Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alex Manente contrata Tião Mateus para seu gabinete

DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Deputado nomeia ex-vereador petista de São Bernardo como secretário parlamentar, diz que novo aliado deixará o petismo e que é líder social importante


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

28/01/2021 | 17:48


O ex-vereador Tião Mateus (PT), de São Bernardo, foi contratado para trabalhar no gabinete do deputado federal Alex Manente (Cidadania). O petista vai atuar como secretário parlamentar, cujo salário é de R$ 5.271,20 brutos, sem contabilizar eventuais benefícios.

Tião foi vereador de São Bernardo por cinco mandatos. Presidiu a Câmara quando o prefeito era Luiz Marinho (PT). Em 2020, porém, registrou 2.259 votos, ficando sem a reeleição – é o primeiro suplente do PT, que elegeu Joilson Santos, Ana do Carmo, Getúlio do Amarelinho e Ana Nice.

Segundo Alex, Tião foi contratado pelo trabalho social que desenvolve na cidade. “Ele está saindo do PT. E com essa saída dele, queremos dar continuidade ao trabalho social que ele realiza. Por isso eu o convidei para trabalhar e seguir com essa atuação, em especial na área pró-comunidade mais necessitada e da periferia da nossa cidade”, justificou o parlamentar. “Ele sairá do PT. Foi conversado isso com ele”, sustentou Alex.

Ainda conforme Alex, não há empecilho ou ônus político pelo fato de ter admitido Tião em seu bloco. “A partir do momento que ele decidiu e entendeu que o PT não representa mais suas convicções ideológicas, eu não vejo problema. Várias e boas lideranças passaram pelo PT e tiveram a compreensão de buscar um novo caminho. São vários os exemplos. Não vejo problema no fato de a pessoa ter sido filiada ao PT no passado. O que não pode é ser petista agora”, argumentou.
Tião não retornou aos contatos da equipe do Diário até o fechamento desta edição.

O ex-vereador é alvo de investigação dentro da comissão de ética do PT de São Bernardo por, no ano passado, gravar vídeo elogioso ao prefeito Orlando Morando (PSDB) e ao vice-prefeito Marcelo Lima (PSD), quando o tucano entregou títulos de escrituras no Jardim Ipanema, na região do Grande Alvarenga. A publicação foi veiculada nas redes sociais meses antes da eleição – o PT apostou em Marinho, que foi superado por Morando ainda no primeiro turno.

Além disso, Tião é acusado de não manter em dia contribuições para o partido, como rege o estatuto petista. A dívida chega à casa dos R$ 100 mil.

Presidente do PT na cidade, Cleiton Coutinho avisou que haverá expulsão sumária de Tião das fileiras petistas. “Diante do fato de ser contratado por adversários políticos do PT, de adversários que atacam a legenda e nossos filiados, não existe outra situação que não seja a expulsão sumária. Não tem outro caminho para ele. É escolha que ele fez, está em seu direito, assim como estamos no nosso direito”, sentenciou.

“Tinha frustração da direção do PT e da base dos filiados com a conduta do Tião. Ele foi alvo de várias representações na comissão de ética. O Tião tem histórico no PT, deve ser respeitado pelo período no partido, pela contribuição partidária. A conduta dele ultimamente não coadunava com a linha e diretrizes do PT. Por isso, estava respondendo na comissão de ética. Acredito que se antecipou a eventual resultado da própria comissão”, emendou Coutinho. “A punição maior dele foi nas urnas, que deram o recado se aceitaram ou não essa conduta dele.”

Em 2016, em sua última vitória, Tião obteve 4.119 votos. Em 2012, foi o campeão de votos no município, com 6.844 adesões. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alex Manente contrata Tião Mateus para seu gabinete

Deputado nomeia ex-vereador petista de São Bernardo como secretário parlamentar, diz que novo aliado deixará o petismo e que é líder social importante

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

28/01/2021 | 17:48


O ex-vereador Tião Mateus (PT), de São Bernardo, foi contratado para trabalhar no gabinete do deputado federal Alex Manente (Cidadania). O petista vai atuar como secretário parlamentar, cujo salário é de R$ 5.271,20 brutos, sem contabilizar eventuais benefícios.

Tião foi vereador de São Bernardo por cinco mandatos. Presidiu a Câmara quando o prefeito era Luiz Marinho (PT). Em 2020, porém, registrou 2.259 votos, ficando sem a reeleição – é o primeiro suplente do PT, que elegeu Joilson Santos, Ana do Carmo, Getúlio do Amarelinho e Ana Nice.

Segundo Alex, Tião foi contratado pelo trabalho social que desenvolve na cidade. “Ele está saindo do PT. E com essa saída dele, queremos dar continuidade ao trabalho social que ele realiza. Por isso eu o convidei para trabalhar e seguir com essa atuação, em especial na área pró-comunidade mais necessitada e da periferia da nossa cidade”, justificou o parlamentar. “Ele sairá do PT. Foi conversado isso com ele”, sustentou Alex.

Ainda conforme Alex, não há empecilho ou ônus político pelo fato de ter admitido Tião em seu bloco. “A partir do momento que ele decidiu e entendeu que o PT não representa mais suas convicções ideológicas, eu não vejo problema. Várias e boas lideranças passaram pelo PT e tiveram a compreensão de buscar um novo caminho. São vários os exemplos. Não vejo problema no fato de a pessoa ter sido filiada ao PT no passado. O que não pode é ser petista agora”, argumentou.
Tião não retornou aos contatos da equipe do Diário até o fechamento desta edição.

O ex-vereador é alvo de investigação dentro da comissão de ética do PT de São Bernardo por, no ano passado, gravar vídeo elogioso ao prefeito Orlando Morando (PSDB) e ao vice-prefeito Marcelo Lima (PSD), quando o tucano entregou títulos de escrituras no Jardim Ipanema, na região do Grande Alvarenga. A publicação foi veiculada nas redes sociais meses antes da eleição – o PT apostou em Marinho, que foi superado por Morando ainda no primeiro turno.

Além disso, Tião é acusado de não manter em dia contribuições para o partido, como rege o estatuto petista. A dívida chega à casa dos R$ 100 mil.

Presidente do PT na cidade, Cleiton Coutinho avisou que haverá expulsão sumária de Tião das fileiras petistas. “Diante do fato de ser contratado por adversários políticos do PT, de adversários que atacam a legenda e nossos filiados, não existe outra situação que não seja a expulsão sumária. Não tem outro caminho para ele. É escolha que ele fez, está em seu direito, assim como estamos no nosso direito”, sentenciou.

“Tinha frustração da direção do PT e da base dos filiados com a conduta do Tião. Ele foi alvo de várias representações na comissão de ética. O Tião tem histórico no PT, deve ser respeitado pelo período no partido, pela contribuição partidária. A conduta dele ultimamente não coadunava com a linha e diretrizes do PT. Por isso, estava respondendo na comissão de ética. Acredito que se antecipou a eventual resultado da própria comissão”, emendou Coutinho. “A punição maior dele foi nas urnas, que deram o recado se aceitaram ou não essa conduta dele.”

Em 2016, em sua última vitória, Tião obteve 4.119 votos. Em 2012, foi o campeão de votos no município, com 6.844 adesões. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;