Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 10 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Plano de racionamento é adotado por Ministérios


Do Diário OnLine

25/05/2001 | 11:40


O plano de racionamento de energia é adotado pelos Ministérios do Trabalho e Emprego (TEM), Ciência e Tecnologia (MCT) e o da Integração Nacional.

Para economizar, o horário de expediente será das 12h às 18h, até o próximo dia 31. A determinação foi baseada no decreto 3.820 de 22 de maio deste ano, que faculta aos ministérios a decisão de encurtar o horário de funcionamento devido á crise energética.

As unidades do MCT fora de Brasília e em locais onde há racionamento terão horário definido pelo respectivos dirigentes. As unidades situadas em regiões não atingidas pela crise, o expediente será normal.

O Ministério do Trabalho e Emprego vai utilizar apenas 50% das luzes do edifício-sede, desligar o ar condicionado em todo prédio e manter apenas um elevador em funcionamento.

Durante o período de racionamento, as Delegacias Regionais do Trabalho vão atender das 8h às 15h.

INSS - Os postos e agências do INSS de todo o Estado de São Paulo vão funcionar das 8h às 14h, até o próximo dia 31.

A medida deve prejudicar os aposentados e outros beneficiários do órgão. A partir do dia 1º de junho, o funcionamento será reduzido em uma nora, com postos e agências passando a atuar das 8h às 17h.

Cerca de 80 mil pessoas são atendidas diariamente pelo INSS do Estado de São Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Plano de racionamento é adotado por Ministérios

Do Diário OnLine

25/05/2001 | 11:40


O plano de racionamento de energia é adotado pelos Ministérios do Trabalho e Emprego (TEM), Ciência e Tecnologia (MCT) e o da Integração Nacional.

Para economizar, o horário de expediente será das 12h às 18h, até o próximo dia 31. A determinação foi baseada no decreto 3.820 de 22 de maio deste ano, que faculta aos ministérios a decisão de encurtar o horário de funcionamento devido á crise energética.

As unidades do MCT fora de Brasília e em locais onde há racionamento terão horário definido pelo respectivos dirigentes. As unidades situadas em regiões não atingidas pela crise, o expediente será normal.

O Ministério do Trabalho e Emprego vai utilizar apenas 50% das luzes do edifício-sede, desligar o ar condicionado em todo prédio e manter apenas um elevador em funcionamento.

Durante o período de racionamento, as Delegacias Regionais do Trabalho vão atender das 8h às 15h.

INSS - Os postos e agências do INSS de todo o Estado de São Paulo vão funcionar das 8h às 14h, até o próximo dia 31.

A medida deve prejudicar os aposentados e outros beneficiários do órgão. A partir do dia 1º de junho, o funcionamento será reduzido em uma nora, com postos e agências passando a atuar das 8h às 17h.

Cerca de 80 mil pessoas são atendidas diariamente pelo INSS do Estado de São Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;