Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

EUA e aliados da Apec procuram dinheiro escondido do terrorismo


Da AFP

06/09/2002 | 11:08


Os Estados Unidos e seus aliados da Apec estão dispostos nesta sexta-feira a se lançar numa segunda e mais complexa etapa do rastreamento das fontes financeiras do terrorismo, com um "plano de ação" para interceptar o dinheiro escondido que não transita pelas redes bancárias.

"Nesta segunda fase, iremos além da designação de entidades terroristas e do bloqueio do dinheiro no setor bancário formal, para nos concentrarmos em localizar o financiamento do terrorismo através de canais informais", disse nesta quinta-feira ao secretário do Tesouro americano Paul O'Neill, diante de 21 autoridades financeiras da Apec.

Nesta sexta-feira, depois de reuniões bilaterais e com o setor privado, os ministros que participam da reunião do Mecanismo de Cooperação Ásia Pacífico (Apec) serão recebidos pelo presidente mexicano Vicente Fox, que encerrá os trabalhos da conferência.

A luta contra o terrorismo foi tema central dos debates, disse O'Neill aos jornalistas, aos quais garantiu que o "plano de ação" proposto será aprovado com certeza no encerramento dos trabalhos.

Estas são as três propostas principais, analisadas por especialistas nos últimos meses, disse esta autoridade americana:

- apertar o cerco em torno das organizações de caridade islâmicas e das 'hawalas', como se chama as redes informais utilizadas por trabalhadores estrangeiros para transferir fundos entre países, principalmente na Ásia Central e Sudeste asiático.

- cortar o acesso dos terroristas ao sistema financeiro através do bloqueio de seus bens e de seus colaboradores.

- unir forças entre o setor privado e público, implementando padrões elaborados pelas Nações Unidas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;