Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

França inaugura a ponte mais alta do mundo


Da AFP

13/12/2004 | 14:23


O presidente francês, Jacques Chirac, inaugurará nesta terça-feira a ponte de Millau (sul), que se converterá na mais alta do mundo, com uma estrutura que chega a 343 metros sobre o rio Tarn - ou seja, 23 metros acima da Torre Eiffel, em Paris.

Projetado pelo arquiteto britânico Norman Foster, a obra de concreto e aço servirá para tentar acabar com os engarrafamentos na região e também se tornará uma bela atração para os amantes do turismo industrial.

A ponte, com cerca de 2,5 km de comprimento, reúne em sua estrutura recordes e proezas técnicas. "A altura e número de pilares e seu comprimento fazem da ponte uma obra excepcional", destacou o presidente da delegação de especialistas que revisou a obra, Jean François Coste.

Erguida em tempo recorde de três anos, a obra foi idealizada em 1987 e a primeira pedra foi colocada em dezembro de 2001.

A partir de 17 de dezembro, os motoristas vão poder cruzar estes 2.460 metros após pagar um pedágio de 4,90 euros e evitarão o engarrafamento de Millau, o mais temido entre a Espanha e o norte da Europa, principalmente nos meses de verão.

Para o diretor da obra, Jean Pierre Martin, a ponte se integra tão bem à paisagem que se torna uma "obra de arte que se justifica".

Além disso, o objetivo de atrair visitantes à região foi cumprido, pois nos últimos dois anos 60 mil pessoas pagaram para olhar as obras e outros 500 mil visitaram o local.

Segundo os construtores, o viaduto, que pesa 290 mil toneladas, está projetado para resistir a ventos de 250 km por hora. Eiffage, grupo encarregado da construção e manutenção desta ponte pelos próximos 75 anos, afirma que a ponte "funcionará perfeitamente" nos próximos 120 anos.

Construído nas fábricas da Eiffel, a estrutura metálica se apóia na terra e suas duas metades se uniram em 28 de maio passado, sustentando-se em sete grandes pilares. Ao todo, 3 mil pessoas trabalharam no projeto, que custou cerca de 400 milhões de euros. A Eiffage espera começar a ter lucros em 2014.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

França inaugura a ponte mais alta do mundo

Da AFP

13/12/2004 | 14:23


O presidente francês, Jacques Chirac, inaugurará nesta terça-feira a ponte de Millau (sul), que se converterá na mais alta do mundo, com uma estrutura que chega a 343 metros sobre o rio Tarn - ou seja, 23 metros acima da Torre Eiffel, em Paris.

Projetado pelo arquiteto britânico Norman Foster, a obra de concreto e aço servirá para tentar acabar com os engarrafamentos na região e também se tornará uma bela atração para os amantes do turismo industrial.

A ponte, com cerca de 2,5 km de comprimento, reúne em sua estrutura recordes e proezas técnicas. "A altura e número de pilares e seu comprimento fazem da ponte uma obra excepcional", destacou o presidente da delegação de especialistas que revisou a obra, Jean François Coste.

Erguida em tempo recorde de três anos, a obra foi idealizada em 1987 e a primeira pedra foi colocada em dezembro de 2001.

A partir de 17 de dezembro, os motoristas vão poder cruzar estes 2.460 metros após pagar um pedágio de 4,90 euros e evitarão o engarrafamento de Millau, o mais temido entre a Espanha e o norte da Europa, principalmente nos meses de verão.

Para o diretor da obra, Jean Pierre Martin, a ponte se integra tão bem à paisagem que se torna uma "obra de arte que se justifica".

Além disso, o objetivo de atrair visitantes à região foi cumprido, pois nos últimos dois anos 60 mil pessoas pagaram para olhar as obras e outros 500 mil visitaram o local.

Segundo os construtores, o viaduto, que pesa 290 mil toneladas, está projetado para resistir a ventos de 250 km por hora. Eiffage, grupo encarregado da construção e manutenção desta ponte pelos próximos 75 anos, afirma que a ponte "funcionará perfeitamente" nos próximos 120 anos.

Construído nas fábricas da Eiffel, a estrutura metálica se apóia na terra e suas duas metades se uniram em 28 de maio passado, sustentando-se em sete grandes pilares. Ao todo, 3 mil pessoas trabalharam no projeto, que custou cerca de 400 milhões de euros. A Eiffage espera começar a ter lucros em 2014.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;