Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Ceará e seus encantos arretados


Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

15/12/2005 | 09:09


Com 573 km de litoral, mais de 70 praias belíssimas, temperatura média de 27ºC e garantia de sol – e de boas risadas – em praticamente todos os dias do ano, o Ceará não poderia deixar de ser o destino número do Brasil em venda de pacotes. Também, pudera: em pouco mais de 146 mil km² de território, o Estado descortina uma variedade de atrativos e belezas naturais sem-igual. De um lado, os apelos de uma metrópole do quilate de Fortaleza; do outro, a beleza solitária de praias ainda pouco exploradas, encobertas pela fama de outros recantos falsamente rústicos, como as dunas de Jericoacoara e as falésias vermelhas de Canoa Quebrada. E enquanto nas cidades históricas do sertão a aridez dita o modo de vida de quem sobrevive à seca, em algumas reservas serranas, como a do Parque Nacional de Ubajara, grutas e cachoeiras esbanjam água em meio à mata nativa.

Para garantir a preservação de tão rico acervo de atrações, alguns projetos de revitalização turística prometem ser levados a cabo às custas do primeiro subempréstimo do Prodetur/NE II (Programa de Desenvolvimento do Turismo do Nordeste), no valor de US$ 21,9 milhões, concedido em agosto pelo Banco do Nordeste ao governo do Ceará. O valor total da primeira operação do Prodetur no Estado é de US$ 36,5 milhões, que deverão ser aplicados na urbanização de áreas turísticas, na recuperação de patrimônios históricos, em campanhas de sensibilização para o turismo e na capacitação e treinamento da população envolvida com o segmento, além de complementar as obras da rodovia Estruturante (CE-085), que liga Fortaleza ao Pólo Turístico de Iracema.

Outra iniciativa de investimento partiu da Redecard, que inaugurou, no último dia 8, a sinalização turística da praia de Canoa Quebrada, com 45 placas indicando pontos turísticos, pousadas, serviços públicos, mapas da localidade e informações sobre a praia, sua história e tradições.

E o Estado ainda aposta nos esportes de aventura como forma de diversificar sua oferta turística. No início de novembro, o governo promoveu o Brasil Adventure Show, feira especializada no segmento onde atividades como kitesurfe, windsurfe, esqui aquático, pesca e mergulho atraíram curiosos com a promessa de virar febre no próximo verão. Além do tradicional passeio de buggy por dunas de areia, o Estado ainda oferece excelentes condições para a prática do vôo livre em Quixadá, enquanto as cavernas, cachoeiras e trilhas da região serrana fazem a festa dos praticantes de rapel e trekking.

Seja “com” ou “sem emoção” – como diriam os chamados “bugreiros” –, o Ceará é tão vibrante quanto rico em contrastes, oferecendo de tudo um pouco: da simplicidade das noites de forró (quando estereótipos se confundem com a especificidade da cultura local) a bares sofisticados em que jazz, rock e MPB atendem a paladares diversos; da tradicional peixada à culinária francesa; da mística Juazeiro do Norte, com sua religiosidade e seus artistas populares, a uma cultura urbana em evidência. Tudo lá apresenta, enfim, múltiplas facetas. De singular, só mesmo a hospitalidade. Confira no quadro abaixo 25 atrações que não devem ficar de fora num roteiro pelo Estado.

25 atrações imperdíveis

FORTALEZA

Destino mais procurado pelos turistas nas agências, segundo pesquisa

do Ministério do Turismo, a capital cearense oferece um leque de atrações que vão das praias aos museus, da cultura ao artesanato e da boa mesa às

noites pra lá de arretadas. Caracterizada pelo mar verde-azulado, com ventos sempre presentes, Fortaleza é o destino certo para quem procura sol e diversão o ano inteiro.

1) Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Um dos melhores centros de cultura da cidade, reúne anfiteatro, oficinas de arte, cursos, museu, livraria, cinemas, cine-teatro, recreação, galerias, loja de artesanato, biblioteca, palco para shows, cafeteria e planetário. À noite, o espaço se transforma num dos pontos de agito da capital, com a animação dos diversos barzinhos que funcionam em casarões do século XIX. Endereço: Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema. Tel.: (0xx85) 3488-8600. Site: www.dragaodomar.org.br.

2) Feira de Iracema – As barracas que vendem o artesanato de todo o Estado são o chamariz da feira à beira-mar. Mas o que muitos nem desconfiam é que ali atrás, nos boxes da colônia de pescadores, pode-se beber uma cervejinha gelada com fartas porções de camarões e lagostas grelhadas a preços camaradas. Vez ou outra ainda aparece um repentista que, dependendo da qualidade do repertório, pode entreter ou irritar.

3) Peixada cearense – O prato típico do Estado é preparado com peixes abundantes no litoral, como pargo, pescada-amarela, beijupirá e robalo que, temperados com alho, sal, pimenta e limão, ganham o reforço de cenouras, cebolas, tomates, repolhos e batatas quando vão ao fogo em panela de barro. A delícia é finalizada com leite de coco natural e servida com pirão do próprio caldo do cozimento e arroz branco. Consta do cardápio de quase todos os restaurantes de comida regional. O mais badalado é o Cantinho do Faustino. Em toda a cidade, lagostas vendidas a preços razoavelmente módicos também são altamente recomendáveis, além das tapiocas. O Cantinho do Faustino fica na rua Delmiro Gouveia, 1.520, Varjota. Tel.: (0xx85) 3267-5348.

4) Central de Artesanato do Ceará (Ceart) – Um dos melhores lugares da cidade para garimpar bons produtos artesanais. Destaque para a produção de rendas, tradição que começou nos primeiros anos da colonização portuguesa. As mais conhecidas são as rendas de bilro, filé e labirinto aplicadas a toalhas de mesa, cortinas e roupas. Endereço: Av. Santos Dumont, 1.589 A, Aldeota. Tel.: (0xx85) 3101-1645.

5) Comida francesa – Pode-se dizer que quando o assunto é gastronomia francesa, o Ceará só perde para Rio de Janeiro e São Paulo. Três casas sustentam a fama: Nostradamus, Marcel e Lautrec. A primeira teve o cardápio elaborado por ninguém menos que Laurent Suaudeau, um dos grandes nomes da cozinha da terra de Napoleão no Brasil, um precursor. Já o segundo é uma filial do restaurante paulista. De linhagem clássica, serve suflês famosos, além de pratos à base de frutos do mar e cordeiros. O terceiro é um autêntico bistrô comandado pelo chef Hervé Tassigny, também proprietário. Ingredientes como foie gras e escargots são preparados com maestria. Nos três restaurantes a carta de vinhos traz opções da França e de países do novo mundo. O Nostradamus fica na rua Joaquim Nabuco, 166 (Flat Parthenon), Meireles; tel.: (0xx85) 3242-8500. O Marcel está localizado na avenida Historiador Raimundo Girão, 800 (Hotel Holiday Inn), Iracema; tel.: (0xx85) 3219-7246. E o endereço do Lautrec é avenida Dom Luís, 1.113, Shopping Bouganville, Aldeota; tel.: (0xx85) 3264-4020.

6) Praia do Futuro – Apesar de mais afastada da cidade, é a praia mais freqüentada pelos moradores porque é limpa, ao contrário da Praia de Iracema. Toda quinta-feira acontece a Noite do Caranguejo. A cidade inteira se reúne nas barracas para comer variadas iguarias feitas com o crustáceo, que é a estrela principal do cardápio no dia. Como complemento, música ao vivo, forró e os tradicionais shows de humor, marca registrada do Ceará, fazem a diversão dos turistas.

7) Segunda-feira do Pirata – Dizem por lá que é a segunda-feira mais animada do mundo. O New York Times classificou a noitada que inaugura a semana como a “segunda mais louca do mundo”. E quem há de duvidar do fenômeno que reúne mais de mil pessoas embaladas ao som de forró? O clima de azaração rola solto entre gringos, brasileiros de todo o país e os nativos. Nos últimos tempos um grande número de prostitutas se misturou aos turistas. Endereço: Rua dos Tabajaras, 325, praia de Iracema. Tel.: (0xx85) 4011-6161.

JERICOACOARA

Famosa além-fronteiras, é um dos mais cobiçados destinos praianos do Brasil. Razões para tanto não faltam: praias belíssimas, lagoas de águas de temperatura ideal, gente bonita e agitada vida noturna.

8) Windsurfe e kitesurfe – Os ventos fortes fazem da região a meca dos esportes a vela. Adeptos do kitesurfe e do windsurfe colorem as águas. É fácil alugar o equipamento e, para os leigos no assunto, é possível fazer aulas. Há até pousadas temáticas, como a Surfing Jeri, a Wind e a Ibirapuera, entre outras, que dispõem de instrutores e material.

9) Passeio de buggy – É o programa mais bacana durante o dia, a melhor maneira de conhecer a região. Rumo a Oeste, o passeio até a Lagoa de Tatajuba passa por ruínas da antiga vila de pescadores, rios e outras lagoas, onde é possível fazer passeios de barco e degustar pescados. A Leste, as lagoas Azul e Paraíso de Jijoca são as atrações. Vários bugueiros oferecem os serviços. O ideal é buscar indicações nas pousadas para não entrar em furada.

10) Pôr-do sol – Todos os dias, no fim de tarde, o movimento da Duna do Pôr-do-sol é intenso. Dezenas de pessoas sobem as areias para apreciar o poente, com direito a espetáculo de sandboard. Depois acontece uma roda de capoeira. Durante o mês de julho, porém, a duna ganha concorrente. A famosa Pedra Furada emoldura o sol que morre no mar. Um espetáculo de rara beleza.

11) Forró e outras noitadas – A vida noturna é regida pelo forró, que até batizou uma das principais ruas do vilarejo: a rua do Forró. O arrasta-pé vai até de manhã. Mas, a partir das 4h30, 5h, a turma parte para a Padaria Santo Antônio, quando começam a sair as perfumadas fornadas de pães diversos. O de coco é um dos mais pedidos. De lá, uns vão direto para a cama, outros preferem ver o nascer do sol.

AQUIRAZ

O ponto forte da primeira capital do Ceará são as praias de Iguape, Porto das Dunas, Presídio, Prainha e Batoque, de águas calmas e com temperatura morna. Destaque para a Ponta do Iguape, com bicas de água doce, e para a praia Barro Preto, que oferece um belíssimo cenário, formado por manguezais, coqueiros e carnaúbas.

12) Beach Park – A vista mais privilegiada da praia de Porto das Dunas reserva também o momento mais tenso do passeio no maior parque aquático do país. O toboágua Insano possui uma altura equivalente à de um prédio de 14 andares e proporciona uma queda livre de aproximadamente 100 km/h. O parque possui brinquedos para todas as faixas etárias. E quem não for adepto de fortes emoções pode aproveitar o restaurante à beira-mar. O espaço também conta com o Beach Park Suites Resort. Endereço: Rua Porto das Dunas, 2.734. Tel.: (0xx85) 4012-3000. Site: www.beachpark.com.br.

13) Centro das Rendeiras – É a oportunidade de conferir ao vivo o trabalho de uma rendeira cearense. Encontram-se renda, bordado, labirinto e lembranças do Estado. O centro possui unidades na Prainha – rua Desembargador Péricles Ribeiro, s/n, tel.: (0xx85) 3326-1015 – e na Praia de Iguape – tel.: (0xx85) 3370-1447.

BEBERIBE

Com 54 km de praias (destaque para Morro Branco, Praia das Fontes e Uruaú), lagos e falésias, a cidade ganhou fama nacional depois de ser cenário de novelas, filmes e programas de TV, como No Limite, da Rede Globo. Praias exóticas, o intenso verde do mar, as fontes de águas cristalinas, dunas, falésias, lagoas de água doce, coqueirais e as areias coloridas são o charme de Beberibe, que guarda a Lagoa do Uruaú como um de seus maiores tesouros.

14) Garrafas de areia – Perto da entrada da praia de Morro Branco encontra-se uma das principais atrações de Beberibe. No meio das dunas o turista percorre o Labirinto das Falésias, uma pequena caminhada por entre as fendas formadas dentro das falésias, que possuem diversas cores de areia em suas paredes. Delas é possível extrair até 12 tonalidades que servem para fazer artesanato local: o principal e mais famoso produto de exportação são as famosas garrafinhas com paisagens formadas pelas areias coloridas.

15) Hotel Bouganville – Mescla estilo europeu com obras de artesanato da região. Possui vista para o mar e acesso direto para a praia. Endereço: avenida A, lotes 3 e 4, quadra 20, praia das Fontes. Tel.: (0xx85) 3327-3037. Site: www.hotelbouganville.com.br.

CAPONGA

Principal núcleo de pesca da cidade de Cascavel, a pequena enseada caracteriza-se pelo mar calmo, com arrecifes, e pelo coqueiral que contorna os espelhos d‘água. Uma das atrações mais procuradas é a Barra da Caponga, formada pelo fluxo da maré. A praia oferece boa infra-estrutura para turistas, apesar de ainda possuir áreas sem ocupação.

16) Fabricação de rapadura – A localidade é famosa pela fabricação de rapadura. Pode-se acompanhar o processo artesanal de transformação da garapa da cana no doce adorado pelos nordestinos. O Estado tem tradição nos derivados da cana-de-açúcar, além da farta produção de pingas de marcas famosas como a Colonial e a Ypióca (que mantém um museu na cidade de Maranguape, a 30 km de Fortaleza). Suvenir certo na bagagem dos turistas também são as extravagantes garrafas de cachaça, recheadas de caranguejos e outros bichos, além das mais normais, curtidas com frutas.

CANOA QUEBRADA

Paraíso de hippies nos anos 70, a pequena vila é mundialmente conhecida pelo seu símbolo de meia lua e estrela. A Broadway, a rua principal, é pontilhada por lojinhas, bares, restaurantes e danceterias. É onde acontece todo o agito do lugar. A vila, situada sobre falésias, é movimentada dia e noite. Para chegar à praia é preciso descer a escada, pois uma grande falésia esconde o mar.

17) Praias – O litoral de Canoa Quebrada possui um mar verde, areia finíssima e é cheio de dunas e falésias avermelhadas, de até 30 m de altura. À noite, a luz da lua deixa o mar prateado. Todas as praias são belíssimas, como a Marjolândia, mas vale destacar a de Tremembé, que é repleta de coqueiros. Para se sentir um nativo, pode-se alugar uma jangada para dar uma voltinha pelo mar.

18) Passeio de buggy – Quem passar por Canoa Quebrada tem de fazer pelo menos um dos passeios de buggy, a maneira ideal de se conhecer a região. O primeiro percorre a orla até a praia de Ponta Grossa, atravessando praias desertas e falésias. O percurso passa pela Pousada Refúgio Dourado, onde o artista Toinho da Areia Colorida esculpiu passagens bíblicas na falésia – a principal é a chamada Criação dos Mundos. O outro acontece sempre no fim da tarde e leva os visitantes para ver o pôr-do-sol, no alto das dunas.

TRAIRI

Esse pedaço do litoral cearense está começando a ser descoberto pelos turistas. O cenário é de cinema, paradisíaco. Reúne coqueirais, dunas, lagos, mar e rios. As praias de Mundaú e Flexeiras são as mais estruturadas e um pouco mais movimentadas. A de Guajiru é a mais sossegada.

19) Orixás Art Hotel – É a filial de um hotel português que funciona em Sintra. O melhor hotel do Estado mistura o rústico com sofisticação e conforto. A construção foi totalmente integrada à natureza e o hóspede depara-se a todo momento com a vegetação em meio ao hotel, que mantém uma exposição permanente com quadros e esculturas. A charmosa decoração mescla os estilos africano, indígena, mediterrâneo e tropical asiático. Os preços são salgados. Endereço: rua da Praia, s/nº, praia de Flexeiras. Tel.: (0xx85) 3351-3114. Site: www.orixasclub.com.

CALENDÁRIO PORRETA

Segunda maior capital do Nordeste, Fortaleza abriga dois eventos importantes no calendário festeiro do Brasil: o Ceará Music é o Rock in Rio do Nordeste, reunindo bandas de expressão e muita gente jovem, além do Fortal, uma das principais micaretas do país.

20) Ceará Music Festival – Conta com apresentação de bandas nacionais e locais durante três dias. Acontece em outubro. Tel.: (0xx85) 3227-1917. Site: www.cearamusic.com.br.

21) Fortal – Carnaval fora de época que acontece há 14 anos, realizado sempre no último fim de semana de julho. Site: www.fortal.com.br.

GUARAMIRANGA

Remar contra a maré às vezes é produtivo. Quando todas as atenções do país estão voltadas às manifestações folclórico-culturais do Carnaval, a cidade serrana – pródiga em atributos ecológicos – promove um inusitado e badalado festival de jazz e blues. Entre um acorde e outro, a pedida é explorar as riquezas naturais da região.

22) Festival de Jazz e Blues – O sucesso foi tamanho que a programação estendeu-se a Fortaleza. É um dos principais eventos do gênero no Brasil, onde gente do gabarito de Stanley Jordan e Nuno Mindelis integram o elenco.

CUMBUCO

Praias maravilhosas, tranqüilas, com altíssimos coqueiros e dunas de areia bem branquinha, que se elevam a até 41 m. Atividade quase obrigatória é andar de buggy pelas dunas a perder de vista. Para os que curtem adrenalina, vale pedir o passeio “com emoção”. Na praia pode-se comprar artesanato como bordados, toalhas e trilhos de mesa.  

23) Pousada Lagoa do Banana – Decorada com objetos do artesanato regional, a pousada situa-se às margens da lagoa de mesmo nome, em meio a jardins repletos de árvores e flores. Oferece equipamentos para a prática de esportes náuticos. Endereço: estrada do Cumbuco/Salgado, Km 3, Caucaia. Tel.: (0xx85) 3301-1307. Site: www.lagoadobananahotel.com.

TAÍBA

O lugarejo ganhou projeção com o Festival de Escargot. Mas há também belas praias com dunas e recifes.

24) Festival de Escargot – No último fim de semana de agosto, a praça principal da cidade recebe centenas de turistas atraídos pela possibilidade de provar vários pratos com escargot, servidos pelos restaurantes locais que montam barracas.

JUAZEIRO DO NORTE

Tudo na cidade gira em torno do mítico personagem Padre Cícero, messias nordestino adorado em toda a região. Romeiros e peregrinos movimentam a cidade da Chapada do Araripe, onde há interessantes programas de apelo arqueológico e natural. O centro das atividades é a Estátua de Padre Cícero, localizada em um mirante com capela e museu.

25) Dia do Romeiro – No Dia de Finados, celebra-se o Dia do Romeiro, quando Juazeiro do Norte recebe mais de 500 mil pessoas. É o ponto culminante de quatro dias consecutivos de romarias. Dias 2 de fevereiro (Candeias), 24 de março (aniversário de Padre Cícero), 20 de julho (morte do religioso) e 15 de setembro (Dia de Nossa Senhora da Dores, padroeira da cidade), Juazeiro do Norte também é tomada por visitantes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ceará e seus encantos arretados

Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

15/12/2005 | 09:09


Com 573 km de litoral, mais de 70 praias belíssimas, temperatura média de 27ºC e garantia de sol – e de boas risadas – em praticamente todos os dias do ano, o Ceará não poderia deixar de ser o destino número do Brasil em venda de pacotes. Também, pudera: em pouco mais de 146 mil km² de território, o Estado descortina uma variedade de atrativos e belezas naturais sem-igual. De um lado, os apelos de uma metrópole do quilate de Fortaleza; do outro, a beleza solitária de praias ainda pouco exploradas, encobertas pela fama de outros recantos falsamente rústicos, como as dunas de Jericoacoara e as falésias vermelhas de Canoa Quebrada. E enquanto nas cidades históricas do sertão a aridez dita o modo de vida de quem sobrevive à seca, em algumas reservas serranas, como a do Parque Nacional de Ubajara, grutas e cachoeiras esbanjam água em meio à mata nativa.

Para garantir a preservação de tão rico acervo de atrações, alguns projetos de revitalização turística prometem ser levados a cabo às custas do primeiro subempréstimo do Prodetur/NE II (Programa de Desenvolvimento do Turismo do Nordeste), no valor de US$ 21,9 milhões, concedido em agosto pelo Banco do Nordeste ao governo do Ceará. O valor total da primeira operação do Prodetur no Estado é de US$ 36,5 milhões, que deverão ser aplicados na urbanização de áreas turísticas, na recuperação de patrimônios históricos, em campanhas de sensibilização para o turismo e na capacitação e treinamento da população envolvida com o segmento, além de complementar as obras da rodovia Estruturante (CE-085), que liga Fortaleza ao Pólo Turístico de Iracema.

Outra iniciativa de investimento partiu da Redecard, que inaugurou, no último dia 8, a sinalização turística da praia de Canoa Quebrada, com 45 placas indicando pontos turísticos, pousadas, serviços públicos, mapas da localidade e informações sobre a praia, sua história e tradições.

E o Estado ainda aposta nos esportes de aventura como forma de diversificar sua oferta turística. No início de novembro, o governo promoveu o Brasil Adventure Show, feira especializada no segmento onde atividades como kitesurfe, windsurfe, esqui aquático, pesca e mergulho atraíram curiosos com a promessa de virar febre no próximo verão. Além do tradicional passeio de buggy por dunas de areia, o Estado ainda oferece excelentes condições para a prática do vôo livre em Quixadá, enquanto as cavernas, cachoeiras e trilhas da região serrana fazem a festa dos praticantes de rapel e trekking.

Seja “com” ou “sem emoção” – como diriam os chamados “bugreiros” –, o Ceará é tão vibrante quanto rico em contrastes, oferecendo de tudo um pouco: da simplicidade das noites de forró (quando estereótipos se confundem com a especificidade da cultura local) a bares sofisticados em que jazz, rock e MPB atendem a paladares diversos; da tradicional peixada à culinária francesa; da mística Juazeiro do Norte, com sua religiosidade e seus artistas populares, a uma cultura urbana em evidência. Tudo lá apresenta, enfim, múltiplas facetas. De singular, só mesmo a hospitalidade. Confira no quadro abaixo 25 atrações que não devem ficar de fora num roteiro pelo Estado.

25 atrações imperdíveis

FORTALEZA

Destino mais procurado pelos turistas nas agências, segundo pesquisa

do Ministério do Turismo, a capital cearense oferece um leque de atrações que vão das praias aos museus, da cultura ao artesanato e da boa mesa às

noites pra lá de arretadas. Caracterizada pelo mar verde-azulado, com ventos sempre presentes, Fortaleza é o destino certo para quem procura sol e diversão o ano inteiro.

1) Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura – Um dos melhores centros de cultura da cidade, reúne anfiteatro, oficinas de arte, cursos, museu, livraria, cinemas, cine-teatro, recreação, galerias, loja de artesanato, biblioteca, palco para shows, cafeteria e planetário. À noite, o espaço se transforma num dos pontos de agito da capital, com a animação dos diversos barzinhos que funcionam em casarões do século XIX. Endereço: Rua Dragão do Mar, 81, Praia de Iracema. Tel.: (0xx85) 3488-8600. Site: www.dragaodomar.org.br.

2) Feira de Iracema – As barracas que vendem o artesanato de todo o Estado são o chamariz da feira à beira-mar. Mas o que muitos nem desconfiam é que ali atrás, nos boxes da colônia de pescadores, pode-se beber uma cervejinha gelada com fartas porções de camarões e lagostas grelhadas a preços camaradas. Vez ou outra ainda aparece um repentista que, dependendo da qualidade do repertório, pode entreter ou irritar.

3) Peixada cearense – O prato típico do Estado é preparado com peixes abundantes no litoral, como pargo, pescada-amarela, beijupirá e robalo que, temperados com alho, sal, pimenta e limão, ganham o reforço de cenouras, cebolas, tomates, repolhos e batatas quando vão ao fogo em panela de barro. A delícia é finalizada com leite de coco natural e servida com pirão do próprio caldo do cozimento e arroz branco. Consta do cardápio de quase todos os restaurantes de comida regional. O mais badalado é o Cantinho do Faustino. Em toda a cidade, lagostas vendidas a preços razoavelmente módicos também são altamente recomendáveis, além das tapiocas. O Cantinho do Faustino fica na rua Delmiro Gouveia, 1.520, Varjota. Tel.: (0xx85) 3267-5348.

4) Central de Artesanato do Ceará (Ceart) – Um dos melhores lugares da cidade para garimpar bons produtos artesanais. Destaque para a produção de rendas, tradição que começou nos primeiros anos da colonização portuguesa. As mais conhecidas são as rendas de bilro, filé e labirinto aplicadas a toalhas de mesa, cortinas e roupas. Endereço: Av. Santos Dumont, 1.589 A, Aldeota. Tel.: (0xx85) 3101-1645.

5) Comida francesa – Pode-se dizer que quando o assunto é gastronomia francesa, o Ceará só perde para Rio de Janeiro e São Paulo. Três casas sustentam a fama: Nostradamus, Marcel e Lautrec. A primeira teve o cardápio elaborado por ninguém menos que Laurent Suaudeau, um dos grandes nomes da cozinha da terra de Napoleão no Brasil, um precursor. Já o segundo é uma filial do restaurante paulista. De linhagem clássica, serve suflês famosos, além de pratos à base de frutos do mar e cordeiros. O terceiro é um autêntico bistrô comandado pelo chef Hervé Tassigny, também proprietário. Ingredientes como foie gras e escargots são preparados com maestria. Nos três restaurantes a carta de vinhos traz opções da França e de países do novo mundo. O Nostradamus fica na rua Joaquim Nabuco, 166 (Flat Parthenon), Meireles; tel.: (0xx85) 3242-8500. O Marcel está localizado na avenida Historiador Raimundo Girão, 800 (Hotel Holiday Inn), Iracema; tel.: (0xx85) 3219-7246. E o endereço do Lautrec é avenida Dom Luís, 1.113, Shopping Bouganville, Aldeota; tel.: (0xx85) 3264-4020.

6) Praia do Futuro – Apesar de mais afastada da cidade, é a praia mais freqüentada pelos moradores porque é limpa, ao contrário da Praia de Iracema. Toda quinta-feira acontece a Noite do Caranguejo. A cidade inteira se reúne nas barracas para comer variadas iguarias feitas com o crustáceo, que é a estrela principal do cardápio no dia. Como complemento, música ao vivo, forró e os tradicionais shows de humor, marca registrada do Ceará, fazem a diversão dos turistas.

7) Segunda-feira do Pirata – Dizem por lá que é a segunda-feira mais animada do mundo. O New York Times classificou a noitada que inaugura a semana como a “segunda mais louca do mundo”. E quem há de duvidar do fenômeno que reúne mais de mil pessoas embaladas ao som de forró? O clima de azaração rola solto entre gringos, brasileiros de todo o país e os nativos. Nos últimos tempos um grande número de prostitutas se misturou aos turistas. Endereço: Rua dos Tabajaras, 325, praia de Iracema. Tel.: (0xx85) 4011-6161.

JERICOACOARA

Famosa além-fronteiras, é um dos mais cobiçados destinos praianos do Brasil. Razões para tanto não faltam: praias belíssimas, lagoas de águas de temperatura ideal, gente bonita e agitada vida noturna.

8) Windsurfe e kitesurfe – Os ventos fortes fazem da região a meca dos esportes a vela. Adeptos do kitesurfe e do windsurfe colorem as águas. É fácil alugar o equipamento e, para os leigos no assunto, é possível fazer aulas. Há até pousadas temáticas, como a Surfing Jeri, a Wind e a Ibirapuera, entre outras, que dispõem de instrutores e material.

9) Passeio de buggy – É o programa mais bacana durante o dia, a melhor maneira de conhecer a região. Rumo a Oeste, o passeio até a Lagoa de Tatajuba passa por ruínas da antiga vila de pescadores, rios e outras lagoas, onde é possível fazer passeios de barco e degustar pescados. A Leste, as lagoas Azul e Paraíso de Jijoca são as atrações. Vários bugueiros oferecem os serviços. O ideal é buscar indicações nas pousadas para não entrar em furada.

10) Pôr-do sol – Todos os dias, no fim de tarde, o movimento da Duna do Pôr-do-sol é intenso. Dezenas de pessoas sobem as areias para apreciar o poente, com direito a espetáculo de sandboard. Depois acontece uma roda de capoeira. Durante o mês de julho, porém, a duna ganha concorrente. A famosa Pedra Furada emoldura o sol que morre no mar. Um espetáculo de rara beleza.

11) Forró e outras noitadas – A vida noturna é regida pelo forró, que até batizou uma das principais ruas do vilarejo: a rua do Forró. O arrasta-pé vai até de manhã. Mas, a partir das 4h30, 5h, a turma parte para a Padaria Santo Antônio, quando começam a sair as perfumadas fornadas de pães diversos. O de coco é um dos mais pedidos. De lá, uns vão direto para a cama, outros preferem ver o nascer do sol.

AQUIRAZ

O ponto forte da primeira capital do Ceará são as praias de Iguape, Porto das Dunas, Presídio, Prainha e Batoque, de águas calmas e com temperatura morna. Destaque para a Ponta do Iguape, com bicas de água doce, e para a praia Barro Preto, que oferece um belíssimo cenário, formado por manguezais, coqueiros e carnaúbas.

12) Beach Park – A vista mais privilegiada da praia de Porto das Dunas reserva também o momento mais tenso do passeio no maior parque aquático do país. O toboágua Insano possui uma altura equivalente à de um prédio de 14 andares e proporciona uma queda livre de aproximadamente 100 km/h. O parque possui brinquedos para todas as faixas etárias. E quem não for adepto de fortes emoções pode aproveitar o restaurante à beira-mar. O espaço também conta com o Beach Park Suites Resort. Endereço: Rua Porto das Dunas, 2.734. Tel.: (0xx85) 4012-3000. Site: www.beachpark.com.br.

13) Centro das Rendeiras – É a oportunidade de conferir ao vivo o trabalho de uma rendeira cearense. Encontram-se renda, bordado, labirinto e lembranças do Estado. O centro possui unidades na Prainha – rua Desembargador Péricles Ribeiro, s/n, tel.: (0xx85) 3326-1015 – e na Praia de Iguape – tel.: (0xx85) 3370-1447.

BEBERIBE

Com 54 km de praias (destaque para Morro Branco, Praia das Fontes e Uruaú), lagos e falésias, a cidade ganhou fama nacional depois de ser cenário de novelas, filmes e programas de TV, como No Limite, da Rede Globo. Praias exóticas, o intenso verde do mar, as fontes de águas cristalinas, dunas, falésias, lagoas de água doce, coqueirais e as areias coloridas são o charme de Beberibe, que guarda a Lagoa do Uruaú como um de seus maiores tesouros.

14) Garrafas de areia – Perto da entrada da praia de Morro Branco encontra-se uma das principais atrações de Beberibe. No meio das dunas o turista percorre o Labirinto das Falésias, uma pequena caminhada por entre as fendas formadas dentro das falésias, que possuem diversas cores de areia em suas paredes. Delas é possível extrair até 12 tonalidades que servem para fazer artesanato local: o principal e mais famoso produto de exportação são as famosas garrafinhas com paisagens formadas pelas areias coloridas.

15) Hotel Bouganville – Mescla estilo europeu com obras de artesanato da região. Possui vista para o mar e acesso direto para a praia. Endereço: avenida A, lotes 3 e 4, quadra 20, praia das Fontes. Tel.: (0xx85) 3327-3037. Site: www.hotelbouganville.com.br.

CAPONGA

Principal núcleo de pesca da cidade de Cascavel, a pequena enseada caracteriza-se pelo mar calmo, com arrecifes, e pelo coqueiral que contorna os espelhos d‘água. Uma das atrações mais procuradas é a Barra da Caponga, formada pelo fluxo da maré. A praia oferece boa infra-estrutura para turistas, apesar de ainda possuir áreas sem ocupação.

16) Fabricação de rapadura – A localidade é famosa pela fabricação de rapadura. Pode-se acompanhar o processo artesanal de transformação da garapa da cana no doce adorado pelos nordestinos. O Estado tem tradição nos derivados da cana-de-açúcar, além da farta produção de pingas de marcas famosas como a Colonial e a Ypióca (que mantém um museu na cidade de Maranguape, a 30 km de Fortaleza). Suvenir certo na bagagem dos turistas também são as extravagantes garrafas de cachaça, recheadas de caranguejos e outros bichos, além das mais normais, curtidas com frutas.

CANOA QUEBRADA

Paraíso de hippies nos anos 70, a pequena vila é mundialmente conhecida pelo seu símbolo de meia lua e estrela. A Broadway, a rua principal, é pontilhada por lojinhas, bares, restaurantes e danceterias. É onde acontece todo o agito do lugar. A vila, situada sobre falésias, é movimentada dia e noite. Para chegar à praia é preciso descer a escada, pois uma grande falésia esconde o mar.

17) Praias – O litoral de Canoa Quebrada possui um mar verde, areia finíssima e é cheio de dunas e falésias avermelhadas, de até 30 m de altura. À noite, a luz da lua deixa o mar prateado. Todas as praias são belíssimas, como a Marjolândia, mas vale destacar a de Tremembé, que é repleta de coqueiros. Para se sentir um nativo, pode-se alugar uma jangada para dar uma voltinha pelo mar.

18) Passeio de buggy – Quem passar por Canoa Quebrada tem de fazer pelo menos um dos passeios de buggy, a maneira ideal de se conhecer a região. O primeiro percorre a orla até a praia de Ponta Grossa, atravessando praias desertas e falésias. O percurso passa pela Pousada Refúgio Dourado, onde o artista Toinho da Areia Colorida esculpiu passagens bíblicas na falésia – a principal é a chamada Criação dos Mundos. O outro acontece sempre no fim da tarde e leva os visitantes para ver o pôr-do-sol, no alto das dunas.

TRAIRI

Esse pedaço do litoral cearense está começando a ser descoberto pelos turistas. O cenário é de cinema, paradisíaco. Reúne coqueirais, dunas, lagos, mar e rios. As praias de Mundaú e Flexeiras são as mais estruturadas e um pouco mais movimentadas. A de Guajiru é a mais sossegada.

19) Orixás Art Hotel – É a filial de um hotel português que funciona em Sintra. O melhor hotel do Estado mistura o rústico com sofisticação e conforto. A construção foi totalmente integrada à natureza e o hóspede depara-se a todo momento com a vegetação em meio ao hotel, que mantém uma exposição permanente com quadros e esculturas. A charmosa decoração mescla os estilos africano, indígena, mediterrâneo e tropical asiático. Os preços são salgados. Endereço: rua da Praia, s/nº, praia de Flexeiras. Tel.: (0xx85) 3351-3114. Site: www.orixasclub.com.

CALENDÁRIO PORRETA

Segunda maior capital do Nordeste, Fortaleza abriga dois eventos importantes no calendário festeiro do Brasil: o Ceará Music é o Rock in Rio do Nordeste, reunindo bandas de expressão e muita gente jovem, além do Fortal, uma das principais micaretas do país.

20) Ceará Music Festival – Conta com apresentação de bandas nacionais e locais durante três dias. Acontece em outubro. Tel.: (0xx85) 3227-1917. Site: www.cearamusic.com.br.

21) Fortal – Carnaval fora de época que acontece há 14 anos, realizado sempre no último fim de semana de julho. Site: www.fortal.com.br.

GUARAMIRANGA

Remar contra a maré às vezes é produtivo. Quando todas as atenções do país estão voltadas às manifestações folclórico-culturais do Carnaval, a cidade serrana – pródiga em atributos ecológicos – promove um inusitado e badalado festival de jazz e blues. Entre um acorde e outro, a pedida é explorar as riquezas naturais da região.

22) Festival de Jazz e Blues – O sucesso foi tamanho que a programação estendeu-se a Fortaleza. É um dos principais eventos do gênero no Brasil, onde gente do gabarito de Stanley Jordan e Nuno Mindelis integram o elenco.

CUMBUCO

Praias maravilhosas, tranqüilas, com altíssimos coqueiros e dunas de areia bem branquinha, que se elevam a até 41 m. Atividade quase obrigatória é andar de buggy pelas dunas a perder de vista. Para os que curtem adrenalina, vale pedir o passeio “com emoção”. Na praia pode-se comprar artesanato como bordados, toalhas e trilhos de mesa.  

23) Pousada Lagoa do Banana – Decorada com objetos do artesanato regional, a pousada situa-se às margens da lagoa de mesmo nome, em meio a jardins repletos de árvores e flores. Oferece equipamentos para a prática de esportes náuticos. Endereço: estrada do Cumbuco/Salgado, Km 3, Caucaia. Tel.: (0xx85) 3301-1307. Site: www.lagoadobananahotel.com.

TAÍBA

O lugarejo ganhou projeção com o Festival de Escargot. Mas há também belas praias com dunas e recifes.

24) Festival de Escargot – No último fim de semana de agosto, a praça principal da cidade recebe centenas de turistas atraídos pela possibilidade de provar vários pratos com escargot, servidos pelos restaurantes locais que montam barracas.

JUAZEIRO DO NORTE

Tudo na cidade gira em torno do mítico personagem Padre Cícero, messias nordestino adorado em toda a região. Romeiros e peregrinos movimentam a cidade da Chapada do Araripe, onde há interessantes programas de apelo arqueológico e natural. O centro das atividades é a Estátua de Padre Cícero, localizada em um mirante com capela e museu.

25) Dia do Romeiro – No Dia de Finados, celebra-se o Dia do Romeiro, quando Juazeiro do Norte recebe mais de 500 mil pessoas. É o ponto culminante de quatro dias consecutivos de romarias. Dias 2 de fevereiro (Candeias), 24 de março (aniversário de Padre Cícero), 20 de julho (morte do religioso) e 15 de setembro (Dia de Nossa Senhora da Dores, padroeira da cidade), Juazeiro do Norte também é tomada por visitantes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;