Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 10 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Explosao de granada deixa 16 feridos em Moscou


Do Diário do Grande ABC

07/09/2000 | 13:55


A polícia russa prendeu duas pessoas que tinham ligaçao com a explosao da granada lançada contra prostitutas que deixou 16 pessoas feridas no centro de Moscou, na madrugada desta quinta-feira.

A rede de TV russa NTV informou que oito das vítimas foram internadas e uma delas está em estado grave. A polícia já teria cinco suspeitos do ataque e disse que o atentado pode ter sido um acerto de contas entre gangues rivais e nao um atentado terrorista. A granada era de fabricaçao caseira.

Ataques deste tipo costumam assustar os moscovitas, que temem que os rebeldes chechenos voltem a atacar a cidade. No ano passado, ataques atribuídos aos chechenos mataram mais de 300 pessoas na Rússia.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Explosao de granada deixa 16 feridos em Moscou

Do Diário do Grande ABC

07/09/2000 | 13:55


A polícia russa prendeu duas pessoas que tinham ligaçao com a explosao da granada lançada contra prostitutas que deixou 16 pessoas feridas no centro de Moscou, na madrugada desta quinta-feira.

A rede de TV russa NTV informou que oito das vítimas foram internadas e uma delas está em estado grave. A polícia já teria cinco suspeitos do ataque e disse que o atentado pode ter sido um acerto de contas entre gangues rivais e nao um atentado terrorista. A granada era de fabricaçao caseira.

Ataques deste tipo costumam assustar os moscovitas, que temem que os rebeldes chechenos voltem a atacar a cidade. No ano passado, ataques atribuídos aos chechenos mataram mais de 300 pessoas na Rússia.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;