Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Três livros para curtir


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

10/04/2011 | 07:00


Brincadeiras maluquinhas

Repita cinco vezes rapidinho: Pedro pedreiro partiu o prato na porta pintada de preto. Difícil? Sim, mas brincar de trava-língua é bem divertido. Essa é uma das diversões presentes em O Livro dos Jogos, Brincadeiras e Bagunças do Menino Maluquinho (Melhoramentos, 96 págs., R$ 28). Na obra, de Ziraldo, Mig e Gustavo Luiz, o garoto com panela na cabeça e os amigos mostram como pais e avós aproveitavam a infância. Tem várias dicas para agitar festas e animar o recreio, mas é possível que nem todas agradem os adultos. Então, é bom pedir autorização para brincar de múmia. Afinal, enrolar um colega com papel higiênico sem permissão pode render bronca.

 

Shakira escreve aventura de Dora

Às vezes, a gente fica com preguiça danada de estudar e reclama de ir para o colégio, esquecendo que, na realidade, é privilégio frequentá-lo. Nem todos sabem, mas algumas crianças não têm a sorte de estar na sala de aula. No livro Dora a Aventureira em... O Dia Mundial da Escola (Caramelo, 32 págs., R$ 39,90), a personagem faz superesforço para garantir que alunos de várias partes do mundo comecem o ano letivo com tudo que precisam. A história foi escrita pela cantora Shakira, que na vida real criou uma organização para incentivar a Educação. A artista também virou personagem do livro. Com a ajuda dela e do macaco Botas, Dora viaja para compartilhar materiais escolares com crianças que estudam em diferentes tipos de escola.

 

Viajante procura ‘lá longe'

Na agradável aldeia Zarp todos os simpáticos habitantes têm o mesmo nome e vestem a mesma roupa: Zarp. Nessa terra curiosa e desconhecida, quase tudo é chamado assim. De repente, um dos moradores decide que é hora de conhecer outros lugares e gente nova. Em Zarp Vai Lá Longe (Global Editora, 48 págs., R$ 29), de Dionisio Jacob, o homenzinho viajante se mete numa grande aventura sem saber o que iria encontrar pela frente. Na realidade, o objetivo era chegar em ‘lá longe'. Mas onde fica isso? Ninguém sabia ao certo. Então, Zarp partiu. Andou muito, conheceu vários reinos e pessoas. No entanto, nunca chegava em ‘lá longe'. Após tanto tempo caminhando, sentiu saudade imensa da aldeia Zarp. O problema é que não sabia mais como voltar. O que fazer nesse caso?



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Três livros para curtir

Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

10/04/2011 | 07:00


Brincadeiras maluquinhas

Repita cinco vezes rapidinho: Pedro pedreiro partiu o prato na porta pintada de preto. Difícil? Sim, mas brincar de trava-língua é bem divertido. Essa é uma das diversões presentes em O Livro dos Jogos, Brincadeiras e Bagunças do Menino Maluquinho (Melhoramentos, 96 págs., R$ 28). Na obra, de Ziraldo, Mig e Gustavo Luiz, o garoto com panela na cabeça e os amigos mostram como pais e avós aproveitavam a infância. Tem várias dicas para agitar festas e animar o recreio, mas é possível que nem todas agradem os adultos. Então, é bom pedir autorização para brincar de múmia. Afinal, enrolar um colega com papel higiênico sem permissão pode render bronca.

 

Shakira escreve aventura de Dora

Às vezes, a gente fica com preguiça danada de estudar e reclama de ir para o colégio, esquecendo que, na realidade, é privilégio frequentá-lo. Nem todos sabem, mas algumas crianças não têm a sorte de estar na sala de aula. No livro Dora a Aventureira em... O Dia Mundial da Escola (Caramelo, 32 págs., R$ 39,90), a personagem faz superesforço para garantir que alunos de várias partes do mundo comecem o ano letivo com tudo que precisam. A história foi escrita pela cantora Shakira, que na vida real criou uma organização para incentivar a Educação. A artista também virou personagem do livro. Com a ajuda dela e do macaco Botas, Dora viaja para compartilhar materiais escolares com crianças que estudam em diferentes tipos de escola.

 

Viajante procura ‘lá longe'

Na agradável aldeia Zarp todos os simpáticos habitantes têm o mesmo nome e vestem a mesma roupa: Zarp. Nessa terra curiosa e desconhecida, quase tudo é chamado assim. De repente, um dos moradores decide que é hora de conhecer outros lugares e gente nova. Em Zarp Vai Lá Longe (Global Editora, 48 págs., R$ 29), de Dionisio Jacob, o homenzinho viajante se mete numa grande aventura sem saber o que iria encontrar pela frente. Na realidade, o objetivo era chegar em ‘lá longe'. Mas onde fica isso? Ninguém sabia ao certo. Então, Zarp partiu. Andou muito, conheceu vários reinos e pessoas. No entanto, nunca chegava em ‘lá longe'. Após tanto tempo caminhando, sentiu saudade imensa da aldeia Zarp. O problema é que não sabia mais como voltar. O que fazer nesse caso?

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;