Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 6 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Tela atribuída a Paul Cézanne é roubada na Austrália


Da AFP

27/02/2004 | 19:52


A polícia australiana passou o dia desta sexta-feira trabalhando na investigação sobre o possível roubo de uma tela atribuída ao pintor impressionista francês Paul Cézanne (1839-1906), Cezanne’s Son in a High Chair (1873), avaliada em cerca de US$ 52 milhões.

O quadro faria parte de um grupo de 20 pinturas roubadas de um ateliê em Nova Gales do Sul, no leste do país. Telas dos artistas australianos Arthur Streeton e de John Opie também estariam entre o lote desaparecido.

Se a informação for confirmada, este será o maior roubo de obras de arte da história da Austrália, mas os especialistas ainda têm dúvidas em relação à autenticidade da tela Cezanne’s Son, pois jamais ouviram falar deste trabalho. A pintura, que retrataria o filho do pintor sentado em um cadeirão.

Segundo a polícia, o restaurador de arte australiano John Opin descobriu nesta quinta-feira que as obras foram roubadas de seu ateliê, localizado na cidade de Brisbane. Um investigador concluiu que o alarme foi desativado antes do roubo e que, portanto, a ação indicaria a participação de ladrões profissionais.

A arte de Cézanne caracteriza-se sobretudo pelo uso magistral das cores. O pintor, em geral, não alterava as tonalidades para obter resultados estéticos, mas sim as posições das cores em suas composições, alternando-as com sombras. Com isso, criou efeitos geométricos. Cézanne, assim, com sua concepção radical que reduz a natureza a formas matemáticas como linhas, volumes e superfícies, transformou-se em um artista que antecipou manifestações revolucionárias como o cubismo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tela atribuída a Paul Cézanne é roubada na Austrália

Da AFP

27/02/2004 | 19:52


A polícia australiana passou o dia desta sexta-feira trabalhando na investigação sobre o possível roubo de uma tela atribuída ao pintor impressionista francês Paul Cézanne (1839-1906), Cezanne’s Son in a High Chair (1873), avaliada em cerca de US$ 52 milhões.

O quadro faria parte de um grupo de 20 pinturas roubadas de um ateliê em Nova Gales do Sul, no leste do país. Telas dos artistas australianos Arthur Streeton e de John Opie também estariam entre o lote desaparecido.

Se a informação for confirmada, este será o maior roubo de obras de arte da história da Austrália, mas os especialistas ainda têm dúvidas em relação à autenticidade da tela Cezanne’s Son, pois jamais ouviram falar deste trabalho. A pintura, que retrataria o filho do pintor sentado em um cadeirão.

Segundo a polícia, o restaurador de arte australiano John Opin descobriu nesta quinta-feira que as obras foram roubadas de seu ateliê, localizado na cidade de Brisbane. Um investigador concluiu que o alarme foi desativado antes do roubo e que, portanto, a ação indicaria a participação de ladrões profissionais.

A arte de Cézanne caracteriza-se sobretudo pelo uso magistral das cores. O pintor, em geral, não alterava as tonalidades para obter resultados estéticos, mas sim as posições das cores em suas composições, alternando-as com sombras. Com isso, criou efeitos geométricos. Cézanne, assim, com sua concepção radical que reduz a natureza a formas matemáticas como linhas, volumes e superfícies, transformou-se em um artista que antecipou manifestações revolucionárias como o cubismo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;