Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

São Paulo tenta retornar aos trilhos

Desfigurada, equipe visita o Goiás nesta quarta, às 21h50,
no Serra Dourada, de olho no G-4 do Campeonato Brasileiro


Dérek Bittencourt
Com Agências

02/06/2010 | 07:00


O sonolento empate sem gols contra o Guarani deu uma esfriada na ascensão do São Paulo na fase pós-Paulistão. Somando a Copa Libertadores e o Campeonato Brasileiro, o Tricolor colecionou triunfos - eliminou o Cruzeiro na competição continental e venceu o clássico contra o Palmeiras pelo Nacional - e salvando o pescoço do técnico Ricardo Gomes, fazendo as pazes com a torcida. Hoje, às 21h50 (com Globo), contra o Goiás, no Estádio Serra Dourada, o time tenta entrar de novo nos trilhos visando o G-4.

Atualmente na sexta colocação, com oito pontos, o Tricolor poderia voltar à zona de classificação à Libertadores 2011 com uma vitória. Os problemas para escalar o time, no entanto, dificultarão o trabalho de Ricardo Gomes. Isso porque os zagueiros Alex Silva, Miranda e Renato Silva estão machucados. Assim, apenas Xandão será efetivamente da posição contra o Goiás. Os companheiros atrás deverão ser Richarlyson e Rodrigo Souto (este como falso terceiro zagueiro numa variável entre 3-5-2 e 4-4-2), improvisados.

"Ainda bem que o Rodrigo (Souto) se recuperou e que o Richarlyson está disponível. Mas não necessariamente usarei os dois como zagueiros, ainda vou definir isso", despistou Gomes. O meia Hernanes, porém, foi mais franco. "Os desfalques preocupam, mas o Richarlyson deve entrar na zaga porque está acostumado. Ele tem pegada e marcação muito fortes. Só pode ser ele, porque não tem outro para a função."

Entre os zagueiros do elenco, Xandão pode ser considerado a última opção. Não pela qualidade, já comprovada, mas pela experiência dos concorrentes. No jogo de hoje, porém, tem a chance que esperou. "Quero aproveitar as oportunidades da melhor maneira possível, fazendo boas atuações e ajudando o São Paulo. A titularidade é consequência do trabalho", explicou o defensor são-paulino.

Já o Goiás, que ocupa a 18ª colocação, na zona de rebaixamento, vem de boa vitória no clássico contra o Atlético-GO, por 3 a 1. Para continuar evoluindo, o técnico Emerson Leão exige a mesma postura do time e vai manter a escalação da última rodada.

Hernanes revela auxílio de cientista para ser ‘completo'

Segundo volante com características de meia-armador, Hernanes revelou ontem o segredo para ser um jogador que desempenha tão bem sua função em mais de um fundamento: a ciência.

"Isso é um projeto que comecei a buscar: ser um jogador completo. Comecei isso com um amigo cientista. E queria ser completo como? Marcando e fazendo desarmes, e crescendo no número de assistências e gols. Mantenho minha média de três a quatro desarmes por jogo, e cresci nos outros fundamentos", explicou Hernanes. "Em 2007, fiz cinco gols e uma assistência, e hoje cresci graças a esse trabalho. Aprendi a ser completo", emendou o meia, que iniciou o trabalho em 2008, marcou dez gols em 2009 e nove neste ano.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;