas. Será um show mais intimista, um pouco diferente daquela época", diz, convidando os fãs para acompanhá-la. Segundo a compositora, os brasileiros são seu melhor público porque são muito apaixonados. "Tenho lembranças belíssimas do Brasil."

Dulce revela que vive nova etapa de vida. O próprio nome do CD, Extranjera, remete à ideia de que se sentia estrangeira em seu mundo, principalmente durante a produção deste trabalho. O fato de agora estar solteira também a inspirou. "Não pertenço a nenhum lugar."

A cantora considera o Brasil um país muito alegre. Fã da culinária, adora pão de queijo, caipirinha, picanha e guaraná. Na música, curte muito Ivete Sangalo "Eu a vi pessoalmente e sei que ela está ficando mundialmente conhecida." Também já comprou vários discos de bossa-nova e de funk carioca. No cinema, sua escolha é muito parecida com a preferência das garotas: adora o ator Robert Patinson.

Sobre os antigos colegas de trabalho, Dulce garante ter boa relação com eles. "Gosto muito de todos, mas agora cada um está seguindo seu caminho", afirma. Depois de atuar em Rebelde, trabalhou na novela Verano de Amor e na série Mujeres Asesinas. Mas, por enquanto, quer se dedicar somente à música. "No momento, não pretendo voltar a trabalhar como atriz porque estou muito ocupada com a divulgação do disco e na produção das novas músicas", afirma.

 

SERVIÇO - Show Extranjera, com Dulce Maria, na Via Funchal (Rua Funchal, 65, tel.: 3044-2707), em São Paulo, dia 30, às 20h. Abertura dos portões às 17h. Ingresso varia de R$ 60 a R$ 500 (aceita carteirinha). Vendas nos sites www.rrpro.com.br e www.viafunchal.com.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

É a vez de Dulce Maria

Caroline Ropero
Especial para o Diário

22/05/2011 | 07:00


Fãs do RBD têm motivos para sair de casa na próxima segunda, dia 30. A ex-rebelde Dulce Maria, 25 anos, estará em Sampa, na Via Funchal, para o show de divulgação do disco Extranjera, seu primeiro trabalho solo, que traz o single Inevitable, com mais de 8 milhões de acessos no YouTube. Esta também é a primeira vez que ela se apresenta sozinha no Brasil. Em entrevista ao, garante estar emocionada por voltar para cá. "Será uma nova experiência muito boa com meus fãs."

O público vai conferir composições do primeiro CD e outras que devem ser lançadas no próximo mês. "Vou recordar meu tempo de RBD e tenho muitas surpresas. Será um show mais intimista, um pouco diferente daquela época", diz, convidando os fãs para acompanhá-la. Segundo a compositora, os brasileiros são seu melhor público porque são muito apaixonados. "Tenho lembranças belíssimas do Brasil."

Dulce revela que vive nova etapa de vida. O próprio nome do CD, Extranjera, remete à ideia de que se sentia estrangeira em seu mundo, principalmente durante a produção deste trabalho. O fato de agora estar solteira também a inspirou. "Não pertenço a nenhum lugar."

A cantora considera o Brasil um país muito alegre. Fã da culinária, adora pão de queijo, caipirinha, picanha e guaraná. Na música, curte muito Ivete Sangalo "Eu a vi pessoalmente e sei que ela está ficando mundialmente conhecida." Também já comprou vários discos de bossa-nova e de funk carioca. No cinema, sua escolha é muito parecida com a preferência das garotas: adora o ator Robert Patinson.

Sobre os antigos colegas de trabalho, Dulce garante ter boa relação com eles. "Gosto muito de todos, mas agora cada um está seguindo seu caminho", afirma. Depois de atuar em Rebelde, trabalhou na novela Verano de Amor e na série Mujeres Asesinas. Mas, por enquanto, quer se dedicar somente à música. "No momento, não pretendo voltar a trabalhar como atriz porque estou muito ocupada com a divulgação do disco e na produção das novas músicas", afirma.

 

SERVIÇO - Show Extranjera, com Dulce Maria, na Via Funchal (Rua Funchal, 65, tel.: 3044-2707), em São Paulo, dia 30, às 20h. Abertura dos portões às 17h. Ingresso varia de R$ 60 a R$ 500 (aceita carteirinha). Vendas nos sites www.rrpro.com.br e www.viafunchal.com.br.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;