Fechar
Publicidade

Domingo, 27 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

No São Paulo, Petros diz que chega como 'um tricolor' e no seu melhor momento

Divulgação  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Meio-campista foi apresentado no CT da Barra
Funda como um dos principais reforços do São Paulo



29/06/2017 | 11:51


O meio-campista Petros foi apresentado nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, como um dos principais reforços do São Paulo para a temporada. O São Paulo investiu cerca de 2,5 milhões de euros (R$ 9,2 milhões) por 50% dos direitos econômicos do atleta. O Corinthians ainda tem 25%, enquanto o empresário do jogador, Fernando Garcia, possui outros 25%.

O ex-jogador do Corinthians disse ser agradecido ao antigo clube, mas apresentou-se como "um tricolor". "Chego como um tricolor que vai ajudar muito com determinação e foco. Chego com uma responsabilidade muito grande, mas também no melhor momento da minha carreira profissional. Isso me dá suporte para fazer meu melhor. Serei um cara que vai dar a vida por esse projeto", afirmou o atleta de 28 anos em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira.

Petros disse estar bem fisicamente - ele já havia treinado no CT da Barra Funda antes da apresentação oficial. A data da estreia, no entanto, ainda não está definida. O nome dele ainda não apareceu no Boletim Informativo Diário da CBF. Se Petros for inscrito até às 19 horas desta sexta-feira, ele pode viajar com o time para enfrentar o Flamengo, domingo, no Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Caso contrário, só estaria apto a jogar diante do Santos. A estreia no Morumbi poderia ser no dia 13, contra o Atlético-GO, já pela 13ª rodada.

"Sou um cara que aceito desafios. A decisão foi completamente minha de retornar ao Brasil, porque gostei do projeto do São Paulo", disse. "Agradeço ao Betis, mas queria um novo desafio. Estou confiante de que vamos conseguir dar um salto muito grande. Existiram outras propostas importantes, mas tomei a decisão com o meu coração. Não tenho medo de mudar. Estou feliz, minha família está feliz e não vejo a hora de ajudar. O São Paulo tem jogadores muito bons. Os reforços vão chegar para ajudar com muito empenho e dedicação, e o clube vai brigar nas cabeças", completou.

O reforço do São Paulo estava há dois anos no Bétis. Na última temporada, ele disputou 30 de 38 jogos no Campeonato Espanhol, sendo titular em 27. "Quando falo do meu melhor momento, digo por mim, porque sou um cara exigente. Há quatro anos venho numa crescente. Estava estabilizado na Espanha e com a vida formada. Penso que depois de jogar duas temporadas lá, sou uma pessoa mais madura, melhor como ser humano. Tenho qualidade, técnica e posso ajudar. O São Paulo é um clube mega campeão, o campeonato acabou de começar, então dá para reagir e subir na tabela", comentou.

Petros elogiou o técnico Rogério Ceni, embora a equipe do São Paulo viva um momento difícil no Campeonato Brasileiro, a cinco rodadas sem vencer. "Joguei contra ele algumas vezes, é um dos maiores ou talvez o maior ídolo da torcida. Sempre teve a liderança. Agora como treinador ele estudou, está fazendo o seu melhor", afirmou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

No São Paulo, Petros diz que chega como 'um tricolor' e no seu melhor momento

Meio-campista foi apresentado no CT da Barra
Funda como um dos principais reforços do São Paulo


29/06/2017 | 11:51


O meio-campista Petros foi apresentado nesta quinta-feira, no CT da Barra Funda, como um dos principais reforços do São Paulo para a temporada. O São Paulo investiu cerca de 2,5 milhões de euros (R$ 9,2 milhões) por 50% dos direitos econômicos do atleta. O Corinthians ainda tem 25%, enquanto o empresário do jogador, Fernando Garcia, possui outros 25%.

O ex-jogador do Corinthians disse ser agradecido ao antigo clube, mas apresentou-se como "um tricolor". "Chego como um tricolor que vai ajudar muito com determinação e foco. Chego com uma responsabilidade muito grande, mas também no melhor momento da minha carreira profissional. Isso me dá suporte para fazer meu melhor. Serei um cara que vai dar a vida por esse projeto", afirmou o atleta de 28 anos em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira.

Petros disse estar bem fisicamente - ele já havia treinado no CT da Barra Funda antes da apresentação oficial. A data da estreia, no entanto, ainda não está definida. O nome dele ainda não apareceu no Boletim Informativo Diário da CBF. Se Petros for inscrito até às 19 horas desta sexta-feira, ele pode viajar com o time para enfrentar o Flamengo, domingo, no Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Caso contrário, só estaria apto a jogar diante do Santos. A estreia no Morumbi poderia ser no dia 13, contra o Atlético-GO, já pela 13ª rodada.

"Sou um cara que aceito desafios. A decisão foi completamente minha de retornar ao Brasil, porque gostei do projeto do São Paulo", disse. "Agradeço ao Betis, mas queria um novo desafio. Estou confiante de que vamos conseguir dar um salto muito grande. Existiram outras propostas importantes, mas tomei a decisão com o meu coração. Não tenho medo de mudar. Estou feliz, minha família está feliz e não vejo a hora de ajudar. O São Paulo tem jogadores muito bons. Os reforços vão chegar para ajudar com muito empenho e dedicação, e o clube vai brigar nas cabeças", completou.

O reforço do São Paulo estava há dois anos no Bétis. Na última temporada, ele disputou 30 de 38 jogos no Campeonato Espanhol, sendo titular em 27. "Quando falo do meu melhor momento, digo por mim, porque sou um cara exigente. Há quatro anos venho numa crescente. Estava estabilizado na Espanha e com a vida formada. Penso que depois de jogar duas temporadas lá, sou uma pessoa mais madura, melhor como ser humano. Tenho qualidade, técnica e posso ajudar. O São Paulo é um clube mega campeão, o campeonato acabou de começar, então dá para reagir e subir na tabela", comentou.

Petros elogiou o técnico Rogério Ceni, embora a equipe do São Paulo viva um momento difícil no Campeonato Brasileiro, a cinco rodadas sem vencer. "Joguei contra ele algumas vezes, é um dos maiores ou talvez o maior ídolo da torcida. Sempre teve a liderança. Agora como treinador ele estudou, está fazendo o seu melhor", afirmou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;