Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Giovanna Antonelli volta a ser protagonista na minissérie Amazônia


Luiz Almeida
Da TV Press

30/04/2006 | 09:26


Giovanna Antonelli se prepara para firmar sua segunda parceria com a autora Glória Perez. Depois de protagonizar a novela O Clone, em 2001, na qual "encarnou" a muçulmana Jade, a atriz encabeçará o elenco da minissérie Amazônia - de Garcez a Chico Mendes. Com estréia prevista para janeiro de 2007, a produção terá a atriz como a protagonista Deuzuith.

Apesar de ainda não ter um perfil detalhado da personagem, Giovanna não vê a hora de pegar no batente. Tanto que está na expectativa de começar as gravações das primeiras cenas, agendadas para agosto e setembro na terra natal da autora, o Acre. "Fiquei lisonjeada por ser o primeiro nome confirmado. Já estou esperando para embarcar para lá", diz.

Longe da TV desde Da Cor do Pecado, de 2004, na qual deu vida à vilã Bárbara, Giovanna adianta que a trama de Amazônia – de Galvez a Chico Mendes destacará três nomes importantes na história do Estado. O primeiro deles é o boliviano Luiz Galvez Rodrigues de Arias e segundo, o gaúcho José Plácido de Castro, que lutaram pela mesma causa: a independência do Acre. Já o terceiro é o ambientalista Chico Mendes, morto às vésperas do Natal de 1988, na cidade de Xapuri. Além dos três, é claro, Giovanna ressalta que a minissérie também contará com personagens fictícios, como é o caso da própria Deuzuith. "Mas somente em julho é que vamos participar dos primeiros workshops e saber mais sobre o universo a ser retratado", diz.

Anteriormente cotada para integrar o elenco de Cobras & Lagartos, Giovanna teve de recusar o convite do autor João Emanuel Carneiro para participar da novela. Isso porque já estava reservada para a minissérie e não teria como conciliar as duas produções. "Ficaria impossível, uma vez que vou passar uns dois meses no Acre", prevê.

Mesmo assim, enquanto aguarda para dar expediente em Amazônia - de Garcez a Chico Mendes, Giovanna encontrou tempo para marcar presença no sexto episódio do seriado Minha Nada Mole Vida, que vai ao ar no dia 12 de maio. A atriz viverá a publicitária mal sucedida Bia, que será uma das entrevistadas do colunista eletrônico Jorge Horácio, vivido por Luiz Fernando Guimarães, durante uma festa de premiação do mercado de propaganda.

Ela aprontará algumas confusões e promete muitas gargalhadas. Passará mal diante das câmaras e deixará Jorge Horácio numa verdadeira saia justa. Apesar do inconveniente, o colunista vai propor a Bia que aceite se passar por sua namorada para causar ciúmes à ex-mulher Silvana, vivida por Maria Clara Gueiros. "Adorei participar. Ainda mais por ser minha primeira personagem cômica. É a minha estréia", valoriza.

Fazer comédia, aliás, parece ser uma das intenções de Giovanna. Recentemente, a atriz apresentou o projeto de um programa de humor à Globo, cujo formato prefere manter em segredo. Confessa, porém, que a idéia é antiga. Desde que atuou ao lado de Guilherme Piva em Xica da Silva, da extinta TV Manchete, em 1996, os dois planejavam trabalhar juntos novamente.

Durante a gravidez do filho, Pietro, Giovanna o convocou para colocar em prática o projeto. Para isso, também contou com a colaboração das autoras Elisa Palatnik, Teresa Falcão e Isabel Muniz.

Agora, a atriz só espera o sinal verde da emissora para gravar um piloto do programa. "Vamos ver o que vai acontecer. Mas, é claro, estamos ansiosos para que realmente venha a vingar", torce.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Giovanna Antonelli volta a ser protagonista na minissérie Amazônia

Luiz Almeida
Da TV Press

30/04/2006 | 09:26


Giovanna Antonelli se prepara para firmar sua segunda parceria com a autora Glória Perez. Depois de protagonizar a novela O Clone, em 2001, na qual "encarnou" a muçulmana Jade, a atriz encabeçará o elenco da minissérie Amazônia - de Garcez a Chico Mendes. Com estréia prevista para janeiro de 2007, a produção terá a atriz como a protagonista Deuzuith.

Apesar de ainda não ter um perfil detalhado da personagem, Giovanna não vê a hora de pegar no batente. Tanto que está na expectativa de começar as gravações das primeiras cenas, agendadas para agosto e setembro na terra natal da autora, o Acre. "Fiquei lisonjeada por ser o primeiro nome confirmado. Já estou esperando para embarcar para lá", diz.

Longe da TV desde Da Cor do Pecado, de 2004, na qual deu vida à vilã Bárbara, Giovanna adianta que a trama de Amazônia – de Galvez a Chico Mendes destacará três nomes importantes na história do Estado. O primeiro deles é o boliviano Luiz Galvez Rodrigues de Arias e segundo, o gaúcho José Plácido de Castro, que lutaram pela mesma causa: a independência do Acre. Já o terceiro é o ambientalista Chico Mendes, morto às vésperas do Natal de 1988, na cidade de Xapuri. Além dos três, é claro, Giovanna ressalta que a minissérie também contará com personagens fictícios, como é o caso da própria Deuzuith. "Mas somente em julho é que vamos participar dos primeiros workshops e saber mais sobre o universo a ser retratado", diz.

Anteriormente cotada para integrar o elenco de Cobras & Lagartos, Giovanna teve de recusar o convite do autor João Emanuel Carneiro para participar da novela. Isso porque já estava reservada para a minissérie e não teria como conciliar as duas produções. "Ficaria impossível, uma vez que vou passar uns dois meses no Acre", prevê.

Mesmo assim, enquanto aguarda para dar expediente em Amazônia - de Garcez a Chico Mendes, Giovanna encontrou tempo para marcar presença no sexto episódio do seriado Minha Nada Mole Vida, que vai ao ar no dia 12 de maio. A atriz viverá a publicitária mal sucedida Bia, que será uma das entrevistadas do colunista eletrônico Jorge Horácio, vivido por Luiz Fernando Guimarães, durante uma festa de premiação do mercado de propaganda.

Ela aprontará algumas confusões e promete muitas gargalhadas. Passará mal diante das câmaras e deixará Jorge Horácio numa verdadeira saia justa. Apesar do inconveniente, o colunista vai propor a Bia que aceite se passar por sua namorada para causar ciúmes à ex-mulher Silvana, vivida por Maria Clara Gueiros. "Adorei participar. Ainda mais por ser minha primeira personagem cômica. É a minha estréia", valoriza.

Fazer comédia, aliás, parece ser uma das intenções de Giovanna. Recentemente, a atriz apresentou o projeto de um programa de humor à Globo, cujo formato prefere manter em segredo. Confessa, porém, que a idéia é antiga. Desde que atuou ao lado de Guilherme Piva em Xica da Silva, da extinta TV Manchete, em 1996, os dois planejavam trabalhar juntos novamente.

Durante a gravidez do filho, Pietro, Giovanna o convocou para colocar em prática o projeto. Para isso, também contou com a colaboração das autoras Elisa Palatnik, Teresa Falcão e Isabel Muniz.

Agora, a atriz só espera o sinal verde da emissora para gravar um piloto do programa. "Vamos ver o que vai acontecer. Mas, é claro, estamos ansiosos para que realmente venha a vingar", torce.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;