Fechar
Publicidade

Sábado, 19 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Clássico regional prevê 'briga pesada'


André Battistini
Especial para o Diário

20/06/2009 | 07:00


O Grêmio Mauaense (15 pontos) defende a liderança isolada e o Palestra (12) briga para chegar à ponta da tabela no clássico regional de hoje, às 15h, no Estádio Municipal Pedro Benedetti, em Mauá. O duelo - um dos principais da rodada - vale pelo Grupo 6 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Os donos da casa pretendem aumentar a distância dos perseguidores mais direitos. O rival de São Bernardo, além de buscar mais três pontos, ainda precisa torcer amanhã contra o vice-líder Jabaquara (13) diante do São Vicente para que possa dividir o primeiro lugar.

No Grêmio, o técnico Zé Maria espera que as brigas internas não voltem a interferir no ambiente do grupo, como aconteceu no tropeço do time na frente do Barcelona da Capital. Houve um bate-boca, já superado, entre o diretor Nelson Caveirinha e a administradora do estádio, Rosilene de Andrade. "Agora, só nos interessa pensar no Palestra", avisou Zé Maria, que acalmou os ânimos.

No Palestra, o técnico Sandro Gaúcho comemora o retorno de dois dos principais titulares, que cumpriram suspensão na vitória sobre o Jabaquara no último fim de semana: o lateral-esquerdo Richard e o atacante Murilo.

Se vencer, a equipe fica perto da vaga para a próxima fase, já que abrirá cinco pontos de vantagem para o Guarulhos, quinto colocado e que folga nesta rodada.

Os jogadores garantem que não temem o líder do grupo - derrotado apenas uma vez na Segundona e que no primeiro turno bateu o Palestra no Baetão. "Os times na Segunda Divisão são muito iguais e as dificuldades serão as mesmas", afirmou o artilheiro Lucas (cinco gols).

(Colaborou Nelson Cilo)

Zé Maria escala Diego Seixas e Ferrari no sistema ofensivo

As mudanças radicais no sistema ofensivo do Grêmio Mauaense mostram que Zé Maria não aceitou passivamente a goleada (4 a 1) contra o Barcelona da Capital. Afinal, nem os dois matadores - o artilheiro Carlos Bispo e o irreverente Boy Maravilha - escaparam do mexe-mexe.

"Sempre confiei nos dois, mas quero analisar outra fórmula", explicou o comandante, ao justificar o meia Diego Seixas e o ala-esquerdo Ferrari improvisados como atacantes. O primeiro é sobrinho de Carlos Alberto Seixas, ex-Palmeiras. "O menino é muito melhor do que o tio."

O preparador físico Marcos Franco aposta no embalo do Grêmio. O xerife Adelmo cumpre suspensão.

(Nelson Cilo)

Palestra respeita o Grêmio e tenta manter a invencibilidade

Com uma sequência de cinco jogos sem perder, e invicto fora de casa, o Palestra encara hoje o time que lhe impôs a última derrota na Segundona: o rival Mauaense.

Para o técnico Sandro Gaúcho, se a equipe quiser manter a sequência terá de apresentar o equilíbrio das últimas partidas. "Nestes cinco jogos conseguimos encontrar o futebol que era esperado", declarou.

O Mauaense, na última rodada, perdeu em casa por 4 a 1, para o Barcelona Esportivo. Mas Sandro Gaúcho não se baseia neste jogo, e faz um alerta a seus jogadores.

"Sabemos da qualidade da equipe deles. Temos de estar atentos, já que esse confronto vale seis pontos", afirmou o treinador, lembrando que se o Palestra vencer, alcança o rival na tabela.

(André Battistini)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Clássico regional prevê 'briga pesada'

André Battistini
Especial para o Diário

20/06/2009 | 07:00


O Grêmio Mauaense (15 pontos) defende a liderança isolada e o Palestra (12) briga para chegar à ponta da tabela no clássico regional de hoje, às 15h, no Estádio Municipal Pedro Benedetti, em Mauá. O duelo - um dos principais da rodada - vale pelo Grupo 6 do Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

Os donos da casa pretendem aumentar a distância dos perseguidores mais direitos. O rival de São Bernardo, além de buscar mais três pontos, ainda precisa torcer amanhã contra o vice-líder Jabaquara (13) diante do São Vicente para que possa dividir o primeiro lugar.

No Grêmio, o técnico Zé Maria espera que as brigas internas não voltem a interferir no ambiente do grupo, como aconteceu no tropeço do time na frente do Barcelona da Capital. Houve um bate-boca, já superado, entre o diretor Nelson Caveirinha e a administradora do estádio, Rosilene de Andrade. "Agora, só nos interessa pensar no Palestra", avisou Zé Maria, que acalmou os ânimos.

No Palestra, o técnico Sandro Gaúcho comemora o retorno de dois dos principais titulares, que cumpriram suspensão na vitória sobre o Jabaquara no último fim de semana: o lateral-esquerdo Richard e o atacante Murilo.

Se vencer, a equipe fica perto da vaga para a próxima fase, já que abrirá cinco pontos de vantagem para o Guarulhos, quinto colocado e que folga nesta rodada.

Os jogadores garantem que não temem o líder do grupo - derrotado apenas uma vez na Segundona e que no primeiro turno bateu o Palestra no Baetão. "Os times na Segunda Divisão são muito iguais e as dificuldades serão as mesmas", afirmou o artilheiro Lucas (cinco gols).

(Colaborou Nelson Cilo)

Zé Maria escala Diego Seixas e Ferrari no sistema ofensivo

As mudanças radicais no sistema ofensivo do Grêmio Mauaense mostram que Zé Maria não aceitou passivamente a goleada (4 a 1) contra o Barcelona da Capital. Afinal, nem os dois matadores - o artilheiro Carlos Bispo e o irreverente Boy Maravilha - escaparam do mexe-mexe.

"Sempre confiei nos dois, mas quero analisar outra fórmula", explicou o comandante, ao justificar o meia Diego Seixas e o ala-esquerdo Ferrari improvisados como atacantes. O primeiro é sobrinho de Carlos Alberto Seixas, ex-Palmeiras. "O menino é muito melhor do que o tio."

O preparador físico Marcos Franco aposta no embalo do Grêmio. O xerife Adelmo cumpre suspensão.

(Nelson Cilo)

Palestra respeita o Grêmio e tenta manter a invencibilidade

Com uma sequência de cinco jogos sem perder, e invicto fora de casa, o Palestra encara hoje o time que lhe impôs a última derrota na Segundona: o rival Mauaense.

Para o técnico Sandro Gaúcho, se a equipe quiser manter a sequência terá de apresentar o equilíbrio das últimas partidas. "Nestes cinco jogos conseguimos encontrar o futebol que era esperado", declarou.

O Mauaense, na última rodada, perdeu em casa por 4 a 1, para o Barcelona Esportivo. Mas Sandro Gaúcho não se baseia neste jogo, e faz um alerta a seus jogadores.

"Sabemos da qualidade da equipe deles. Temos de estar atentos, já que esse confronto vale seis pontos", afirmou o treinador, lembrando que se o Palestra vencer, alcança o rival na tabela.

(André Battistini)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;