Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Pedágios deixam de cobrar tarifas em protesto no RS


Do Diário do Grande ABC

14/04/1999 | 11:48


As empresas concessionárias dos pedágios de Caxias do Sul, Lajeado e regiao metropolitana de Porto Alegre decidiram deixar de cobrar tarifa a partir das 12h desta quarta-feira em protesto contra a decisao do governo gaúcho de reduzir o preço da tarifa entre 20% e 28%. A reduçao entra em vigor ao meio-dia desta quarta.

Segundo o secretário de Transportes do Estado, Beto Albuquerque, estes polos rodoviários tiveram as tarifas reduzidas porque havia superafturamento.

As concessionárias dizem que o governo nao foi transparente e utilizou dados equivocados em suas análises.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Pedágios deixam de cobrar tarifas em protesto no RS

Do Diário do Grande ABC

14/04/1999 | 11:48


As empresas concessionárias dos pedágios de Caxias do Sul, Lajeado e regiao metropolitana de Porto Alegre decidiram deixar de cobrar tarifa a partir das 12h desta quarta-feira em protesto contra a decisao do governo gaúcho de reduzir o preço da tarifa entre 20% e 28%. A reduçao entra em vigor ao meio-dia desta quarta.

Segundo o secretário de Transportes do Estado, Beto Albuquerque, estes polos rodoviários tiveram as tarifas reduzidas porque havia superafturamento.

As concessionárias dizem que o governo nao foi transparente e utilizou dados equivocados em suas análises.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;