Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Belo design e boa mecânica

André Henriques/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Vagner Aquino
Do Diário do Grande ABC

16/05/2012 | 07:00


Há quem diga que ele é o Kadett do século 21. É isso aí! Mesmo sabendo que o substituto real do (saudoso) hatch é o Astra - que tomou seu lugar no mercado brasileiro em setembro de 1998 - o (também) hatch médio Cruze Sport6 conseguiu num curto espaço de tempo, cair na boca da galera.

O modelo é a derivação da versão sedã (Cruze) que chegou ao País no ano passado. Mas, ao contrário do três-volumes, a proposta aqui é a esportividade. A começar pelas linhas da carroceria, que trazem personalidade própria.

Assim como no Kadett - talvez por isso a comparação de algumas pessoas - a caída do teto se estende até os pilares traseiros e a coluna C é bastante larga.

Ainda falando em design, o Sport6 (que é nove centímetros menor que a configuração sedã), caprichou no desenho das lanternas, estas, curiosamente, trazem as setas voltadas para a extremidade interior, contrariando o convencional. A luz de ré vai lá no para-choque.

Na frente, quem já conhece o Cruze não encontra nenhuma novidade. Continua se destacando a grade bipartida que ostenta a gravata dourada (logotipo da Chevrolet).

As rodas de 17 polegadas trazem desenho exclusivo de cinco raios. Mais um ponto para a esportividade! Isso, sem contar a nova cor vermelho chilli que você vê nas fotos... Uma pitadinha a mais de graça ao modelo.

Da porta para dentro a história é outra. Não espere bancos em formato de concha ou espaço para apenas quatro ocupantes. Apesar da proposta esportiva, o hatch médio conseguiu o casamento perfeito entre esportividade e conforto.

A ergonomia não é excelente, mas os ajustes do banco e volante (tanto em profundidade quanto em altura) permitem encontrar rapidamente a melhor posição para dirigir.

Vale ressaltar também a qualidade do acabamento e a funcionalidade a bordo. Entretenimento, sistemas de informação do veículo, climatização, tudo está ao alcance das mãos. E dos olhos! A tela central de sete polegadas inclui sistema de navegação - dentre as funções, o GPS indica o posto de combustível mais próximo quando o tanque do carro entra na reserva.

Na hora da viagem, fique tranquilo. Cabem 402 litros de bagagem no porta-malas.

Motor 1.8 faz bom trabalho

Tanto na versão LT quanto na LTZ (que você vê nesta página), o Cruze Sport6 carrega o motor 1.8 Ecotec6 de até 144 cv (quando abastecido com etanol).

Acionado pela tecla Start-Stop no painel, o bloco tem 18,9 mkgf de torque máximo a 3.800 rotações (também com o derivado da cana-de-açúcar no tanque) e rende um bom trabalho. O problema aqui são as trocas de marcha do câmbio automático de seis velocidades da versão avaliada, que, em alguns momentos, responde com certa imprecisão, aumentando o giro e elevando os níveis de ruídos. Melhor optar pelas trocas sequenciais. Mas o conjunto não deixa de agradar.

As suspensões são rígidas, indo ao encontro do apelo esportivo do modelo, e a direção elétrica progressiva responde perfeitamente quando o assunto é precisão.

Para proporcionar mais segurança a bordo, trabalham em conjunto os controles de tração e estabilidade. Os freios ABS com distribuição eletrônica da força de frenagem fazem parte da lista de série. No mais, bancos revestidos em couro, teto solar elétrico, retrovisor interno eletrocrômico, vidros elétricos, volante multifuncional, controlador de velocidade e CD player com MP3, USB, entrada auxiliar e bluetooth, fazem parte do pacote do hatch. Pelo modelo, o interessado precisa desembolsar R$ 79,4 mil.

Colocar o veículo na garagem também não é tarefa difícil. Na lista de série, há sensor de estacionamento e os retrovisores externos rebatem eletricamente.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Belo design e boa mecânica

Vagner Aquino
Do Diário do Grande ABC

16/05/2012 | 07:00


Há quem diga que ele é o Kadett do século 21. É isso aí! Mesmo sabendo que o substituto real do (saudoso) hatch é o Astra - que tomou seu lugar no mercado brasileiro em setembro de 1998 - o (também) hatch médio Cruze Sport6 conseguiu num curto espaço de tempo, cair na boca da galera.

O modelo é a derivação da versão sedã (Cruze) que chegou ao País no ano passado. Mas, ao contrário do três-volumes, a proposta aqui é a esportividade. A começar pelas linhas da carroceria, que trazem personalidade própria.

Assim como no Kadett - talvez por isso a comparação de algumas pessoas - a caída do teto se estende até os pilares traseiros e a coluna C é bastante larga.

Ainda falando em design, o Sport6 (que é nove centímetros menor que a configuração sedã), caprichou no desenho das lanternas, estas, curiosamente, trazem as setas voltadas para a extremidade interior, contrariando o convencional. A luz de ré vai lá no para-choque.

Na frente, quem já conhece o Cruze não encontra nenhuma novidade. Continua se destacando a grade bipartida que ostenta a gravata dourada (logotipo da Chevrolet).

As rodas de 17 polegadas trazem desenho exclusivo de cinco raios. Mais um ponto para a esportividade! Isso, sem contar a nova cor vermelho chilli que você vê nas fotos... Uma pitadinha a mais de graça ao modelo.

Da porta para dentro a história é outra. Não espere bancos em formato de concha ou espaço para apenas quatro ocupantes. Apesar da proposta esportiva, o hatch médio conseguiu o casamento perfeito entre esportividade e conforto.

A ergonomia não é excelente, mas os ajustes do banco e volante (tanto em profundidade quanto em altura) permitem encontrar rapidamente a melhor posição para dirigir.

Vale ressaltar também a qualidade do acabamento e a funcionalidade a bordo. Entretenimento, sistemas de informação do veículo, climatização, tudo está ao alcance das mãos. E dos olhos! A tela central de sete polegadas inclui sistema de navegação - dentre as funções, o GPS indica o posto de combustível mais próximo quando o tanque do carro entra na reserva.

Na hora da viagem, fique tranquilo. Cabem 402 litros de bagagem no porta-malas.

Motor 1.8 faz bom trabalho

Tanto na versão LT quanto na LTZ (que você vê nesta página), o Cruze Sport6 carrega o motor 1.8 Ecotec6 de até 144 cv (quando abastecido com etanol).

Acionado pela tecla Start-Stop no painel, o bloco tem 18,9 mkgf de torque máximo a 3.800 rotações (também com o derivado da cana-de-açúcar no tanque) e rende um bom trabalho. O problema aqui são as trocas de marcha do câmbio automático de seis velocidades da versão avaliada, que, em alguns momentos, responde com certa imprecisão, aumentando o giro e elevando os níveis de ruídos. Melhor optar pelas trocas sequenciais. Mas o conjunto não deixa de agradar.

As suspensões são rígidas, indo ao encontro do apelo esportivo do modelo, e a direção elétrica progressiva responde perfeitamente quando o assunto é precisão.

Para proporcionar mais segurança a bordo, trabalham em conjunto os controles de tração e estabilidade. Os freios ABS com distribuição eletrônica da força de frenagem fazem parte da lista de série. No mais, bancos revestidos em couro, teto solar elétrico, retrovisor interno eletrocrômico, vidros elétricos, volante multifuncional, controlador de velocidade e CD player com MP3, USB, entrada auxiliar e bluetooth, fazem parte do pacote do hatch. Pelo modelo, o interessado precisa desembolsar R$ 79,4 mil.

Colocar o veículo na garagem também não é tarefa difícil. Na lista de série, há sensor de estacionamento e os retrovisores externos rebatem eletricamente.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;