Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Receita aponta que 24,8
milhões entregaram o IR

Balanço foi realizado às 20h; a expectativa do Leão
é que volume chegue a 25,4 milhões até horário limite


Soraia Abreu Pedrozo
do Diário do Grande ABC

01/05/2012 | 07:00


A Receita Federal recebeu, até às 20h de ontem, 24,8 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física. A expectativa do Leão é que, até o horário limite para a entrega, 23h59, o volume chegue a 25,4 milhões. Inicialmente, o Fisco esperava receber 25 milhões de documentos.

Ontem foi o dia de maior pico de recebimento, o montante de documentos entregues ultrapassou 2 milhões, sendo 200 mil declarações entregues por hora. Mesmo no momento de maior pico, os servidores da Receita não chegaram a 45% da capacidade de processamento.

Quem passou do prazo terá de pagar multa de R$ 165,74 mais 1% ao mês sobre o imposto devido. O sistema para envio das declarações só voltará a funcionar amanhã.

RESTITUIÇÃO- O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda será liberado em 15 de junho. Nesta primeira entrega, são priorizados os idosos, ou seja, quem tiver acima de 60 anos de idade. Ao todo, serão sete remessas de pagamento aos contribuintes. A última será em 17 de dezembro.

 

MALHA FINA - Para saber se caiu na malha fina, o contribuinte deve acessar o portal e-CAC. Para se cadastrar, é necessário usar o código de acesso gerado na página da Receita ou certificado digital. Esse código só é obtido a partir dos números dos comprovantes de entrega das declarações dos dois anos anteriores.

 

O acesso ao extrato do Imposto de Renda permite identificar eventuais pendências e verificar como resolvê-las ao realizar a declaração retificadora. Por meio do próprio aplicativo dá para acessar a informação errada e, com o comprovante em mãos, corrigi-la.

A Receita alerta que, quanto antes for realizada a retificação, mais rápido será liberada a restituição. Os lotes residuais da declaração deste ano só começam a ser pagos em janeiro. No caso de imposto a pagar, a correção dentro do prazo de entrega da declaração evitaria a incidência de multa de mora e juros.

É possível também, por meio do extrato, conferir se as quotas do IR estão sendo quitadas corretamente, além de solicitar, alterar ou cancelar débito automático das quotas. O e-CAC dá acesso, ainda, à identificação e parcelamento de eventuais débitos em atraso, dentre outros serviços.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Receita aponta que 24,8
milhões entregaram o IR

Balanço foi realizado às 20h; a expectativa do Leão
é que volume chegue a 25,4 milhões até horário limite

Soraia Abreu Pedrozo
do Diário do Grande ABC

01/05/2012 | 07:00


A Receita Federal recebeu, até às 20h de ontem, 24,8 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física. A expectativa do Leão é que, até o horário limite para a entrega, 23h59, o volume chegue a 25,4 milhões. Inicialmente, o Fisco esperava receber 25 milhões de documentos.

Ontem foi o dia de maior pico de recebimento, o montante de documentos entregues ultrapassou 2 milhões, sendo 200 mil declarações entregues por hora. Mesmo no momento de maior pico, os servidores da Receita não chegaram a 45% da capacidade de processamento.

Quem passou do prazo terá de pagar multa de R$ 165,74 mais 1% ao mês sobre o imposto devido. O sistema para envio das declarações só voltará a funcionar amanhã.

RESTITUIÇÃO- O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda será liberado em 15 de junho. Nesta primeira entrega, são priorizados os idosos, ou seja, quem tiver acima de 60 anos de idade. Ao todo, serão sete remessas de pagamento aos contribuintes. A última será em 17 de dezembro.

 

MALHA FINA - Para saber se caiu na malha fina, o contribuinte deve acessar o portal e-CAC. Para se cadastrar, é necessário usar o código de acesso gerado na página da Receita ou certificado digital. Esse código só é obtido a partir dos números dos comprovantes de entrega das declarações dos dois anos anteriores.

 

O acesso ao extrato do Imposto de Renda permite identificar eventuais pendências e verificar como resolvê-las ao realizar a declaração retificadora. Por meio do próprio aplicativo dá para acessar a informação errada e, com o comprovante em mãos, corrigi-la.

A Receita alerta que, quanto antes for realizada a retificação, mais rápido será liberada a restituição. Os lotes residuais da declaração deste ano só começam a ser pagos em janeiro. No caso de imposto a pagar, a correção dentro do prazo de entrega da declaração evitaria a incidência de multa de mora e juros.

É possível também, por meio do extrato, conferir se as quotas do IR estão sendo quitadas corretamente, além de solicitar, alterar ou cancelar débito automático das quotas. O e-CAC dá acesso, ainda, à identificação e parcelamento de eventuais débitos em atraso, dentre outros serviços.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;