Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 12 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

SP vacina até sexta contra paralisia infantil e sarampo


Do Diário OnLine

30/08/2004 | 12:01


Esta é a última semana de vacinação contra a paralisia infantil e sarampo no Estado de São Paulo. Até sexta-feira, cerca de 12 mil postos estarão abertos das 8h às 17h para aplicar as doses da vacina.

A Secretaria de Estado da Saúde pretende vacinar 3,1 milhões de crianças com menos de cinco anos contra paralisia, e 2,6 milhões de crianças de 1 a 5 anos contra sarampo.

A meta para imunização contra paralisia infantil, como nos anos anteriores, eqüivale a 95% dos 3,3 milhões de crianças com até 5 anos de idade. Contra o sarampo a vacinação também pretende chegar a 95% das 2,7 milhões de crianças.

Até a última quinta-feira, 26 de agosto, o Estado havia atingido 73% de vacinação contra paralisia, batendo a meta para a data, 65%. Contra sarampo foram imunizadas 71% das crianças — a meta também era chegar a 65%.

Desde 2000 não é registrado caso autóctone de sarampo no Estado de São Paulo. Os casos ocorridos em 2001 e 2002, um em cada ano, foram importados do Japão. Já em 2003 não houve registro da doença nos municípios paulistas.

Já a paralisia infantil está sem caso em São Paulo desde 1988. No entanto, como o vírus da poliomielite ainda circula em países da África e da Ásia, é fundamental que todas as crianças menores de cinco anos sejam imunizadas anualmente com as duas gotas da vacina Sabin.

“É importante que as crianças ainda não vacinadas sejam levadas aos postos até sexta-feira. Manter as crianças longe de doenças como a pólio e o sarampo, garantindo um futuro mais saudável, é um compromisso do governo paulista”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

SP vacina até sexta contra paralisia infantil e sarampo

Do Diário OnLine

30/08/2004 | 12:01


Esta é a última semana de vacinação contra a paralisia infantil e sarampo no Estado de São Paulo. Até sexta-feira, cerca de 12 mil postos estarão abertos das 8h às 17h para aplicar as doses da vacina.

A Secretaria de Estado da Saúde pretende vacinar 3,1 milhões de crianças com menos de cinco anos contra paralisia, e 2,6 milhões de crianças de 1 a 5 anos contra sarampo.

A meta para imunização contra paralisia infantil, como nos anos anteriores, eqüivale a 95% dos 3,3 milhões de crianças com até 5 anos de idade. Contra o sarampo a vacinação também pretende chegar a 95% das 2,7 milhões de crianças.

Até a última quinta-feira, 26 de agosto, o Estado havia atingido 73% de vacinação contra paralisia, batendo a meta para a data, 65%. Contra sarampo foram imunizadas 71% das crianças — a meta também era chegar a 65%.

Desde 2000 não é registrado caso autóctone de sarampo no Estado de São Paulo. Os casos ocorridos em 2001 e 2002, um em cada ano, foram importados do Japão. Já em 2003 não houve registro da doença nos municípios paulistas.

Já a paralisia infantil está sem caso em São Paulo desde 1988. No entanto, como o vírus da poliomielite ainda circula em países da África e da Ásia, é fundamental que todas as crianças menores de cinco anos sejam imunizadas anualmente com as duas gotas da vacina Sabin.

“É importante que as crianças ainda não vacinadas sejam levadas aos postos até sexta-feira. Manter as crianças longe de doenças como a pólio e o sarampo, garantindo um futuro mais saudável, é um compromisso do governo paulista”, afirma o secretário de Estado da Saúde, Luiz Roberto Barradas Barata.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;