Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Setor automotivo segue confiante

Possível pacote econômico não reduz ritmo de negócios das montadoras


Marcelo Monegato
Do Diário do Grande ABC

09/02/2011 | 07:16


O mercado automobilístico brasileiro continua com o pé no acelerador. Mesmo com a expectativa em torno de um possível anúncio de novas medidas econômicas, que podem comprometer o crédito destinado ao financimento do setor, as montadoras não devem diminuir o ritmo dos negócios no País.

De acordo com o consultor de mercado Paulo Roberto Garbossa, as vendas em janeiro deixaram claro que o setor deverá crescer entre 5% e 5,5% como projetado neste ano. "A tendência é de crescimento. O pacote em nada deve afetar as vendas internas", declarou o especialista.

BALANÇO

Dados da Anfavea (Associação Nacional dos Veículos Automotores) divulgados anteontem revelaram que em janeiro foram emplacados 244,9 mil veículos, crescimento de 14,8% em relação ao mesmo período do ano passado, mas queda de 35,8% em comparação a dezembro.

"É uma redução esperada, já que começo de ano todos têm IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano), IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) e escola das crianças para pagar", exaltou Garbossa.

Para a consultora Letícia Costa, o temor não se justifica. "Não há nenhum indício de que a presidente (Dilma Rousseff) mexa no mercado interno", analisou. "Primeiro é preciso esperar para saber quais serão realmente as decisões econômicas", completou.

COMPETITIVIDADE

Para Garbossa, uma medida econômica interessante seria encontrar uma maneira de transformar os carros brasileiros atraentes para o mercado externo.

"Temos uma capacidade de produção de 4,5 milhões de veículos e um mercado que consome 3,4 milhões. Precisamos tornar essa ociosidade atraente para outros mercados", explicou o consultor.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;