Fechar
Publicidade

Domingo, 21 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Sanchez afirma que Morumbi está fora da Copa de 2014



29/05/2010 | 07:00


O presidente do Corinthians e chefe da delegação brasileira durante a Copa do Mundo da África do Sul, Andrés Sanchez, afirmou ontem, no Randpark Club, o complexo de golfe que fica ao lado do hotel da Seleção Brasileira, em Joanesburgo, que o Morumbi está fora do Mundial de 2014.

Cercado por jornalistas, o dirigente, disse em voz alta. "(O Morumbi) Está fora, ué. Qual a novidade nisso? E a abertura vai ser em Pirituba", garantiu.

Sanchez disse não ter nada contra o estádio nem contra o São Paulo. Apenas opinou sobre a informação que já confirmou com autoridades da Fifa. "O São Paulo não vai ter condições financeiras de bancar as reformas do estádio", argumentou. "Quanto à abertura, ter espaço no entorno do estádio é muito importante. Como vão fazer com aquelas mansões ali ao lado? Podem até derrubar dez, mas seria necessário derrubar mais de 100."

O dirigente, aliado do presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, disse que o Corinthians vai erguer um estádio a partir do segundo semestre deste ano. Mas não sabe ainda se a arena servirá para a Copa no Brasil. "O negócio é em Pirituba. Isso já é público", afirmou.

A diretoria do São Paulo adotou a estratégia de não se manifestar sobre o tema. A ideia é evitar polêmicas. No entanto, o vice-presidente de Futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, desmereceu as palavras de Sanchez. "Isso tudo que ele falou é besteira. Acho estranho porque há poucos dias estivemos juntos em um evento e ele disse a mim e a várias pessoas que estavam ao lado que apoiava o Morumbi."

Barros e Silva argumentou que Sanchez não tem informações suficientes para emitir opinião sobre o assunto. "Sabemos que ele é muito próximo do Ricado Teixeira, mas isso não lhe dá condições de saber o que está acontecendo como o projeto do Morumbi."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Sanchez afirma que Morumbi está fora da Copa de 2014


29/05/2010 | 07:00


O presidente do Corinthians e chefe da delegação brasileira durante a Copa do Mundo da África do Sul, Andrés Sanchez, afirmou ontem, no Randpark Club, o complexo de golfe que fica ao lado do hotel da Seleção Brasileira, em Joanesburgo, que o Morumbi está fora do Mundial de 2014.

Cercado por jornalistas, o dirigente, disse em voz alta. "(O Morumbi) Está fora, ué. Qual a novidade nisso? E a abertura vai ser em Pirituba", garantiu.

Sanchez disse não ter nada contra o estádio nem contra o São Paulo. Apenas opinou sobre a informação que já confirmou com autoridades da Fifa. "O São Paulo não vai ter condições financeiras de bancar as reformas do estádio", argumentou. "Quanto à abertura, ter espaço no entorno do estádio é muito importante. Como vão fazer com aquelas mansões ali ao lado? Podem até derrubar dez, mas seria necessário derrubar mais de 100."

O dirigente, aliado do presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Ricardo Teixeira, disse que o Corinthians vai erguer um estádio a partir do segundo semestre deste ano. Mas não sabe ainda se a arena servirá para a Copa no Brasil. "O negócio é em Pirituba. Isso já é público", afirmou.

A diretoria do São Paulo adotou a estratégia de não se manifestar sobre o tema. A ideia é evitar polêmicas. No entanto, o vice-presidente de Futebol, Carlos Augusto de Barros e Silva, desmereceu as palavras de Sanchez. "Isso tudo que ele falou é besteira. Acho estranho porque há poucos dias estivemos juntos em um evento e ele disse a mim e a várias pessoas que estavam ao lado que apoiava o Morumbi."

Barros e Silva argumentou que Sanchez não tem informações suficientes para emitir opinião sobre o assunto. "Sabemos que ele é muito próximo do Ricado Teixeira, mas isso não lhe dá condições de saber o que está acontecendo como o projeto do Morumbi."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;