Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Postulante a deputado federal mais votado em São Caetano, Gilberto Costa mira Prefeitura

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Por votação, ex-parlamentar acredita estar credenciado para ‘algo maior’


Renato Gerbelli
Especial para o Diário

14/10/2014 | 07:00


Os 15.757 votos conquistados não foram suficientes para eleger Gilberto Costa (PEN) a deputado federal. Mesmo assim, o ex-vereador não escondeu a felicidade de ser o candidato ao cargo mais votado em São Caetano, com 9.194 sufrágios da cidade. Pelo resultado obtido, ele até já considera a possibilidade de se candidatar à Prefeitura.

“O partido está focado no segundo turno do Aécio (Neves, PSDB). O segundo passo é fazer uma avaliação do nosso resultado e o terceiro é pensar na disputa municipal. Acho que o partido vai querer que eu saia como vereador ou prefeito. Estou credenciado para ser os dois. Na eleição de 2008, fui o vereador mais votado da história de São Caetano e, em 2014, fui o primeiro novamente (na eleição à Câmara Federal entre os nomes da cidade). Quando você sempre é o primeiro, você é credenciado a algo maior”, afirmou Gilberto Costa, sinalizando possível candidatura ao Paço.

Em 2008, o ex-vereador também indicou que sairia como prefeito, mas recuou e fez história com a sua votação para vereador. Já em 2011, Gilberto Costa sinalizou novamente que disputaria a eleição majoritária, mas desistiu do pleito para aceitar o cargo de secretário de Esportes no governo José Auricchio Júnior (PTB).

FELICIDADE
Antes do primeiro turno da eleição deste ano, o candidato do PEN estava esperando ter 40 mil votos, sendo que sua base eleitoral seria São Caetano. Mesmo não atingindo o objetivo, Gilberto Costa se mostrou feliz com o desempenho.

“O partido não conseguiu coeficiente para eleger nenhum federal no Estado. É uma pena, imaginávamos que conseguiríamos. Mas a minha votação, pelo o que investi, foi boa e estou muito feliz. Disputei com muitos candidatos fortes, como Celso Russomanno (PRB) e (Francisco Everardo) Tiririca (PR), e consegui ser o primeiro na cidade”, declarou ele, se considerando um vitorioso. “Não tive apoio de nenhuma liderança política de São Caetano. Lutei contra todas as máquinas da cidade. Neste sentido eu me acho o vitorioso. Afinal, quando se é o primeiro, é primeiro”, finalizou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Postulante a deputado federal mais votado em São Caetano, Gilberto Costa mira Prefeitura

Por votação, ex-parlamentar acredita estar credenciado para ‘algo maior’

Renato Gerbelli
Especial para o Diário

14/10/2014 | 07:00


Os 15.757 votos conquistados não foram suficientes para eleger Gilberto Costa (PEN) a deputado federal. Mesmo assim, o ex-vereador não escondeu a felicidade de ser o candidato ao cargo mais votado em São Caetano, com 9.194 sufrágios da cidade. Pelo resultado obtido, ele até já considera a possibilidade de se candidatar à Prefeitura.

“O partido está focado no segundo turno do Aécio (Neves, PSDB). O segundo passo é fazer uma avaliação do nosso resultado e o terceiro é pensar na disputa municipal. Acho que o partido vai querer que eu saia como vereador ou prefeito. Estou credenciado para ser os dois. Na eleição de 2008, fui o vereador mais votado da história de São Caetano e, em 2014, fui o primeiro novamente (na eleição à Câmara Federal entre os nomes da cidade). Quando você sempre é o primeiro, você é credenciado a algo maior”, afirmou Gilberto Costa, sinalizando possível candidatura ao Paço.

Em 2008, o ex-vereador também indicou que sairia como prefeito, mas recuou e fez história com a sua votação para vereador. Já em 2011, Gilberto Costa sinalizou novamente que disputaria a eleição majoritária, mas desistiu do pleito para aceitar o cargo de secretário de Esportes no governo José Auricchio Júnior (PTB).

FELICIDADE
Antes do primeiro turno da eleição deste ano, o candidato do PEN estava esperando ter 40 mil votos, sendo que sua base eleitoral seria São Caetano. Mesmo não atingindo o objetivo, Gilberto Costa se mostrou feliz com o desempenho.

“O partido não conseguiu coeficiente para eleger nenhum federal no Estado. É uma pena, imaginávamos que conseguiríamos. Mas a minha votação, pelo o que investi, foi boa e estou muito feliz. Disputei com muitos candidatos fortes, como Celso Russomanno (PRB) e (Francisco Everardo) Tiririca (PR), e consegui ser o primeiro na cidade”, declarou ele, se considerando um vitorioso. “Não tive apoio de nenhuma liderança política de São Caetano. Lutei contra todas as máquinas da cidade. Neste sentido eu me acho o vitorioso. Afinal, quando se é o primeiro, é primeiro”, finalizou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;