Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT deveria se preocupar com seu governo, diz Nogueira



28/09/2013 | 00:05


O presidente do PSDB de São Paulo, deputado federal Duarte Nogueira, rebateu, nesta sexta-feira, 27, as críticas feitas pelo ex-prefeito de Osasco Emídio de Souza, candidato a presidente do PT paulista, sobre o governo tucano no Estado.

Durante o lançamento de sua candidatura ao comando do PT, Emídio criticou o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e, entre outras provocações, disse que fará questão de ligar para ele quando for derrotado nas eleições de 2014 pedindo que limpe as gavetas. Afirmou ainda que Alckmin era manso contra o crime organizado, enquanto reprimia de forma violenta manifestações nas ruas.

Nogueira lembrou que Emídio apoiou o deputado federal condenado no mensalão João Paulo Cunha (PT-SP) como candidato à sua sucessão, em 2012 e que, por isso, "deveria se preocupar mais com os problemas do próprio partido e do governo pelo qual é responsável o PT". Ainda segundo ele "se (os petistas) se preocupassem mais em trabalhar que em fazer campanha, o Brasil teria outro rumo hoje que não o da inflação, da falta de infraestrutura e do baixíssimo crescimento econômico", informou, em nota, o tucano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT deveria se preocupar com seu governo, diz Nogueira


28/09/2013 | 00:05


O presidente do PSDB de São Paulo, deputado federal Duarte Nogueira, rebateu, nesta sexta-feira, 27, as críticas feitas pelo ex-prefeito de Osasco Emídio de Souza, candidato a presidente do PT paulista, sobre o governo tucano no Estado.

Durante o lançamento de sua candidatura ao comando do PT, Emídio criticou o governador Geraldo Alckmin (PSDB) e, entre outras provocações, disse que fará questão de ligar para ele quando for derrotado nas eleições de 2014 pedindo que limpe as gavetas. Afirmou ainda que Alckmin era manso contra o crime organizado, enquanto reprimia de forma violenta manifestações nas ruas.

Nogueira lembrou que Emídio apoiou o deputado federal condenado no mensalão João Paulo Cunha (PT-SP) como candidato à sua sucessão, em 2012 e que, por isso, "deveria se preocupar mais com os problemas do próprio partido e do governo pelo qual é responsável o PT". Ainda segundo ele "se (os petistas) se preocupassem mais em trabalhar que em fazer campanha, o Brasil teria outro rumo hoje que não o da inflação, da falta de infraestrutura e do baixíssimo crescimento econômico", informou, em nota, o tucano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;