Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Resta pouco tempo a Saddam, diz Condoleezza Rice


Da AFP

12/03/2003 | 11:58


A conselheira norte-americana presidencial de segurança nacional, Condoleezza Rice, afirmou nesta quarta-feira que resta pouco tempo ao presidente do Iraque, Saddam Hussein, para escolher entre um desarmamento completo e a guerra. "Vamos pôr fim a isso muito rapidamente", declarou Rice em entrevista à Rádio Pública Nacional (NPR).

Rice, no entanto, admitiu que os Estados Unidos ainda estão dispostos a fazer algumas concessões sobre o projeto de resolução que apresentaram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para tentar obter o apoio da maioria dos membros do órgão.

"Estamos em uma fase diplomática muito intensa para ver se podemos acomodar os interesses dos membros do Conselho", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Resta pouco tempo a Saddam, diz Condoleezza Rice

Da AFP

12/03/2003 | 11:58


A conselheira norte-americana presidencial de segurança nacional, Condoleezza Rice, afirmou nesta quarta-feira que resta pouco tempo ao presidente do Iraque, Saddam Hussein, para escolher entre um desarmamento completo e a guerra. "Vamos pôr fim a isso muito rapidamente", declarou Rice em entrevista à Rádio Pública Nacional (NPR).

Rice, no entanto, admitiu que os Estados Unidos ainda estão dispostos a fazer algumas concessões sobre o projeto de resolução que apresentaram ao Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) para tentar obter o apoio da maioria dos membros do órgão.

"Estamos em uma fase diplomática muito intensa para ver se podemos acomodar os interesses dos membros do Conselho", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;