Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 22 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Cirurgia de William, do Ramalhão, é bem-sucedida

Segundo o médico Eduardo Almeida, volta do jogador à equipe do Santo André deve acontecer na reta decisiva da Série B


Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

31/05/2010 | 07:00


Foi necessária uma hora e meia, mas a tíbia do atacante William, do Santo André, foi reconstruída ontem pela manhã, no Hospital Ifor, em São Bernardo. O jogador, que sofreu a fratura no osso em lance com o zagueiro Júlio César, na derrota(3 a 1) de sábado para o Guaratinguetá, passa bem e deve ter alta hoje. Segundo o médico-cirurgião Eduardo Almeida, que fez a intervenção com o também doutor Frederico Prado, a expectativa é devolver William à equipe na reta final da Série B do Brasileiro.

"Fizemos a reconstrução do osso da tíbia, que estava quebrado em três partes. O William esteve estável durante toda a cirurgia e não houve maiores complicações. Amanhã (hoje), se ele estiver bem, receberá alta", explicou Almeida. "Vamos utilizar todos os recursos disponíveis para que volte o quanto antes. Acredito que, se tudo correr como o esperado, ele retorna para as últimas rodadas da Série B e, quem sabe, para fazer o gol do acesso do Santo André", previu.

O osso da fíbula, também fraturado, não precisou de cirurgia. "Pela estabilidade não gerou preocupação e não mexemos", explicou.

Nos próximos 20 dias William não poderá colocar o pé direito no chão. Muletas auxiliarão o deslocamento do atleta, que não será imobilizado. "O primeiro cuidado é com o pós-operatório imediato, com a possibilidade de infecção na cicatriz cirúrgica. E o trabalho deve estar consolidado em três meses e meio. Aí é trabalhar para recuperar massa, porque se perde muito neste período", finalizou Almeida.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cirurgia de William, do Ramalhão, é bem-sucedida

Segundo o médico Eduardo Almeida, volta do jogador à equipe do Santo André deve acontecer na reta decisiva da Série B

Dérek Bittencourt
Do Diário do Grande ABC

31/05/2010 | 07:00


Foi necessária uma hora e meia, mas a tíbia do atacante William, do Santo André, foi reconstruída ontem pela manhã, no Hospital Ifor, em São Bernardo. O jogador, que sofreu a fratura no osso em lance com o zagueiro Júlio César, na derrota(3 a 1) de sábado para o Guaratinguetá, passa bem e deve ter alta hoje. Segundo o médico-cirurgião Eduardo Almeida, que fez a intervenção com o também doutor Frederico Prado, a expectativa é devolver William à equipe na reta final da Série B do Brasileiro.

"Fizemos a reconstrução do osso da tíbia, que estava quebrado em três partes. O William esteve estável durante toda a cirurgia e não houve maiores complicações. Amanhã (hoje), se ele estiver bem, receberá alta", explicou Almeida. "Vamos utilizar todos os recursos disponíveis para que volte o quanto antes. Acredito que, se tudo correr como o esperado, ele retorna para as últimas rodadas da Série B e, quem sabe, para fazer o gol do acesso do Santo André", previu.

O osso da fíbula, também fraturado, não precisou de cirurgia. "Pela estabilidade não gerou preocupação e não mexemos", explicou.

Nos próximos 20 dias William não poderá colocar o pé direito no chão. Muletas auxiliarão o deslocamento do atleta, que não será imobilizado. "O primeiro cuidado é com o pós-operatório imediato, com a possibilidade de infecção na cicatriz cirúrgica. E o trabalho deve estar consolidado em três meses e meio. Aí é trabalhar para recuperar massa, porque se perde muito neste período", finalizou Almeida.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;