Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Ska Maria Pastora: revelação instrumental



29/06/2010 | 07:00


Durante a apresentação no Bleecker St., na Vila Madalena, em São Paulo, nove jovens sobem ao palco e, já nas primeiras notas, embaladas por um naipe de metais imponente e afinadíssimos, agitam o público com suas composições cheias de ritmo e suingue. Estamos falando do Ska Maria Pastora, grupo instrumental formado em 2008, em Olinda, no Pernambuco.

Segundo Deco Trombone, como o próprio nome já diz, trombonista do grupo, os integrantes sempre se juntavam para "tirar um som", e pensavam em manter aqueles encontros como forma de esquentar as "turbinas instrumentais". Foi desses encontros que nasceu a banda. "Percebemos que tínhamos interesses em comum e também que os ritmos jamaicanos e do frevo se casavam." Formada por Leo Oroska (percussão), Deco Trombone, Victor Magall, (guitarra) Jayme Monteiro (guitarra), Sanzyo Rafael (bateria), Leo Vinesof (teclado), Valdir Pereira (baixo), Augusto França (trompete) e Edson Faro (sax) o grupo tenta driblar a agenda para assumir, além da banda, outros projetos musicais.

Influenciada por Capiba e Nelson Ferreira, importantes figuras do frevo pernambucano, e pela banda The Skatalites, principal expoente do ska, gênero musical que teve sua origem na Jamaica dos anos 1950, combinando elementos caribenhos, como o mento e o calipso, e norte-americanos como o jazz, jump blues e rhythm and blues, a Ska Maria Pastora usa as harmonias de clássicos do frevo para envenenar esse segmento da música jamaicana, produções que podem ser conferidas no Myspace da banda www.myspace.com/skamariapastora1.

O resultado é uma música efervescente, dançante e totalmente contemporânea para chacoalhar qualquer pessoa presente em suas aparições por bares e casas de shows de todo o País. O grupo tem uma unidade excepcional, eles conversam entre si com apenas um toque instrumental. "Temos muita sintonia, isso facilita a presença de palco", complementa Deco. Ele ainda diz que a intenção da banda é se manter assim, totalmente instrumental. "Se colocarmos vocal na banda perderá todo o sentido da proposta".

A Ska Maria Pastora está no momento de finalização do seu primeiro disco. No repertório a maior parte das composições é autoral. O grupo também apostou em duas releituras bem interessantes, a música "Cabelo de Fogo" (Maestro Nunes), e o "Hino do Elefante de Olinda" (Clídio Nigro), clássicos frevos pernambucanos.

Com produção de Yuri Queiroga, o trabalho poderá ser conferido no início do próximo semestre.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;