Fechar
Publicidade

Domingo, 11 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Comércio já deu início à contratação de temporários para o Dia das Mães


Cibele Gandolpho
Do Diário do Grande ABC

05/04/2010 | 07:00


Com a proximidade do Dia das Mães, em 8 de maio, lojistas e comerciantes já se preparam para lucrar muito. Passado o período da crise econômica mundial - que definhou um pouco os ânimos dos consumidores na data comemorativa do ano passado - 2010 deve trazer bons resultados para o comércio. Diante disso, o mercado de trabalho temporário volta a ficar aquecido, com as contratações que iniciam neste mês.

De acordo com a Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), estarão disponíveis mais de 80 mil novas vagas para o comércio, que já iniciou o período de contratações. A média salarial para os temporários é de R$ 870 e, pelo levantamento da associação, a estimativa é que mais de 24 mil temporários conquistem a vaga definitiva após o Dia das Mães.

Segundo o diretor-geral do portal de empregos Trabalhando, Renato Grinberg, essa é uma ótima oportunidade para quem está em busca de emprego. "Além da possibilidade de efetivação posterior, o período é ideal para quem não está trabalhando e necessita de renda extra", diz.

A data pode significar ainda a oportunidade do primeiro emprego para os jovens. Nas contratações temporárias para a Páscoa, por exemplo, a expectativa da Asserttem é de aumento de pessoas procurando o primeiro emprego, o que representa 25% do total de contratados, contra 21,4% em 2009.

Grinberg destaca que a maioria das empresas não exige experiência anterior nem alta qualificação profissional para essas vagas temporárias, mas alerta: "Há alguns requisitos básicos para os interessados. Entre os principais estão o bom relacionamento interpessoal, boa desenvoltura com o cliente e pontualidade".

O executivo aposta no desempenho como forma de conquistar o emprego fixo. "Os que querem se destacar frente aos concorrentes para conseguir sua vaga, precisam mostrar ao recrutador seu interesse, comprometimento e, principalmente, bons resultados", afirma.
Para quem acha que não vale a pena se lançar ao mercado nesta época, o diretor da Trabalhando ressalta que o temporário tem quase todos os direitos de um funcionário comum. "Na maioria dos casos de vagas adicionais, as lojas costumam pagar aos vendedores um salário fixo e comissão por resultados obtidos, sendo ainda mais rentável."

Os temporários não têm direito a aviso prévio e multa de 40% sobre o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). No entanto, têm direito a pagamento adicional por trabalho noturno, folga remunerada, 13º salário proporcional, férias proporcionais, seguro de acidentes de trabalho e vale- transporte.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Comércio já deu início à contratação de temporários para o Dia das Mães

Cibele Gandolpho
Do Diário do Grande ABC

05/04/2010 | 07:00


Com a proximidade do Dia das Mães, em 8 de maio, lojistas e comerciantes já se preparam para lucrar muito. Passado o período da crise econômica mundial - que definhou um pouco os ânimos dos consumidores na data comemorativa do ano passado - 2010 deve trazer bons resultados para o comércio. Diante disso, o mercado de trabalho temporário volta a ficar aquecido, com as contratações que iniciam neste mês.

De acordo com a Asserttem (Associação Brasileira das Empresas de Serviços Terceirizáveis e de Trabalho Temporário), estarão disponíveis mais de 80 mil novas vagas para o comércio, que já iniciou o período de contratações. A média salarial para os temporários é de R$ 870 e, pelo levantamento da associação, a estimativa é que mais de 24 mil temporários conquistem a vaga definitiva após o Dia das Mães.

Segundo o diretor-geral do portal de empregos Trabalhando, Renato Grinberg, essa é uma ótima oportunidade para quem está em busca de emprego. "Além da possibilidade de efetivação posterior, o período é ideal para quem não está trabalhando e necessita de renda extra", diz.

A data pode significar ainda a oportunidade do primeiro emprego para os jovens. Nas contratações temporárias para a Páscoa, por exemplo, a expectativa da Asserttem é de aumento de pessoas procurando o primeiro emprego, o que representa 25% do total de contratados, contra 21,4% em 2009.

Grinberg destaca que a maioria das empresas não exige experiência anterior nem alta qualificação profissional para essas vagas temporárias, mas alerta: "Há alguns requisitos básicos para os interessados. Entre os principais estão o bom relacionamento interpessoal, boa desenvoltura com o cliente e pontualidade".

O executivo aposta no desempenho como forma de conquistar o emprego fixo. "Os que querem se destacar frente aos concorrentes para conseguir sua vaga, precisam mostrar ao recrutador seu interesse, comprometimento e, principalmente, bons resultados", afirma.
Para quem acha que não vale a pena se lançar ao mercado nesta época, o diretor da Trabalhando ressalta que o temporário tem quase todos os direitos de um funcionário comum. "Na maioria dos casos de vagas adicionais, as lojas costumam pagar aos vendedores um salário fixo e comissão por resultados obtidos, sendo ainda mais rentável."

Os temporários não têm direito a aviso prévio e multa de 40% sobre o FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). No entanto, têm direito a pagamento adicional por trabalho noturno, folga remunerada, 13º salário proporcional, férias proporcionais, seguro de acidentes de trabalho e vale- transporte.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;