Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Cuidado com o emagrecimento súbito



24/10/2011 | 00:00


A sociedade cada vez mais exige corpos e formas perfeitas. Em busca desse objetivo cresce o número de dietas mirabolantes. Mas é preciso cuidado: quando muito restritivas, elas trazem um emagrecimento súbito, que pode gerar para o corpo uma série de malefícios, como amenorréia (ausência de menstruação), desbalanceamento hormonal, alterações do humor e do sono e queda da imunidade, entre outros. Os jovens são os que mais sofrem com o emagrecimento súbito. Distúrbios de autoimagem, como anorexia nervosa e bulimia, são as causas mais freqüentes. Nestes casos, a perda de peso extrema leva ao risco de morte por falha no funcionamento de alguns órgãos, já que suas necessidades não são supridas. Aconselha-se então, no caso de excesso peso, uma dieta nutritiva e acompanhamento médico. É melhor emagrecer aos poucos e de forma saudável do que de maneira repentina e arriscada. E nada de dietas malucas! Por Solange Bagdadi



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cuidado com o emagrecimento súbito


24/10/2011 | 00:00


A sociedade cada vez mais exige corpos e formas perfeitas. Em busca desse objetivo cresce o número de dietas mirabolantes. Mas é preciso cuidado: quando muito restritivas, elas trazem um emagrecimento súbito, que pode gerar para o corpo uma série de malefícios, como amenorréia (ausência de menstruação), desbalanceamento hormonal, alterações do humor e do sono e queda da imunidade, entre outros. Os jovens são os que mais sofrem com o emagrecimento súbito. Distúrbios de autoimagem, como anorexia nervosa e bulimia, são as causas mais freqüentes. Nestes casos, a perda de peso extrema leva ao risco de morte por falha no funcionamento de alguns órgãos, já que suas necessidades não são supridas. Aconselha-se então, no caso de excesso peso, uma dieta nutritiva e acompanhamento médico. É melhor emagrecer aos poucos e de forma saudável do que de maneira repentina e arriscada. E nada de dietas malucas! Por Solange Bagdadi

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;