Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Policiais rodoviários fazem greve de fome em Brasília


Do Diário do Grande ABC

21/11/2000 | 00:50


Dois policiais rodoviários federais de Brasília iniciaram nesta segunda-feira uma greve de fome para protestar pelo pagamento da Gratificaçao por Operaçoes Especiais (GOE), negada a soldados da Polícia Rodoviária Federal. Eles estao acampados em frente ao ministério da Justiça e até alugaram um banheiro biológico (cabine móvel) para ficar no local.

O ministro da Justiça, José Gregori, divulgou nota repudiando o protesto. Ele afirma que a manifestaçao é "isolada" e desnecessária. O documento diz ainda que o reajuste é inviável, já que os cofres públicos nao têm condiçoes de saldá-lo.

A GOE havia sido suspensa para as polícias Civil e Militar do Distrito Federal, mas as duas corporaçoes entraram na Justiça e conseguiram reverter o resultado. A Polícia Rodoviária Federal tentou a mesma medida nos tribunais, mas foi derrotada.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Policiais rodoviários fazem greve de fome em Brasília

Do Diário do Grande ABC

21/11/2000 | 00:50


Dois policiais rodoviários federais de Brasília iniciaram nesta segunda-feira uma greve de fome para protestar pelo pagamento da Gratificaçao por Operaçoes Especiais (GOE), negada a soldados da Polícia Rodoviária Federal. Eles estao acampados em frente ao ministério da Justiça e até alugaram um banheiro biológico (cabine móvel) para ficar no local.

O ministro da Justiça, José Gregori, divulgou nota repudiando o protesto. Ele afirma que a manifestaçao é "isolada" e desnecessária. O documento diz ainda que o reajuste é inviável, já que os cofres públicos nao têm condiçoes de saldá-lo.

A GOE havia sido suspensa para as polícias Civil e Militar do Distrito Federal, mas as duas corporaçoes entraram na Justiça e conseguiram reverter o resultado. A Polícia Rodoviária Federal tentou a mesma medida nos tribunais, mas foi derrotada.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;