Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 1 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Grande ABC
corta votos do PT

JB Ferreira Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Na região, candidatura à reeleição de Dilma é
pior projeto da sigla à Presidência desde 1994


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

07/10/2014 | 07:00


O Grande ABC conferiu a menor votação a um candidato a presidente do PT desde 1994, em número de votos absolutos no primeiro turno. Dilma Rousseff (PT), que busca a reeleição, alcançou 460.680 adesões nas sete cidades anteontem, performance inferior às quatro candidaturas de Luiz Inácio Lula da Silva – em 1994, 1998, 2002 e 2006 – e à primeira empreitada dela, em 2010.

Até domingo, o desempenho mais fraco da sigla na região onde nasceu, em 1980, havia sido em 1994, quando Lula encarou Fernando Henrique Cardoso (PSDB) pela primeira vez. À época, o petista tinha sido lembrado por 515.510 eleitores do Grande ABC. A região fechou com Lula naquele pleito, mas FHC venceu a concorrência nacional no primeiro turno, com 54,3% dos votos válidos. “PT errou e tem de reconhecer seus erros. Soubemos ouvir o recado das urnas. É fenômeno que acontece no País inteiro (a diminuição de votos do PT). Faz parte do jogo. PT tem de ter humildade para reconhecer insuficiências exatamente para abrir nova etapa de sua história”, avaliou o presidente estadual da legenda, Emidio de Souza, minutos depois da confirmação de segundo turno entre Dilma e Aécio Neves (PSDB) na corrida presidencial.

A apuração de domingo apresentou vitória de Dilma em somente duas cidades da região: Diadema e Rio Grande da Serra. A primeira vivenciou 30 anos ininterruptos de administrações de políticos nascidos no PT. A segunda teve seu prefeito, o tucano Gabriel Maranhão, pedindo votos à chefe da Nação petista.

O presidenciável do PSDB, Aécio Neves, terminou o primeiro turno à dianteira em quatro cidades, inclusive algumas governadas por petistas, caso de Santo André, de Carlos Grana, e de São Bernardo, de Luiz Marinho – Marinho é coordenador da campanha de Dilma no Estado. Marina Silva (PSB) venceu somente em Mauá. Há quatro anos, Dilma triunfara em seis dos sete municípios. O único revés foi registrado em São Caetano, cidade que tradicionalmente concede bons índices eleitorais a representantes do PSDB.

Em números absolutos, o melhor desempenho do PT na região aconteceu em 2002, quando Lula venceu a primeira eleição presidencial depois de três derrotas consecutivas. À ocasião, o líder do petismo abocanhou 782.430 votos no Grande ABC, à frente até em São Caetano (conquistou 40.255 sufrágios na cidade). São Bernardo, Diadema e Mauá garantiram, inclusive, votação acima dos 60% de preferência do eleitorado.

No pleito de 2006, quando Lula duelou com Geraldo Alckmin (PSDB), a vitória no primeiro turno na região foi com 699.953 votos. Em 1998, quando Fernando Henrique foi reeleito, o Grande ABC depositou 538.091 sufrágios a Lula.
(Colaborou Júnior Carvalho) 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;