Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA: Pompeo encerra reunião com norte-coreanos sem falar com Kim Jong Un

KCNA/Fotos Públicas Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


07/07/2018 | 07:49


O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, encerrou neste sábado dois dias de conversas com altos funcionários norte-coreanos sem se encontrar com Kim Jong Un, mas com o compromisso de novas discussões sobre desnuclearização e repatriação dos restos mortais de soldados americanos mortos durante a Guerra da Coreia.

Antes de partir de Pyongyang, Pompeo disse a repórteres que as conversas com o oficial norte-coreano Kim Yong Chol foram "produtivas", conduzidas com "boa fé" e que "um grande progresso" foi feito em algumas áreas. Mesmo assim, ele enfatizou que "ainda há mais trabalho a ser feito" em outras áreas, muitas das quais seriam feitas por grupos de trabalho que os dois países criaram para lidar com questões específicas.

Pompeo afirmou que uma equipe do Pentágono se reuniria com autoridades norte-coreanas em 12 de julho na fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul para discutir a repatriação de restos mortais e que negociações sobre a destruição do local de testes de lançamento de mísseis serão feitas em breve.

Nos dias que se seguiram à histórica reunião de cúpula do dia 12 de junho com Kim Jong Un em Cingapura, o presidente Donald Trump anunciou que o retorno dos restos mortais e a destruição das instalações de mísseis haviam sido concluídos ou estavam em andamento.

Pompeo, no entanto, disse que mais conversas são necessárias nos dois casos. "Agora temos uma reunião marcada para 12 de julho - poderia se mover um dia ou dois - onde haverá discussões entre as pessoas responsáveis pela repatriação de restos mortais. (Isto) Ocorrerá na fronteira e esse processo começará a se desenvolver nos dias seguintes", disse ao embarcar em seu avião rumo a Tóquio. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

EUA: Pompeo encerra reunião com norte-coreanos sem falar com Kim Jong Un


07/07/2018 | 07:49


O secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, encerrou neste sábado dois dias de conversas com altos funcionários norte-coreanos sem se encontrar com Kim Jong Un, mas com o compromisso de novas discussões sobre desnuclearização e repatriação dos restos mortais de soldados americanos mortos durante a Guerra da Coreia.

Antes de partir de Pyongyang, Pompeo disse a repórteres que as conversas com o oficial norte-coreano Kim Yong Chol foram "produtivas", conduzidas com "boa fé" e que "um grande progresso" foi feito em algumas áreas. Mesmo assim, ele enfatizou que "ainda há mais trabalho a ser feito" em outras áreas, muitas das quais seriam feitas por grupos de trabalho que os dois países criaram para lidar com questões específicas.

Pompeo afirmou que uma equipe do Pentágono se reuniria com autoridades norte-coreanas em 12 de julho na fronteira entre a Coreia do Norte e a Coreia do Sul para discutir a repatriação de restos mortais e que negociações sobre a destruição do local de testes de lançamento de mísseis serão feitas em breve.

Nos dias que se seguiram à histórica reunião de cúpula do dia 12 de junho com Kim Jong Un em Cingapura, o presidente Donald Trump anunciou que o retorno dos restos mortais e a destruição das instalações de mísseis haviam sido concluídos ou estavam em andamento.

Pompeo, no entanto, disse que mais conversas são necessárias nos dois casos. "Agora temos uma reunião marcada para 12 de julho - poderia se mover um dia ou dois - onde haverá discussões entre as pessoas responsáveis pela repatriação de restos mortais. (Isto) Ocorrerá na fronteira e esse processo começará a se desenvolver nos dias seguintes", disse ao embarcar em seu avião rumo a Tóquio. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;