Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 12 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Escritório do FBI em Riad falhou ao investigar pistas sobre 11/9


Da AFP

19/06/2005 | 17:17


Um grupo do Senado dos Estados Unidos investiga acusações sobre a negligência do escritório do FBI em Riad, capital da Arábia Saudita, que teria deixado de investigar milhares de pistas relacionadas aos ataques de 11 de setembro, informou a revista "Time" neste  domingo.

Embora o FBI dos Estados Unidos tenha enviado reforços a Riad pouco depois dos atentados, "parece que a equipe de Riad nunca seguiu o rastro nem investigou as milhares de pistas dadas pelos governos dos Estados Unidos e da Arábia Saudita", disse a revista.

O Comitê Jurídico do Senado pediu no dia 6 de junho ao diretor do FBI, Robert Mueller, informação sobre estas acusações. Um supervisor do FBI enviado à capital saudita quase um ano depois dos ataques contou que o escritório da agência em Riad estava completamente desorganizado, com montanhas de documentos empilhados.

O supervisor ordenou a destruição de milhares de papéis, incluindo muitos relacionados ao atentado de 11 de setembro, disse um funcionário do FBI ao Congresso.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Escritório do FBI em Riad falhou ao investigar pistas sobre 11/9

Da AFP

19/06/2005 | 17:17


Um grupo do Senado dos Estados Unidos investiga acusações sobre a negligência do escritório do FBI em Riad, capital da Arábia Saudita, que teria deixado de investigar milhares de pistas relacionadas aos ataques de 11 de setembro, informou a revista "Time" neste  domingo.

Embora o FBI dos Estados Unidos tenha enviado reforços a Riad pouco depois dos atentados, "parece que a equipe de Riad nunca seguiu o rastro nem investigou as milhares de pistas dadas pelos governos dos Estados Unidos e da Arábia Saudita", disse a revista.

O Comitê Jurídico do Senado pediu no dia 6 de junho ao diretor do FBI, Robert Mueller, informação sobre estas acusações. Um supervisor do FBI enviado à capital saudita quase um ano depois dos ataques contou que o escritório da agência em Riad estava completamente desorganizado, com montanhas de documentos empilhados.

O supervisor ordenou a destruição de milhares de papéis, incluindo muitos relacionados ao atentado de 11 de setembro, disse um funcionário do FBI ao Congresso.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;