Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

CUT e Força preparam pauta para montadoras


Eric Fujita
Do Diário do Grande ABC

13/07/2005 | 08:35


Numa tentativa de fortalecer a categoria metalúrgica nas negociações com as montadoras, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a Força Sindical começaram a elaborar uma pauta única para campanha salarial deste ano. O acordo valerá para os trabalhadores do setor em todo o país, em especial em São Bernardo e São Caetano.

O documento, a ser entregue ao Sinfavea (Sindicato Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), terá todas as reivindicações comuns das duas centrais sindicais. Entre os pedidos estão a reposição integral da inflação, aumento real de salários e redução da jornada de trabalho, sem diminuir salários. Também será pedida a unificação da data-base para setembro. Hoje, essa data varia de agosto a novembro.

A elaboração vem ocorrendo desde o início desta semana. A CUT controla o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a Força Sindical, as entidades representativas de São Caetano e Santo André.

"É um esforço comum que interessa para obter um bom reajuste", disse o presidente da CNM (Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT), Carlos Alberto Grana. O vice-presidente da Força Sindical, Eleno Bezerra, afirmou que a unificação poderá reduzir as diferenças em todo o país.

Volks e GM – Representantes da Volkswagen e do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizaram nesta terça-feira a primeira reunião para tentar encontrar uma solução ao impasse das contratações de 350 funcionários na fábrica de São Bernardo, motivada pela entrada da produção do Fox Europa. O encontro atende uma determinação do Ministério Público do Trabalho.

Nada foi definido nesse encontro. Novas negociações estão previstas para os próximos dias 19 e 26. Os sindicatos que atuam nas unidades da montadora no país promovem no próximo final de semana um congresso em Ubatuba, no Litoral Norte, para definir estratégias para reivindicar a PLR (Participação nos Lucros ou Resultados).

A Volkswagen também anunciou nesta terça-feira um aumento de 1,5% nos preços de toda sua linha de automóveis e comerciais leves. O reajuste começa a vigorar na próxima segunda-feira para repassar os custos de produção.

Na General Motors, o PDV (Programa de Demissões Voluntárias) aberto na fábrica de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, recebeu 45 adesões. O plano foi encerrado na última sexta-feira e era válido para 9 mil funcionários da produção. A mesma iniciativa prossegue até o dia 20 na ferramentaria de São Caetano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

CUT e Força preparam pauta para montadoras

Eric Fujita
Do Diário do Grande ABC

13/07/2005 | 08:35


Numa tentativa de fortalecer a categoria metalúrgica nas negociações com as montadoras, a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a Força Sindical começaram a elaborar uma pauta única para campanha salarial deste ano. O acordo valerá para os trabalhadores do setor em todo o país, em especial em São Bernardo e São Caetano.

O documento, a ser entregue ao Sinfavea (Sindicato Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), terá todas as reivindicações comuns das duas centrais sindicais. Entre os pedidos estão a reposição integral da inflação, aumento real de salários e redução da jornada de trabalho, sem diminuir salários. Também será pedida a unificação da data-base para setembro. Hoje, essa data varia de agosto a novembro.

A elaboração vem ocorrendo desde o início desta semana. A CUT controla o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC e a Força Sindical, as entidades representativas de São Caetano e Santo André.

"É um esforço comum que interessa para obter um bom reajuste", disse o presidente da CNM (Confederação Nacional dos Metalúrgicos da CUT), Carlos Alberto Grana. O vice-presidente da Força Sindical, Eleno Bezerra, afirmou que a unificação poderá reduzir as diferenças em todo o país.

Volks e GM – Representantes da Volkswagen e do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC realizaram nesta terça-feira a primeira reunião para tentar encontrar uma solução ao impasse das contratações de 350 funcionários na fábrica de São Bernardo, motivada pela entrada da produção do Fox Europa. O encontro atende uma determinação do Ministério Público do Trabalho.

Nada foi definido nesse encontro. Novas negociações estão previstas para os próximos dias 19 e 26. Os sindicatos que atuam nas unidades da montadora no país promovem no próximo final de semana um congresso em Ubatuba, no Litoral Norte, para definir estratégias para reivindicar a PLR (Participação nos Lucros ou Resultados).

A Volkswagen também anunciou nesta terça-feira um aumento de 1,5% nos preços de toda sua linha de automóveis e comerciais leves. O reajuste começa a vigorar na próxima segunda-feira para repassar os custos de produção.

Na General Motors, o PDV (Programa de Demissões Voluntárias) aberto na fábrica de São José dos Campos, no Vale do Paraíba, recebeu 45 adesões. O plano foi encerrado na última sexta-feira e era válido para 9 mil funcionários da produção. A mesma iniciativa prossegue até o dia 20 na ferramentaria de São Caetano.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;