Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 26 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trabalhadores da Bridgestone aprovam suspensão do contrato de trabalho

Denis Maciel/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Medida terá duração de até dois meses e os funcionários irão operar escalonadamente


Flavia Kurotori
Diário do Grande ABC

06/05/2020 | 19:23


A fábrica da Bridgestone instalada em Santo André aprovou hoje (6) a suspensão do contrato de trabalho de seus 3.200 colaboradores de 15 dias a dois meses. Segundo o Sindicato dos Borracheiros do Estado de São Paulo, que intermediou as negociações, a medida foi adotada em razão da crise ocasionada pelo novo coronavírus.

Presidente do sindicato, Márcio Ferreira afirmou que todos os funcionários da planta foram atingidos e que a suspensão será escalonada entre os setores de pneus de passeio, SUV e caminhões. “As turmas irão se alternar para trabalhar a cada 15, 20 ou 30 dias”, explicou. A medida terá validade a partir da próxima segunda-feira.

O acordo foi firmado com base na MP (Medida Provisória) 936, que autoriza a suspensão de contratos de trabalho por até três meses durante a pandemia. Além da estabilidade de seis meses (três durante a suspensão e mais três adicionais), a negociação inclui mais um mês em que a demissão pode acarretar multa à empresa e cessou o pagamento do convênio médico pelos funcionários.

Questionada, a Bridgestone informou, em nota, que a ação “permitirá alinhar o suprimento à demanda prevista no mercado, assim como reforçará as medidas de distanciamento social implementadas na planta”. O comunicado destacou, ainda, que a empresa segue trabalhando intensamente para dar o suporte necessário a todos os “seus integrantes neste momento sem precedentes”.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trabalhadores da Bridgestone aprovam suspensão do contrato de trabalho

Medida terá duração de até dois meses e os funcionários irão operar escalonadamente

Flavia Kurotori
Diário do Grande ABC

06/05/2020 | 19:23


A fábrica da Bridgestone instalada em Santo André aprovou hoje (6) a suspensão do contrato de trabalho de seus 3.200 colaboradores de 15 dias a dois meses. Segundo o Sindicato dos Borracheiros do Estado de São Paulo, que intermediou as negociações, a medida foi adotada em razão da crise ocasionada pelo novo coronavírus.

Presidente do sindicato, Márcio Ferreira afirmou que todos os funcionários da planta foram atingidos e que a suspensão será escalonada entre os setores de pneus de passeio, SUV e caminhões. “As turmas irão se alternar para trabalhar a cada 15, 20 ou 30 dias”, explicou. A medida terá validade a partir da próxima segunda-feira.

O acordo foi firmado com base na MP (Medida Provisória) 936, que autoriza a suspensão de contratos de trabalho por até três meses durante a pandemia. Além da estabilidade de seis meses (três durante a suspensão e mais três adicionais), a negociação inclui mais um mês em que a demissão pode acarretar multa à empresa e cessou o pagamento do convênio médico pelos funcionários.

Questionada, a Bridgestone informou, em nota, que a ação “permitirá alinhar o suprimento à demanda prevista no mercado, assim como reforçará as medidas de distanciamento social implementadas na planta”. O comunicado destacou, ainda, que a empresa segue trabalhando intensamente para dar o suporte necessário a todos os “seus integrantes neste momento sem precedentes”.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;