Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Aos 45 anos, Marba detém 40% do consumo de mortadela do Estado


Ingrid Costa
Especial para o Diário

15/08/2006 | 08:06


Uma das principais fabricantes de mortadela, o Frigorífico Marba, de São Bernardo, completa nesse mês 45 anos de fundação. A primeira fábrica da empresa ficava localizada no bairro do Ipiranga, em São Paulo, mas em 1978 o Frigorífico transferiu suas instalações para o bairro Paulicéia, em São Bernardo, onde está até hoje. A empresa – que tem 750 funcionários diretos –, irá investir em campanhas publicitárias e institucionais para comemorar a data. A expectativa de crescimento para o ano é de 10% em comparação à 2005.

Tendo como principal produto a mortadela, o Frigorífico Marba, a partir da década de 80, se concentrou na fabricação do aperitivo. Segundo a gerente de Marketing do Frigorífico Marba, Marta Angelo, os investimentos fizeram com que a marca Marba se tornasse a mais lembrada da categoria no Brasil, e também a mais vendida, com 40% de participação no mercado do Estado de São Paulo e 15% no país.

Em 2003, a empresa construiu mais uma unidade, ampliando seu Parque Industrial em São Bernardo. Com o novo espaço e com a consolidação da marca, o Frigorífico começou a investir nos produtos da linha de suínos, como apresuntados e bacon. “Fizemos uma pesquisa junto a consumidores e verificamos que outros produtos da marca teriam boa aceitação”, explica Marta.

Com base em pesquisas de mercado, o Marba detectou que 66% das pessoas consomem a mortadela como aperitivo e que 40% dos entrevistados adicionam limão ao petisco. A partir desse resultados, a empresa desenvolveu mortadelas com sabor de limão, pimentão e azeitona. Os investimentos foram de mais de R$ 200 mil para o lançamento dos produtos em maio.

O Frigorífico também fabrica, desde 1997, os produtos da marca Paulicéia, feito inicialmente para atender as regiões fora de São Paulo. Com uma variedade menor de produtos, a marca Paulicéia também leva ingredientes diferentes aos da marca Marba.

Ações sociais – O Frigorífico Marba também se preocupa com o meio ambiente e responsabilidade social. Além de fazer coleta seletiva para reciclagem, a fábrica possui tratamento de afluentes, que garante a qualidade da água descartada e também tratamento de gases poluentes.

Dentre os projetos sociais, do Frigorífico Marba, o Projeto Amigo ajuda 120 crianças da comunidade com aulas de reforço escolar, capoeira e artesanato, além de apoio psicológico. “A única condição para as crianças participarem, é que elas estejam cursando a escola regularmente”, fala Marta. 


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Aos 45 anos, Marba detém 40% do consumo de mortadela do Estado

Ingrid Costa
Especial para o Diário

15/08/2006 | 08:06


Uma das principais fabricantes de mortadela, o Frigorífico Marba, de São Bernardo, completa nesse mês 45 anos de fundação. A primeira fábrica da empresa ficava localizada no bairro do Ipiranga, em São Paulo, mas em 1978 o Frigorífico transferiu suas instalações para o bairro Paulicéia, em São Bernardo, onde está até hoje. A empresa – que tem 750 funcionários diretos –, irá investir em campanhas publicitárias e institucionais para comemorar a data. A expectativa de crescimento para o ano é de 10% em comparação à 2005.

Tendo como principal produto a mortadela, o Frigorífico Marba, a partir da década de 80, se concentrou na fabricação do aperitivo. Segundo a gerente de Marketing do Frigorífico Marba, Marta Angelo, os investimentos fizeram com que a marca Marba se tornasse a mais lembrada da categoria no Brasil, e também a mais vendida, com 40% de participação no mercado do Estado de São Paulo e 15% no país.

Em 2003, a empresa construiu mais uma unidade, ampliando seu Parque Industrial em São Bernardo. Com o novo espaço e com a consolidação da marca, o Frigorífico começou a investir nos produtos da linha de suínos, como apresuntados e bacon. “Fizemos uma pesquisa junto a consumidores e verificamos que outros produtos da marca teriam boa aceitação”, explica Marta.

Com base em pesquisas de mercado, o Marba detectou que 66% das pessoas consomem a mortadela como aperitivo e que 40% dos entrevistados adicionam limão ao petisco. A partir desse resultados, a empresa desenvolveu mortadelas com sabor de limão, pimentão e azeitona. Os investimentos foram de mais de R$ 200 mil para o lançamento dos produtos em maio.

O Frigorífico também fabrica, desde 1997, os produtos da marca Paulicéia, feito inicialmente para atender as regiões fora de São Paulo. Com uma variedade menor de produtos, a marca Paulicéia também leva ingredientes diferentes aos da marca Marba.

Ações sociais – O Frigorífico Marba também se preocupa com o meio ambiente e responsabilidade social. Além de fazer coleta seletiva para reciclagem, a fábrica possui tratamento de afluentes, que garante a qualidade da água descartada e também tratamento de gases poluentes.

Dentre os projetos sociais, do Frigorífico Marba, o Projeto Amigo ajuda 120 crianças da comunidade com aulas de reforço escolar, capoeira e artesanato, além de apoio psicológico. “A única condição para as crianças participarem, é que elas estejam cursando a escola regularmente”, fala Marta. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;