Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 1 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

De la Rúa afirma que Argentina superou crise financeira


Do Diário OnLine

11/09/2001 | 10:25


O presidente da Argentina Fernando de la Rúa afirmou na noite desta segunda-feira que a Argentina deixou para trás uma grave crise financeira e agora tenta solucionar seus problemas sociais.

Segundo de la Rúa, o plano do governo é fazer com que o país volta a crescer, depois de três anos de recessão. "A primeira coisa é reativar o mercado interno, sair desta paralisia interior que nos consome por temores, por medos, e onde influem também as altas taxas de juros, a especulação financeira interna ou externa da qual somos vítimas", afirmou ele.

O governo admitiu em julho que já não possui crédito nem no mercado internacional nem na praça local, decidindo financiar-se apenas com o arrecadado em impostos, o chamado plano de déficit zero.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

De la Rúa afirma que Argentina superou crise financeira

Do Diário OnLine

11/09/2001 | 10:25


O presidente da Argentina Fernando de la Rúa afirmou na noite desta segunda-feira que a Argentina deixou para trás uma grave crise financeira e agora tenta solucionar seus problemas sociais.

Segundo de la Rúa, o plano do governo é fazer com que o país volta a crescer, depois de três anos de recessão. "A primeira coisa é reativar o mercado interno, sair desta paralisia interior que nos consome por temores, por medos, e onde influem também as altas taxas de juros, a especulação financeira interna ou externa da qual somos vítimas", afirmou ele.

O governo admitiu em julho que já não possui crédito nem no mercado internacional nem na praça local, decidindo financiar-se apenas com o arrecadado em impostos, o chamado plano de déficit zero.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;