Fechar
Publicidade

Sábado, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Ford América do Sul registra sexto trimestre de lucro


Hugo Cilo
Do Diário do Grande ABC

22/04/2006 | 08:25


A epidemia de prejuízos que se alastra entre algumas gigantes do setor automotivo no mundo não demonstra força suficiente – ao menos por enquanto – para contaminar as subsidiárias instaladas na parte de baixo da linha do equador. A exemplo da General Motors – que divulgou nesta semana prejuízo de US$ 1,3 bilhão no primeiro trimestre –, a Ford Motor Company informou sexta-feira que registrou déficit de US$ 1,2 bilhão nas operações mundiais nesse mesmo período.

O resultado, no entanto, não reflete o bom desempenho da Ford no mercado brasileiro e na América do Sul, em que a companhia contabilizou lucro de US$ 134 milhões no acumulado dos três primeiros meses deste ano – crescimento de 74% em comparação a igual período de 2005. Em faturamento (valor bruto), a Ford registrou balanço de US$ 1,2 bilhão, 39% a mais no confronto ao mesmo período do ano passado. Este é o nono trimestre consecutivo de resultados financeiros positivos na América do Sul, performance considerada “excelente” pela matriz americana.

A incômoda situação das operações da Ford na América do Norte fez com que a companhia lançasse um pacote de medidas de recuperação. Nesse primeiro trimestre, a empresa colocou em prática o plano Way Forward para retornar as operações mundiais à lucratividade até 2008 – ano em que um novo modelo compacto será produzido na unidade de São Bernardo.

Entre as iniciativas, se destacam a desativação de 14 fábricas até 2012 – inclusive sete linhas de montagem –, e ações para gerar poupança líquida de material de pelo menos US$ 6 bilhões até 2010, melhorar a qualidade e investir em novos produtos.

O pacote de estratégicas comerciais também inclui a introdução de produtos nos Estados Unidos que estão com boa aceitação no mercado – Ford Fusion, o Mercury Milan e o Lincoln Zephyr. Também está planejado o lançamento do novo Ford Ranger na Tailândia, Ford Fiesta na Índia, Ford Focus na China e confirmação do Volvo S40, que também será produzido em terras chinesas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ford América do Sul registra sexto trimestre de lucro

Hugo Cilo
Do Diário do Grande ABC

22/04/2006 | 08:25


A epidemia de prejuízos que se alastra entre algumas gigantes do setor automotivo no mundo não demonstra força suficiente – ao menos por enquanto – para contaminar as subsidiárias instaladas na parte de baixo da linha do equador. A exemplo da General Motors – que divulgou nesta semana prejuízo de US$ 1,3 bilhão no primeiro trimestre –, a Ford Motor Company informou sexta-feira que registrou déficit de US$ 1,2 bilhão nas operações mundiais nesse mesmo período.

O resultado, no entanto, não reflete o bom desempenho da Ford no mercado brasileiro e na América do Sul, em que a companhia contabilizou lucro de US$ 134 milhões no acumulado dos três primeiros meses deste ano – crescimento de 74% em comparação a igual período de 2005. Em faturamento (valor bruto), a Ford registrou balanço de US$ 1,2 bilhão, 39% a mais no confronto ao mesmo período do ano passado. Este é o nono trimestre consecutivo de resultados financeiros positivos na América do Sul, performance considerada “excelente” pela matriz americana.

A incômoda situação das operações da Ford na América do Norte fez com que a companhia lançasse um pacote de medidas de recuperação. Nesse primeiro trimestre, a empresa colocou em prática o plano Way Forward para retornar as operações mundiais à lucratividade até 2008 – ano em que um novo modelo compacto será produzido na unidade de São Bernardo.

Entre as iniciativas, se destacam a desativação de 14 fábricas até 2012 – inclusive sete linhas de montagem –, e ações para gerar poupança líquida de material de pelo menos US$ 6 bilhões até 2010, melhorar a qualidade e investir em novos produtos.

O pacote de estratégicas comerciais também inclui a introdução de produtos nos Estados Unidos que estão com boa aceitação no mercado – Ford Fusion, o Mercury Milan e o Lincoln Zephyr. Também está planejado o lançamento do novo Ford Ranger na Tailândia, Ford Fiesta na Índia, Ford Focus na China e confirmação do Volvo S40, que também será produzido em terras chinesas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;