Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coreia do Sul tenta garantir cúpula de Trump e Kim, após ameaça de Pyongyang

Agência Brasil Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Seul afirmou que irá usar 'múltiplos canais de comunicação'



17/05/2018 | 07:02


A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira que está se esforçando para remarcar um encontro de alto escalão com a Coreia do Norte e que fará contatos com Washington e Pyongyang para ampliar as chances de uma reunião de cúpula bem-sucedida entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, para resolver o impasse relacionado ao programa nuclear dos norte-coreanos.

O anúncio feito pelo Conselho Nacional de Segurança em Seul veio depois que a Coreia do Norte ameaçou cancelar a histórica reunião de Trump e Kim, com o argumento de que não tem interesse num encontro "unilateral" que tenha como objetivo pressionar Pyongyang a abandonar suas armas nucleares.

A Coreia do Norte também cancelou um encontro que realizaria ontem com a Coreia do Sul, em razão da realização de manobras militares conjuntas entre Seul e Washington.

Seul, que mediou as negociações para a reunião entre Trump e Kim, afirmou que irá usar "múltiplos canais de comunicação" com os EUA e a Coreia do Norte para que a cúpula ocorra com sucesso.

O encontro de Trump e Kim está marcado para 12 de junho. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coreia do Sul tenta garantir cúpula de Trump e Kim, após ameaça de Pyongyang

Seul afirmou que irá usar 'múltiplos canais de comunicação'


17/05/2018 | 07:02


A Coreia do Sul anunciou nesta quinta-feira que está se esforçando para remarcar um encontro de alto escalão com a Coreia do Norte e que fará contatos com Washington e Pyongyang para ampliar as chances de uma reunião de cúpula bem-sucedida entre o presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, para resolver o impasse relacionado ao programa nuclear dos norte-coreanos.

O anúncio feito pelo Conselho Nacional de Segurança em Seul veio depois que a Coreia do Norte ameaçou cancelar a histórica reunião de Trump e Kim, com o argumento de que não tem interesse num encontro "unilateral" que tenha como objetivo pressionar Pyongyang a abandonar suas armas nucleares.

A Coreia do Norte também cancelou um encontro que realizaria ontem com a Coreia do Sul, em razão da realização de manobras militares conjuntas entre Seul e Washington.

Seul, que mediou as negociações para a reunião entre Trump e Kim, afirmou que irá usar "múltiplos canais de comunicação" com os EUA e a Coreia do Norte para que a cúpula ocorra com sucesso.

O encontro de Trump e Kim está marcado para 12 de junho. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;