Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Calor faz coleções de inverno e verão dividirem as vitrines


Hugo Cilo
Do Diário do Grande ABC

23/08/2005 | 08:24


A chegada do calor – com sol forte, a temperatura alcançou segunda-feira 28,7 graus na região – em meio ao inverno – que só termina em 23 de setembro – instalou um cenário atípico nas vitrines das lojas de confecções da região. A coleção primavera-verão, que já começou a chegar, divide espaço com a encalhada linha outono-inverno. Ambas com preços promocionais.

Enquanto tentam desovar estoques e reduzir o prejuízo causado pelo inverno curto deste ano, lojistas expõem roupas de calor também com descontos para atrair o consumidor. E a estratégia começa a dar resultado.

Na loja Leporello, no Shopping Metrópole, em São Bernardo, as vendas estão cerca de 15% maiores em relação à mesma época do ano passado. Além do fator climático, preços achatados e planos de pagamento esticados são grandes atrativos para o consumidor, segundo a gerente Lucimeire Gomes.

"Nossa clientela está dividida. Metade dos que entram na loja vêm para aproveitar os preços baixos dos artigos de inverno, e a outra parte busca garantir boas compras no começo da coleção de verão, com mais variedade e valores mais em conta", explica a gerente.

Para ela, a decisão de deixar na vitrine as duas coleções foi acertada. "Tivemos um inverno muito ruim em vendas. Os poucos dias de frio não foram suficientes para que pudéssemos desovar todo o estoque. Por isso, enquanto não vender tudo, os artigos típicos do frio vão continuar em exposição", completa Lucimeire. "Mas nesse ritmo de vendas acredito que a coleção de inverno não durará mais 30 dias."

A Arezzo do Shopping ABC, em Santo André, antecipou a linha de verão para tirar proveito do calor antecipado. "Dentro do nosso segmento, fomos os primeiros a trazer a coleção primavera-verão. Já estamos com estoques novos enquanto a concorrência ainda faz liquidações de inverno. Por isso, nossa antecipação estimulou muita gente a comprar produtos típicos de calor, em especial sandálias, antes de o calor chegar para valer", avalia Carla Hitomi Yogi, gerente da loja. Para ela, a combinação calor, preço baixo e produtos inéditos deve ampliar em até 20% o faturamento da nova linha no confronto com a coleção primavera-verão de 2004.

Manter a variedade em exposição também é a aposta da Gasoline Moda Feminina, no Shopping Metrópole. A loja adiantou em duas semanas as compras da nova coleção. "Decidimos comprar antes mesmo do Dia dos Pais, com preços melhores, para também vender mais barato nesse início de coleção. Apesar de as vendas ainda estarem fracas, esperamos comercializar nesse segundo semestre de 12% a 13% mais que com a coleção primavera-verão do ano passado", diz a gerente Valéria Oliveira Dantas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;