Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ministro do STF defende novo cálculo para mutuários


Do Diário OnLine

16/09/2002 | 11:13


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nilson Naves defendeu o uso do Bônus do Tesouro Nacional Fiscal (BTNF) para calcular as prestações pagas pelos mutuários da casa própria. Ele espera que as instâncias inferiores da Justiça acompanhem a decisão.

Atualmente, as prestações são reajustadas pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Se o cálculo for feito pelo BTNF, os juros serão cerca de 50% menores.

Segundo Naves, os bancos devem devolver o dinheiro pago a mais pelos mutuários por causa da correção das prestações pelo IPC.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ministro do STF defende novo cálculo para mutuários

Do Diário OnLine

16/09/2002 | 11:13


O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nilson Naves defendeu o uso do Bônus do Tesouro Nacional Fiscal (BTNF) para calcular as prestações pagas pelos mutuários da casa própria. Ele espera que as instâncias inferiores da Justiça acompanhem a decisão.

Atualmente, as prestações são reajustadas pelo Índice de Preços ao Consumidor (IPC). Se o cálculo for feito pelo BTNF, os juros serão cerca de 50% menores.

Segundo Naves, os bancos devem devolver o dinheiro pago a mais pelos mutuários por causa da correção das prestações pelo IPC.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;