Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 3 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Técnicos inspecionam prédio interditado


Do Diário do Grande ABC

14/01/1999 | 11:02


Técnicos do Instituto de Criminalística estao fazendo uma inspeçao no edifício Elmo, na rua Cardoso de Almeida, em Perdizes, Sao Paulo, que está interditado desde a última terça-feira por correr o risco de desabar, segundo laudos entregues ao Contru.

Os técnicos estao vistoriando o apartamento 21, que é acusado de causar o problema. O parecer preliminar deve sair em algumas horas, mas o laudo definitivo levará 30 dias para ficar pronto.

Segundo o morador do apartamento 11, uma reforma no apartamento 21 causou inúmeras rachaduras que estariam compromentendo a estrutura do prédio, o que é confirmado por três laudos entregues ao Contru.

Mas na última quarta-feira a empresa Veirano Serviços de Engenharia entregou um quarto laudo dizendo que o prédio nao oferece qualquer risco à vida dos moradores.

O síndico e os moradores do edifício nao acreditam no risco de desabamento e dizem que se trata apenas de uma briga de moradores.

O Contru enviou um pedido de força policial para desocupar o prédio à Secretaria da Segurança Pública do Estado, já que os moradores se recusam a deixá-lo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Técnicos inspecionam prédio interditado

Do Diário do Grande ABC

14/01/1999 | 11:02


Técnicos do Instituto de Criminalística estao fazendo uma inspeçao no edifício Elmo, na rua Cardoso de Almeida, em Perdizes, Sao Paulo, que está interditado desde a última terça-feira por correr o risco de desabar, segundo laudos entregues ao Contru.

Os técnicos estao vistoriando o apartamento 21, que é acusado de causar o problema. O parecer preliminar deve sair em algumas horas, mas o laudo definitivo levará 30 dias para ficar pronto.

Segundo o morador do apartamento 11, uma reforma no apartamento 21 causou inúmeras rachaduras que estariam compromentendo a estrutura do prédio, o que é confirmado por três laudos entregues ao Contru.

Mas na última quarta-feira a empresa Veirano Serviços de Engenharia entregou um quarto laudo dizendo que o prédio nao oferece qualquer risco à vida dos moradores.

O síndico e os moradores do edifício nao acreditam no risco de desabamento e dizem que se trata apenas de uma briga de moradores.

O Contru enviou um pedido de força policial para desocupar o prédio à Secretaria da Segurança Pública do Estado, já que os moradores se recusam a deixá-lo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;