Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Brasil deve encerrar ano com 200 mi de celulares

Hoje existem 197,5 mi, mais
do que um telefone por habitante


Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

22/12/2010 | 07:05


O Brasil deve encerrar o ano com mais de 200 milhões de celulares. Até novembro, o mercado brasileiro já contabiliza 197,53 milhões de linhas ativas, conforme levantamento divulgado ontem pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O total de telefones móveis já supera em 3,5% a população brasileira, que, de acordo com o Censo 2010, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é de 190,7 milhões. Ou seja, já existe mais de um celular por habitante.

Na prática, isso não significa que todos os brasileiros possuem uma linha telefônica de celular. Mas que muita gente tem mais de um número. É o caso da professora Mariluci de Morais, que ganhou um outro chip de sua operadora, e aproveitou para colocá-lo em um aparelho antigo. "Um número eu uso para falar com amigos e família e, o outro, é somente para uso profissional. Assim não misturo os assuntos", diz.

Como dezembro é o melhor mês de vendas para as operadoras, por conta do Natal, a marca de 197,5 milhões deve ser facilmente ultrapassada, pois só em novembro ocorreram 3,09 milhões de novas habilitações.

A Anatel destaca, também, que já há mais de um celular por habitante nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

SERVIÇO - No ranking por tipo de plano de serviço, os celulares pré-pagos lideram. Dos 197,5 milhões de aparelhos, 162,4 milhões operam dentro desse sistema, o que representa 82,21% do total. Os pós-pagos somam 35,1 milhões de celulares, ou seja, 17,79% do total.

A partir deste mês, a Anatel divulga a consolidação dos números por tecnologia, o que permitirá acompanhar a evolução da banda larga móvel no Brasil, que no mês passado contabilizou 19,45 milhões de acessos ou 9,85% da base total de celulares.

A líder nesse segmento é a Claro, com 39,83%. Na sequência, figuram Vivo (32,10%), TIM (22,26%), Oi (5,47%), CTBC (0,33%) e Sercomtel (0,02%). Ao analisar a base total de assinantes do SMP (Serviço Móvel Pessoal), contudo, a Vivo mantém a liderança, com 29,8%.

Considerando o estoque de celulares ao final de novembro, o Brasil tem 101,96 celulares para cada 100 habitantes, com maior densidade no Centro-Oeste, Sudeste e Sul do País.

O Centro-Oeste tem 17,2 milhões de celulares, o que representa 121,83 terminais por habitante. Na região Sudeste, que terminou novembro com 90,7 milhões de celulares, há 111,82 aparelhos por habitante. No Sul do Brasil, a Anatel contabiliza 29,4 milhões de telefones móveis, o que significa 105,28 celulares por habitante. (com AE)



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Brasil deve encerrar ano com 200 mi de celulares

Hoje existem 197,5 mi, mais
do que um telefone por habitante

Soraia Abreu Pedrozo
Do Diário do Grande ABC

22/12/2010 | 07:05


O Brasil deve encerrar o ano com mais de 200 milhões de celulares. Até novembro, o mercado brasileiro já contabiliza 197,53 milhões de linhas ativas, conforme levantamento divulgado ontem pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações).

O total de telefones móveis já supera em 3,5% a população brasileira, que, de acordo com o Censo 2010, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), é de 190,7 milhões. Ou seja, já existe mais de um celular por habitante.

Na prática, isso não significa que todos os brasileiros possuem uma linha telefônica de celular. Mas que muita gente tem mais de um número. É o caso da professora Mariluci de Morais, que ganhou um outro chip de sua operadora, e aproveitou para colocá-lo em um aparelho antigo. "Um número eu uso para falar com amigos e família e, o outro, é somente para uso profissional. Assim não misturo os assuntos", diz.

Como dezembro é o melhor mês de vendas para as operadoras, por conta do Natal, a marca de 197,5 milhões deve ser facilmente ultrapassada, pois só em novembro ocorreram 3,09 milhões de novas habilitações.

A Anatel destaca, também, que já há mais de um celular por habitante nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul.

SERVIÇO - No ranking por tipo de plano de serviço, os celulares pré-pagos lideram. Dos 197,5 milhões de aparelhos, 162,4 milhões operam dentro desse sistema, o que representa 82,21% do total. Os pós-pagos somam 35,1 milhões de celulares, ou seja, 17,79% do total.

A partir deste mês, a Anatel divulga a consolidação dos números por tecnologia, o que permitirá acompanhar a evolução da banda larga móvel no Brasil, que no mês passado contabilizou 19,45 milhões de acessos ou 9,85% da base total de celulares.

A líder nesse segmento é a Claro, com 39,83%. Na sequência, figuram Vivo (32,10%), TIM (22,26%), Oi (5,47%), CTBC (0,33%) e Sercomtel (0,02%). Ao analisar a base total de assinantes do SMP (Serviço Móvel Pessoal), contudo, a Vivo mantém a liderança, com 29,8%.

Considerando o estoque de celulares ao final de novembro, o Brasil tem 101,96 celulares para cada 100 habitantes, com maior densidade no Centro-Oeste, Sudeste e Sul do País.

O Centro-Oeste tem 17,2 milhões de celulares, o que representa 121,83 terminais por habitante. Na região Sudeste, que terminou novembro com 90,7 milhões de celulares, há 111,82 aparelhos por habitante. No Sul do Brasil, a Anatel contabiliza 29,4 milhões de telefones móveis, o que significa 105,28 celulares por habitante. (com AE)

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;