Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Mania de correr

Inspirada pelos adultos, uma galera acelera o passo e participa de corridas feitas especialmente para o público infantil


Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

22/09/2013 | 07:00


Assim que a gente começa a andar, em pouquíssimo tempo aprende a aumentar a velocidade dos passos. Correr é algo que fazemos em casa, no recreio, na aula de Educação Física e durante as brincadeiras. E tem uma turminha que gosta tanto de acelerar as passadas que participa cada vez mais de corridas organizadas para o público infantil.

É o caso dos irmãos Pedro, 8 anos, e Camila Hackl, 7, de São Caetano. Incentivados pelo pai, fizeram a primeira corridinha aos 4 anos. O mais velho já esteve em 11 provas, e a caçula, em dez. Guardam com orgulho as medalhas conquistadas em cada evento. “Antes da corrida, a gente faz brincadeiras para aquecer. Vou ser como meu pai: atleta”, afirma Pedro.

“Gosto muito de correr. Faz bem para os ossos”, diz Camila. E há outros benefícios. Além de fortalecer esqueleto e músculos, estimula o crescimento adequado do corpo, combate a obesidade, pois impede que a gordura se acumule no organismo, e reduz o risco de doenças. Também ensina a ter disciplina, a nos relacionarmos em grupo, e faz com que a gente goste e confie mais em nós mesmos.

A atividade física ajuda Julia Nakashima Silvestre, 9, de São Caetano, a ser menos tímida. “É importante para ficar em boa forma. Tenho mais vontade de fazer outras coisas quando me exercito.” A menina é fã de atletismo e já participou de provas de 400 m e salto em distância nos Jogos Escolares.

No entanto, ninguém pode ser obrigado a correr, na opinião de Julia. Só deve fazer isso se realmente quiser; caso contrário, deixa de ser legal. Afinal, a corrida precisa ser forma de brincadeira e proporcionar diversão e alegria.

Pedro, Camila e Julia preparam-se, agora, para participar da Corrida Infantil Move 2013, promovida pelo Sesc São Caetano. Vai ser realizada no sábado (28), a partir das 10h, no Espaço Verde Chico Mendes, em São Caetano.


Filhos acompanham os pais no Circuito regional

Eram 6h30 quando João Pedro Rocha Sampaio, 7 anos, acordou empolgado e perguntou: “Papai, vamos para a corrida?” Ele estava ansioso para acompanhar o pai, Edivaldo Sampaio, na quarta etapa do 1° Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, que aconteceu no dia 15 em Ribeirão Pires.

“Adoro correr. Gosto mais do que de outros esportes. Acho legal treinar na rua e em casa. Faço alongamento”, diz o menino, que curte percorrer o trajeto de mão dada com o pai. “Quero ser como ele, quando crescer vou continuar correndo”, afirma João Pedro.

Em Ribeirão Pires, o garoto fez o percurso de cinco quilômetros. Em alguns momentos caminhava; em outros, aumentava a velocidade. Durante o caminho, tomou água para ficar hidratado. E ao chegar em casa, após a prova, contou a experiência para a mãe. “Foi muito legal. Tinha bastante gente”, fala João Pedro, que já participou de uma corrida infantil no ano passado.

Os adultos ainda podem se inscrever nas três últimas etapas do 1° Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, promovido pelo Diário. Vão acontecer em São Bernardo, em 13 de outubro; Diadema, em 10 de novembro; e Santo André, em 1º de dezembro. O regulamento completo está no www.dgabc.com.br/circuitoderua/2013.


Cuidados para correr bem

Lucca Faccio, 3 anos, de Santo André, já pede aos pais para participar das corridinhas. A primeira aconteceu no início deste mês. Percorreu 50 m. Em geral, esses eventos são realizados para quem tem entre 2 e 12 anos; e o tamanho do percurso aumenta de acordo com a idade.

Desde cedo, Lucca aprende com o pai e a mãe, que também correm, a importância de mexer o esqueleto e se alimentar bem para ter uma vida saudável. Ele come muitas frutas, legumes e verduras. Para ficar sempre hidratado, bebe bastante água. Aos fins de semana, vai com a família brincar no parque.

Assim como Lucca, pequenos corredores precisam de cuidados para que a diversão não se transforme em dor de cabeça. Como as provas são ao ar livre, têm de passar protetor solar. Também devem vestir roupa adequada (trajes leves no calor e agasalho no frio), ingerir água e comer bem. Já os adultos são responsáveis por fiscalizar se o local da corrida é apropriado, seguro, sem buracos ou pedras.

Após correr, descanse para se recuperar do esforço. Só assim estará pronto para o próximo desafio.


Fique de olho!

Ficou com vontade de participar? A Corrida Infantil Move 2013 é gratuita e vai ocorrer sábado (28), a partir das 10h, no Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Simonsen, 566), em São Caetano. É preciso ligar para o Sesc São Caetano (tel.: 4223-8800) para saber se ainda há vagas. Mas quem não conseguir se inscrever não precisa ficar triste. No mesmo dia e local, das 9h às 15h, terão atividades circenses, brincadeiras de rua e miniesportes para todos.

No dia 6 de outubro tem a Maratoninha da Galinha Pintadinha no Shopping JK Iguatemi (Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2.041), em São Paulo. Participantes devem ter entre 2 e 7 anos. Inscrição: R$ 90. Informações no www.maratoninhadagalinhapintadinha.com.
No Dia das Crianças (12 de outubro) acontece a 5ª edição do Mundo Kids na USP (Av. Professor Melo de Morais, portão 17), em Sampa. Pode correr quem tem de 2 a 12 anos. Inscrição: R$ 79. Mais no www.diamundokids.com.br.


Saiba mais

Na infância, recomenda-se cerca de 60 minutos diários de atividade física.

Não é indicado ficar mais de duas horas diárias na frente de telas (de TV, tablet, celular e computador).

Quem tem pai e mãe que se exercita com frequência tem seis vezes mais chances de também ser ativo.

Na infância deve-se ter contato com diferentes esportes para, depois, escolher o que mais gosta.


Consultoria de Luis Carlos de Oliveira, pesquisador do Celafiscs; Tiago Aquino (Paçoca), personal kids e autor de livros sobre criança e infância; e Mario Pozzi, coach for life e especialista em treinamento desportivo.
 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mania de correr

Inspirada pelos adultos, uma galera acelera o passo e participa de corridas feitas especialmente para o público infantil

Juliana Ravelli
Do Diário do Grande ABC

22/09/2013 | 07:00


Assim que a gente começa a andar, em pouquíssimo tempo aprende a aumentar a velocidade dos passos. Correr é algo que fazemos em casa, no recreio, na aula de Educação Física e durante as brincadeiras. E tem uma turminha que gosta tanto de acelerar as passadas que participa cada vez mais de corridas organizadas para o público infantil.

É o caso dos irmãos Pedro, 8 anos, e Camila Hackl, 7, de São Caetano. Incentivados pelo pai, fizeram a primeira corridinha aos 4 anos. O mais velho já esteve em 11 provas, e a caçula, em dez. Guardam com orgulho as medalhas conquistadas em cada evento. “Antes da corrida, a gente faz brincadeiras para aquecer. Vou ser como meu pai: atleta”, afirma Pedro.

“Gosto muito de correr. Faz bem para os ossos”, diz Camila. E há outros benefícios. Além de fortalecer esqueleto e músculos, estimula o crescimento adequado do corpo, combate a obesidade, pois impede que a gordura se acumule no organismo, e reduz o risco de doenças. Também ensina a ter disciplina, a nos relacionarmos em grupo, e faz com que a gente goste e confie mais em nós mesmos.

A atividade física ajuda Julia Nakashima Silvestre, 9, de São Caetano, a ser menos tímida. “É importante para ficar em boa forma. Tenho mais vontade de fazer outras coisas quando me exercito.” A menina é fã de atletismo e já participou de provas de 400 m e salto em distância nos Jogos Escolares.

No entanto, ninguém pode ser obrigado a correr, na opinião de Julia. Só deve fazer isso se realmente quiser; caso contrário, deixa de ser legal. Afinal, a corrida precisa ser forma de brincadeira e proporcionar diversão e alegria.

Pedro, Camila e Julia preparam-se, agora, para participar da Corrida Infantil Move 2013, promovida pelo Sesc São Caetano. Vai ser realizada no sábado (28), a partir das 10h, no Espaço Verde Chico Mendes, em São Caetano.


Filhos acompanham os pais no Circuito regional

Eram 6h30 quando João Pedro Rocha Sampaio, 7 anos, acordou empolgado e perguntou: “Papai, vamos para a corrida?” Ele estava ansioso para acompanhar o pai, Edivaldo Sampaio, na quarta etapa do 1° Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, que aconteceu no dia 15 em Ribeirão Pires.

“Adoro correr. Gosto mais do que de outros esportes. Acho legal treinar na rua e em casa. Faço alongamento”, diz o menino, que curte percorrer o trajeto de mão dada com o pai. “Quero ser como ele, quando crescer vou continuar correndo”, afirma João Pedro.

Em Ribeirão Pires, o garoto fez o percurso de cinco quilômetros. Em alguns momentos caminhava; em outros, aumentava a velocidade. Durante o caminho, tomou água para ficar hidratado. E ao chegar em casa, após a prova, contou a experiência para a mãe. “Foi muito legal. Tinha bastante gente”, fala João Pedro, que já participou de uma corrida infantil no ano passado.

Os adultos ainda podem se inscrever nas três últimas etapas do 1° Circuito Popular de Corrida de Rua do Grande ABC, promovido pelo Diário. Vão acontecer em São Bernardo, em 13 de outubro; Diadema, em 10 de novembro; e Santo André, em 1º de dezembro. O regulamento completo está no www.dgabc.com.br/circuitoderua/2013.


Cuidados para correr bem

Lucca Faccio, 3 anos, de Santo André, já pede aos pais para participar das corridinhas. A primeira aconteceu no início deste mês. Percorreu 50 m. Em geral, esses eventos são realizados para quem tem entre 2 e 12 anos; e o tamanho do percurso aumenta de acordo com a idade.

Desde cedo, Lucca aprende com o pai e a mãe, que também correm, a importância de mexer o esqueleto e se alimentar bem para ter uma vida saudável. Ele come muitas frutas, legumes e verduras. Para ficar sempre hidratado, bebe bastante água. Aos fins de semana, vai com a família brincar no parque.

Assim como Lucca, pequenos corredores precisam de cuidados para que a diversão não se transforme em dor de cabeça. Como as provas são ao ar livre, têm de passar protetor solar. Também devem vestir roupa adequada (trajes leves no calor e agasalho no frio), ingerir água e comer bem. Já os adultos são responsáveis por fiscalizar se o local da corrida é apropriado, seguro, sem buracos ou pedras.

Após correr, descanse para se recuperar do esforço. Só assim estará pronto para o próximo desafio.


Fique de olho!

Ficou com vontade de participar? A Corrida Infantil Move 2013 é gratuita e vai ocorrer sábado (28), a partir das 10h, no Espaço Verde Chico Mendes (Av. Fernando Simonsen, 566), em São Caetano. É preciso ligar para o Sesc São Caetano (tel.: 4223-8800) para saber se ainda há vagas. Mas quem não conseguir se inscrever não precisa ficar triste. No mesmo dia e local, das 9h às 15h, terão atividades circenses, brincadeiras de rua e miniesportes para todos.

No dia 6 de outubro tem a Maratoninha da Galinha Pintadinha no Shopping JK Iguatemi (Av. Presidente Juscelino Kubitschek, 2.041), em São Paulo. Participantes devem ter entre 2 e 7 anos. Inscrição: R$ 90. Informações no www.maratoninhadagalinhapintadinha.com.
No Dia das Crianças (12 de outubro) acontece a 5ª edição do Mundo Kids na USP (Av. Professor Melo de Morais, portão 17), em Sampa. Pode correr quem tem de 2 a 12 anos. Inscrição: R$ 79. Mais no www.diamundokids.com.br.


Saiba mais

Na infância, recomenda-se cerca de 60 minutos diários de atividade física.

Não é indicado ficar mais de duas horas diárias na frente de telas (de TV, tablet, celular e computador).

Quem tem pai e mãe que se exercita com frequência tem seis vezes mais chances de também ser ativo.

Na infância deve-se ter contato com diferentes esportes para, depois, escolher o que mais gosta.


Consultoria de Luis Carlos de Oliveira, pesquisador do Celafiscs; Tiago Aquino (Paçoca), personal kids e autor de livros sobre criança e infância; e Mario Pozzi, coach for life e especialista em treinamento desportivo.
 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;