Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 3 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT contrata equipe para melhorar imagem de Haddad



06/03/2012 | 07:00


Ainda desconhecido da maioria do eleitorado e com índices de intenção de voto que não superam 4%, o pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, será alvo de um estudo de imagem. A pedido do publicitário João Santana, contratado para a campanha do ex-ministro, uma equipe de TV começou a gravar os eventos do petista.

 

Um cinegrafista, um operador de áudio e um fotógrafo estiveram ontem na comitiva de Haddad na visita a um seminário em Parelheiros, zona sul da capital. O ex-ministro usou um microfone de lapela, para registrar suas falas e a de seus interlocutores.

 

Trata-se de um teste para ver como o pré-candidato se porta no vídeo. Santana e a direção da campanha avaliarão como Haddad fala e se movimenta, se tem problemas de dicção, como são suas reações, de que forma manifesta emoções - ou deixa de manifestá-las - e como o povo o recebe nos eventos.

 

Correções

 

O "ensaio de imagem", como é chamado, serve para corrigir eventuais erros cometidos pelo ex-ministro, que já teve a atenção chamada pelo próprio Santana há pouco mais de um mês, quando o marqueteiro avaliou que Haddad não saíra bem em fotos nos jornais.

 

Sem poder contar com o programa do PT no primeiro semestre, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nem com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda enfrentando sequelas do tratamento contra um câncer, a exposição de Haddad no horário eleitoral de TV, a partir de agosto, é vista como ainda mais fundamental. Diante do mau desempenho do ex-ministro na última pesquisa Datafolha, os petistas tentam minimizar o quadro e pregam paciência. "Não esperamos nenhum crescimento significativo até lá", disse um interlocutor de Haddad. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PT contrata equipe para melhorar imagem de Haddad


06/03/2012 | 07:00


Ainda desconhecido da maioria do eleitorado e com índices de intenção de voto que não superam 4%, o pré-candidato do PT à Prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad, será alvo de um estudo de imagem. A pedido do publicitário João Santana, contratado para a campanha do ex-ministro, uma equipe de TV começou a gravar os eventos do petista.

 

Um cinegrafista, um operador de áudio e um fotógrafo estiveram ontem na comitiva de Haddad na visita a um seminário em Parelheiros, zona sul da capital. O ex-ministro usou um microfone de lapela, para registrar suas falas e a de seus interlocutores.

 

Trata-se de um teste para ver como o pré-candidato se porta no vídeo. Santana e a direção da campanha avaliarão como Haddad fala e se movimenta, se tem problemas de dicção, como são suas reações, de que forma manifesta emoções - ou deixa de manifestá-las - e como o povo o recebe nos eventos.

 

Correções

 

O "ensaio de imagem", como é chamado, serve para corrigir eventuais erros cometidos pelo ex-ministro, que já teve a atenção chamada pelo próprio Santana há pouco mais de um mês, quando o marqueteiro avaliou que Haddad não saíra bem em fotos nos jornais.

 

Sem poder contar com o programa do PT no primeiro semestre, cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nem com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, ainda enfrentando sequelas do tratamento contra um câncer, a exposição de Haddad no horário eleitoral de TV, a partir de agosto, é vista como ainda mais fundamental. Diante do mau desempenho do ex-ministro na última pesquisa Datafolha, os petistas tentam minimizar o quadro e pregam paciência. "Não esperamos nenhum crescimento significativo até lá", disse um interlocutor de Haddad. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;