Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Volpi: obras na boca da urna

Prefeito de Ribeirão Pires diz que cronograma de inaugurações é coincidência


Erica Martin
Do Diário do Grande ABC

31/07/2012 | 07:00


 

O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PV), irá inaugurar pelo menos três obras até outubro. No entanto, segundo ele, o cronograma não tem relação com as eleições municipais que, neste ano, terá o vice-prefeito, Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS), como o candidato da chapa governista ao Paço.

"Ao inaugurar qualquer obra, antes da eleição, é normal (a gestão em vigência) ganhar visibilidade. Mas é coincidência, a campanha não está calcada nisso, não estamos acelerando nenhuma obra por conta das eleições. Até porque, ao adiantar as entregas, sempre acaba faltando alguma coisa. A UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas) está quase pronta, mas não vou inaugurar agora. Ainda estão sendo testadas a luz e a água", disse.

Segundo o prefeito, a UPA que está sendo instalada nas dependências de um novo hospital, ainda em construção na Estrada da Colônia - localizada entre os bairros Santo Bertoldo e Santa Luzia - tem previsão para ser entregue à população no início de setembro. Entretanto, a abertura da unidade já foi adiada algumas vezes. A administração chegou a datar maio e junho passados como o período de entrega.

O Atende Fácil, que está localizado próximo à rodoviária nova e que oferecerá serviços similares ao Poupatempo, terá as portas abertas no máximo até o mês setembro. De acordo com Volpi, até os móveis já estão à disposição no local.

Além disso, vários pontos da cidade estão ganhando asfalto novo. Neste momento, as máquinas estão trabalhando na Avenida Humberto de Campos, principal via de acesso à Mauá e Santo André.

O Centro de Exposições e História de Ribeirão Pires, construído no mesmo espaço onde está localizado o prédio da Prefeitura, também está previsto para ser inaugurado em setembro, mas segundo Volpi, o cronograma de entrega sofrerá alterações e a obra poderá ficar para depois das eleições. "Acho que vai ficar para outubro ou novembro".

 

PARA DEPOIS

A UBS (Unidade Básica de Saúde) que ficará no Centro Alto e o Complexo Hospitalar da Santa Luzia - que abrigará a UPA - são as únicas obras que a administração atual não entregará antes das eleições. De acordo com Volpi, a UBS já está pronta, mas ainda faltam ajustes, como a contratação de médicos e a instalação de equipamentos. Por conta disso, a inauguração só deve acontecer a partir de novembro.

A abertura do Centro Hospitalar da Santa Luzia, onde ficará a UPA, ficará para o próximo prefeito. O local está previsto para abrir as portas em março de 2013.

 

SAÚDE

A construção do Centro Hospitalar e da UBS é um indicativo que os principais projetos da cidade estão relacionadas à Saúde - alvo de críticas dos adversários de Dedé nas eleições. Isso porque a Saúde municipal estava na mão de ONGs até junho deste ano, quando foi reassumida pela Prefeitura após denúncias de desvios de recursos.

Nós mexemos muito (na Saúde) porque havia necessidade por conta de um erro cometido lá atrás. Foi uma necessidade mexer e municipalizar", falou Volpi.

Questionado se as obras do município podem beneficiar sua posição nas urnas, Dedé desconversou. "Evidentemente, como sou o candidato ao governo, tenho o ônus e o bônus. Ao carregar coisas boas (da gestão) elas poderão ser refletidas positivamente lá na frente."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Volpi: obras na boca da urna

Prefeito de Ribeirão Pires diz que cronograma de inaugurações é coincidência

Erica Martin
Do Diário do Grande ABC

31/07/2012 | 07:00


 

O prefeito de Ribeirão Pires, Clóvis Volpi (PV), irá inaugurar pelo menos três obras até outubro. No entanto, segundo ele, o cronograma não tem relação com as eleições municipais que, neste ano, terá o vice-prefeito, Edinaldo de Menezes, o Dedé (PPS), como o candidato da chapa governista ao Paço.

"Ao inaugurar qualquer obra, antes da eleição, é normal (a gestão em vigência) ganhar visibilidade. Mas é coincidência, a campanha não está calcada nisso, não estamos acelerando nenhuma obra por conta das eleições. Até porque, ao adiantar as entregas, sempre acaba faltando alguma coisa. A UPA (Unidade de Pronto Atendimento 24 horas) está quase pronta, mas não vou inaugurar agora. Ainda estão sendo testadas a luz e a água", disse.

Segundo o prefeito, a UPA que está sendo instalada nas dependências de um novo hospital, ainda em construção na Estrada da Colônia - localizada entre os bairros Santo Bertoldo e Santa Luzia - tem previsão para ser entregue à população no início de setembro. Entretanto, a abertura da unidade já foi adiada algumas vezes. A administração chegou a datar maio e junho passados como o período de entrega.

O Atende Fácil, que está localizado próximo à rodoviária nova e que oferecerá serviços similares ao Poupatempo, terá as portas abertas no máximo até o mês setembro. De acordo com Volpi, até os móveis já estão à disposição no local.

Além disso, vários pontos da cidade estão ganhando asfalto novo. Neste momento, as máquinas estão trabalhando na Avenida Humberto de Campos, principal via de acesso à Mauá e Santo André.

O Centro de Exposições e História de Ribeirão Pires, construído no mesmo espaço onde está localizado o prédio da Prefeitura, também está previsto para ser inaugurado em setembro, mas segundo Volpi, o cronograma de entrega sofrerá alterações e a obra poderá ficar para depois das eleições. "Acho que vai ficar para outubro ou novembro".

 

PARA DEPOIS

A UBS (Unidade Básica de Saúde) que ficará no Centro Alto e o Complexo Hospitalar da Santa Luzia - que abrigará a UPA - são as únicas obras que a administração atual não entregará antes das eleições. De acordo com Volpi, a UBS já está pronta, mas ainda faltam ajustes, como a contratação de médicos e a instalação de equipamentos. Por conta disso, a inauguração só deve acontecer a partir de novembro.

A abertura do Centro Hospitalar da Santa Luzia, onde ficará a UPA, ficará para o próximo prefeito. O local está previsto para abrir as portas em março de 2013.

 

SAÚDE

A construção do Centro Hospitalar e da UBS é um indicativo que os principais projetos da cidade estão relacionadas à Saúde - alvo de críticas dos adversários de Dedé nas eleições. Isso porque a Saúde municipal estava na mão de ONGs até junho deste ano, quando foi reassumida pela Prefeitura após denúncias de desvios de recursos.

Nós mexemos muito (na Saúde) porque havia necessidade por conta de um erro cometido lá atrás. Foi uma necessidade mexer e municipalizar", falou Volpi.

Questionado se as obras do município podem beneficiar sua posição nas urnas, Dedé desconversou. "Evidentemente, como sou o candidato ao governo, tenho o ônus e o bônus. Ao carregar coisas boas (da gestão) elas poderão ser refletidas positivamente lá na frente."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;