Fechar
Publicidade

Sábado, 15 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Venda de carros acelera em setembro

Fernando Dantas/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

21/09/2008 | 07:11


As vendas do setor automobilístico se mostram aquecidas em setembro, mesmo com elevações nas taxas de juros dos financiamentos observadas neste ano.

Na primeira quinzena de setembro a comercialização de veículos zero km (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) cresceu 6,7% na comparação com os primeiros quinze dias de agosto, de acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

A sinalização de alta nas vendas neste mês ocorre depois de uma retração em agosto frente a julho, que foi atribuída por representantes do segmento, entre outros fatores, a dias úteis a menos, à espera pela chegada de novos modelos das fabricantes e também a possíveis impactos dos juros mais elevados.

Dados da Anef (Associação Nacional das Financeiras de Montadoras) mostram que as taxas dos financiamentos subiram da média de 28,66% ao ano em julho de 2007 para 33,46% anuais neste ano.

No entanto, os prazos se mantiveram extensos - de até 72 meses -, o que é considerado um importante fator de atratividade. "A alta de juros ainda não impactou. Enquanto houver esses prazos longos de financiamento, as vendas devem se manter aquecidas", avalia o presidente do Sincodives (Sindicato das Concessionárias de Veículos do Estado de São Paulo), Octávio Vallejo.

Para o dirigente dois fatores também ajudam a explicar os resultados melhores neste mês: promoções realizadas pelas montadoras (como o feirão de fábrica da General Motors, em São Caetano, neste e no último fim de semana) e a chegada de novos modelos.

Algumas revendas da região assinalam o impulso nas vendas. É o caso da concessionária GM Vigorito, de Santo André. "Tivemos uma melhora de uns 10%. Começamos a fazer promoções e os estoques estão altos. Antes o cliente ficava 40 dias em fila de espera, agora temos para pronta-entrega", afirmou o diretor Hermes Schincariol Júnior. Ele afirma ainda que houve pequena alta nos juros recentemente, mas nada que assuste o consumidor. "Subiu, por exemplo, de 1,4% para 1,43%", disse.

Na Ford Sandrecar, as vendas já vinham fortes em agosto e se mantiveram altas. Um dos vendedores, que preferiu não se identificar, afirmou que uma leve variação nas taxas não muda muito a procura, já que nas parcelas isso significa apenas alguns reais a mais.

Por sua vez, na VW Avel, de São Bernardo, o desempenho neste mês por enquanto é semelhante ao de agosto. No entanto, a gerente de vendas Ednéia Vedovato, cita que há a expectativa de aumento no volume comercializado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Venda de carros acelera em setembro

Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

21/09/2008 | 07:11


As vendas do setor automobilístico se mostram aquecidas em setembro, mesmo com elevações nas taxas de juros dos financiamentos observadas neste ano.

Na primeira quinzena de setembro a comercialização de veículos zero km (automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus) cresceu 6,7% na comparação com os primeiros quinze dias de agosto, de acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

A sinalização de alta nas vendas neste mês ocorre depois de uma retração em agosto frente a julho, que foi atribuída por representantes do segmento, entre outros fatores, a dias úteis a menos, à espera pela chegada de novos modelos das fabricantes e também a possíveis impactos dos juros mais elevados.

Dados da Anef (Associação Nacional das Financeiras de Montadoras) mostram que as taxas dos financiamentos subiram da média de 28,66% ao ano em julho de 2007 para 33,46% anuais neste ano.

No entanto, os prazos se mantiveram extensos - de até 72 meses -, o que é considerado um importante fator de atratividade. "A alta de juros ainda não impactou. Enquanto houver esses prazos longos de financiamento, as vendas devem se manter aquecidas", avalia o presidente do Sincodives (Sindicato das Concessionárias de Veículos do Estado de São Paulo), Octávio Vallejo.

Para o dirigente dois fatores também ajudam a explicar os resultados melhores neste mês: promoções realizadas pelas montadoras (como o feirão de fábrica da General Motors, em São Caetano, neste e no último fim de semana) e a chegada de novos modelos.

Algumas revendas da região assinalam o impulso nas vendas. É o caso da concessionária GM Vigorito, de Santo André. "Tivemos uma melhora de uns 10%. Começamos a fazer promoções e os estoques estão altos. Antes o cliente ficava 40 dias em fila de espera, agora temos para pronta-entrega", afirmou o diretor Hermes Schincariol Júnior. Ele afirma ainda que houve pequena alta nos juros recentemente, mas nada que assuste o consumidor. "Subiu, por exemplo, de 1,4% para 1,43%", disse.

Na Ford Sandrecar, as vendas já vinham fortes em agosto e se mantiveram altas. Um dos vendedores, que preferiu não se identificar, afirmou que uma leve variação nas taxas não muda muito a procura, já que nas parcelas isso significa apenas alguns reais a mais.

Por sua vez, na VW Avel, de São Bernardo, o desempenho neste mês por enquanto é semelhante ao de agosto. No entanto, a gerente de vendas Ednéia Vedovato, cita que há a expectativa de aumento no volume comercializado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;