Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 22 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Dez anos de arte e ousadia da Cia de Danças


Alessandro Soares
Do Diário do Grande ABC

22/05/2005 | 10:18


Há dez anos a Cia de Danças de Diadema formatou uma proposta inovadora e iniciou sua trajetória: formação de público e integração com a comunidade. Nesta semana, o grupo comemora a primeira década de uma existência que amadureceu e superou obstáculos. O Teatro Clara Nunes será o palco para o grupo comemorar o aniversário com seu público, além de receber atrações com entrada franca.

O teatro recém-reformado – e reinaugurado mês passado com a Cia de Danças apresentando Sala de Espera – foi também palco de estréia do grupo em 11 de maio de 1995, com Pierrô de Veias, coreografia do andreense Sandro Borelli. Ivonice Satie, fundadora, bailarina e diretora artística até 2003, lembra: “O público não esperava algo tão contemporâneo, tão vanguarda. Não começamos fazendo bê-a-bá; começamos formulando frases completas.”

O perfil pioneiro da Cia de Danças faz dela uma referência no Grande ABC em trabalho coletivo, artístico e social, e inspira outras formações, como a Quadra Cia de Dança e o Balé de Londrina, que se apresentarão nas comemorações. Mulheres do Eldorado, Mão na Roda e Danceato, grupos que se desenvolveram a partir da Cia de Danças também estarão na festa. “Será uma comemoração da dança em Diadema”, diz Ana Bottosso, diretora artística e bailarina da Cia de Danças, que apresenta domingo (29) a pré-estréia do 14º balé criado pelo grupo, Cá Tinha um Sonho que se Tornara Duas Pessoas.

Na quinta-feira (26), o público verá performances de Ivonice e Ana Bottosso, dos ex-assistentes de Ivonice na Cia de Danças, Borelli e Pedro Costa, e ainda de Luís Ferron, que está à frente do Mão na Roda, e de Rose Marie de Souza, diretora do Mulheres do Eldorado. A noite será especial para Ivonice.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Dez anos de arte e ousadia da Cia de Danças

Alessandro Soares
Do Diário do Grande ABC

22/05/2005 | 10:18


Há dez anos a Cia de Danças de Diadema formatou uma proposta inovadora e iniciou sua trajetória: formação de público e integração com a comunidade. Nesta semana, o grupo comemora a primeira década de uma existência que amadureceu e superou obstáculos. O Teatro Clara Nunes será o palco para o grupo comemorar o aniversário com seu público, além de receber atrações com entrada franca.

O teatro recém-reformado – e reinaugurado mês passado com a Cia de Danças apresentando Sala de Espera – foi também palco de estréia do grupo em 11 de maio de 1995, com Pierrô de Veias, coreografia do andreense Sandro Borelli. Ivonice Satie, fundadora, bailarina e diretora artística até 2003, lembra: “O público não esperava algo tão contemporâneo, tão vanguarda. Não começamos fazendo bê-a-bá; começamos formulando frases completas.”

O perfil pioneiro da Cia de Danças faz dela uma referência no Grande ABC em trabalho coletivo, artístico e social, e inspira outras formações, como a Quadra Cia de Dança e o Balé de Londrina, que se apresentarão nas comemorações. Mulheres do Eldorado, Mão na Roda e Danceato, grupos que se desenvolveram a partir da Cia de Danças também estarão na festa. “Será uma comemoração da dança em Diadema”, diz Ana Bottosso, diretora artística e bailarina da Cia de Danças, que apresenta domingo (29) a pré-estréia do 14º balé criado pelo grupo, Cá Tinha um Sonho que se Tornara Duas Pessoas.

Na quinta-feira (26), o público verá performances de Ivonice e Ana Bottosso, dos ex-assistentes de Ivonice na Cia de Danças, Borelli e Pedro Costa, e ainda de Luís Ferron, que está à frente do Mão na Roda, e de Rose Marie de Souza, diretora do Mulheres do Eldorado. A noite será especial para Ivonice.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;