Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

'Esperamos saída planejada do auxílio emergencial', diz presidente da Anfavea

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra


07/10/2020 | 13:34


Durante a apresentação de dados que mostram reação do setor automobilístico, que tem entre seus propulsores o estímulo gerado pelo auxílio emergencial, a direção da Anfavea, associação das montadoras de veículos, reivindicou o prometido pouso suave dos incentivos lançados pelo governo no enfrentamento da pandemia.

Após observar que a recuperação econômica depende de uma transição suave, o presidente da entidade, Luiz Carlos Moraes cobrou planejamento na retirada do auxilio emergencial, responsável por injetar R$ 322 bilhões na economia.

No momento, o governo segue sem definições sobre como vai financiar o Renda Cidadã, o programa social planejado para suceder o pagamento mensal feito a famílias vulneráveis na pandemia. Durante entrevista virtual à imprensa, Moraes disse ter confiança de que o governo vai encontrar uma saída sensata e com menos sequelas possíveis para acelerar a retomada econômica sem agravar o quadro do endividamento público, do que depende a estabilidade no mercado financeiro. Ele também defendeu que a solução não acarrete prejuízo à regra que estabelece um teto aos gastos públicos.

"Estamos nos preparando para a retomada imaginando que Brasília vai ter sensibilidade no debate sobre a dívida pública, esperando que a saída do auxílio emergencial seja planejada e que não haja dificuldades na questão de teto", comentou Moraes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Esperamos saída planejada do auxílio emergencial', diz presidente da Anfavea


07/10/2020 | 13:34


Durante a apresentação de dados que mostram reação do setor automobilístico, que tem entre seus propulsores o estímulo gerado pelo auxílio emergencial, a direção da Anfavea, associação das montadoras de veículos, reivindicou o prometido pouso suave dos incentivos lançados pelo governo no enfrentamento da pandemia.

Após observar que a recuperação econômica depende de uma transição suave, o presidente da entidade, Luiz Carlos Moraes cobrou planejamento na retirada do auxilio emergencial, responsável por injetar R$ 322 bilhões na economia.

No momento, o governo segue sem definições sobre como vai financiar o Renda Cidadã, o programa social planejado para suceder o pagamento mensal feito a famílias vulneráveis na pandemia. Durante entrevista virtual à imprensa, Moraes disse ter confiança de que o governo vai encontrar uma saída sensata e com menos sequelas possíveis para acelerar a retomada econômica sem agravar o quadro do endividamento público, do que depende a estabilidade no mercado financeiro. Ele também defendeu que a solução não acarrete prejuízo à regra que estabelece um teto aos gastos públicos.

"Estamos nos preparando para a retomada imaginando que Brasília vai ter sensibilidade no debate sobre a dívida pública, esperando que a saída do auxílio emergencial seja planejada e que não haja dificuldades na questão de teto", comentou Moraes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;